Resenha: Arrivederci amore, ciao



Para ser sincera, quando finalizei a leitura, fiquei sem saber exatamente o que dizer na resenha. Afinal, a obra é diferente de tudo o que li e até mesmo tudo o que já assisti. Como falar de um livro que trata a visão de um crápula? Como argumentar sobre a mente de um canalha que, em muitos momentos, nos faz cometer o maior de nossos erros ao torcer por sua vitória?

É difícil explicar a sensação que senti ao embarcar nesse livro, mas de uma coisa eu tinha certeza: não queria parar. Carlotto nos faz ter uma visão de um verdadeiro crápula da forma mais cruel, ardilosa e deliciosa, se isso for possível. É algo diferente para todos nós, acredito. Parece-me algo intangível, porém, no decorrer da leitura percebi que era apenas questão de adaptação. No entanto, desde o início já me vi viciada nesse diferencial exposto pelo autor.

Resenha: Primeiro e Único



Esse é o primeiro livro que leio de Giffin, embora a autora tenha escrito várias obras. Não iniciei a leitura com uma expectativa grande; apenas estava neutra. O bom é que fiz certo. Ele poderia ser resumido com apenas uma palavra, mas vou deixá-la para depois.

Somos apresentados a Shea, ela tem 33 anos e namora um ex-jogador de futebol americano. Sua amiga Lucy está enfrentando um processo difícil, pois sua mãe faleceu e a jovem só tem Shea e seu pai – o treinador Carr, além do seu irmão (o que vale dizer que é uma verdadeira peça descartável no livro, já que ele não acrescenta em nada).


Resenha: Seis anos depois

Seis anos depois é o primeiro livro que leio de Harlan Coben e, com certeza, não será o único. Ele conseguiu superar todas as expectativas que tinha quanto a essa obra. Surpreendente é a palavra que define a história de maneira única.

Jake Fisher conhece Natalie Avery em um acampamento, eles estavam em retiros diferentes: ele para escritores e ela para artistas. O relacionamento deles foi tão curto quanto o verão que passaram juntos. De repente, tudo se acaba em um piscar de olhos; menos o amor de Jake que permanece firme e forte.

Ele não quer acreditar no que seus olhos estão vendo: Natalie casando com um antigo namorado. Ela o convida para o casamento e Jake vai porque precisa acreditar que aquilo não é um delírio de sua mente. Ao sair da igreja, Natalie pede para que ele não a procure mais e deixe-a viver feliz com o seu marido Todd. Jake se vê obrigado a aceitar a promessa. Ele cumpre com o prometido, sem esquecer um dia sequer daquela mulher que mudara sua vida. Ele a deixa em paz, porém, apenas por seis anos...