Resenha: A outra história da Lava-Jato


Não há neste país quem não saiba ao menos por alto do que se trata a celebrada Operação Lava-jato. E triste daquele que ouse questioná-la – principalmente for investigado e estiver no governo (risos). É justamente cutucando o prestígio da investigação que dita os caminhos do Brasil que Paulo Moreira Leite escreve A Outra História da Lava-Jato.

Confesso que o histórico do jornalista, um conhecido defensor dos governos Lula-Dilma, deixou-me com um pé atrás, mas é necessário despir-se de preconcepções ao fazer uma avaliação. Em verdade, o autor não ataca a investigação em si; põe em cheque, porém, o viés político por ela assumido, trazendo argumentos fáticos e jurídicos – estes com certas imprecisões terminológicas releváveis -, analisando a atuações do Ministério Público, do Judiciário e da Polícia Federal do modo que não é feito pela grande mídia responsável pelo “pensamento” da massa brasileira.

Além de uma visão geral da operação, feita na introdução, o livro é composto de 45 artigos do autor comentando fatos políticos de maio de 2014 a outubro de 2015.

A leitura é interessante do ponto de vista de que não se pode ficar refém de uma visão unilateral das coisas. Trazendo opiniões de especialistas, percebe-se que não se trata de uma descrição puramente apaixonada dos fatos; não deixam de ser feitas críticas ao PT, mas serve como alerta para se contestar o que nos é posto, principalmente naquilo que envolve política e poder.


Paulo Moreira Leite alerta para as consequências dessa busca por punição encabeçada pelo Ministério Público e o Juiz Sérgio Moro, que não se furtam a se valerem do apoio popular, conseguido através da repercussão diária nos grandes meios de comunicação, para legitimar suas ações, que sob um olhar técnico-jurídico geram controvérsia. Questiona-se: vale tudo para limpar o país da corrupção?

Considero a capa bem trabalhada, bem como a diagramação. Os capítulos são abertos com imagens ilustrativas em preto e branco, traduzindo o ar jornalístico que o livro possui e lembrando a ideia de passagem do tempo. A revisão, no entanto, merece maior cuidado.

Quotes:
“Se a investigação de denúncias na Petrobras sempre foi uma necessidade, é impossível deixar de perguntar por que só agora se resolveu descobrir segredos tão antigos” (p. 27)

As confissões permitiram a construção de um enredo, contando uma história sem a qual os jornais não conseguem funcionar. Eram necessárias porque ajudavam a vencer uma dificuldade crucial – contornar, por meio de depoimentos, a dificuldade de provar que os partidos investigados haviam recebido propinas, e não contribuições legais” (p. 47)

“Moro refere-se aos jornais como sinônimo de ‘opinião pública’, ignorando a distinção necessária entre ‘opinião pública” e ‘opinião publicada’, que permite lembrar que os meios de comunicação são empresas privadas, respondem a acionistas, procuram sustentação no mercado publicitário, desenvolvem interesses comerciais e preferências políticas – e é dessa forma que publicam determinadas notícias e eliminam outras, apresentam os fatos sob o ângulo x e ignoram o ponto de vista y e assim por diante” (p. 132-133)

“Entre seus onze pares no Supremo, Marco Aurélio é hoje o principal porta-voz do pensamento ‘garantista’, aquele que, sem deixar de reconhecer a relevância de punir o crime e os criminosos, coloca a defesa dos direitos e garantias individuais como principal obrigação de todo juiz” (p. 257)

“(...) pelas regras da delação, os grandes corruptos é que são os candidatos a grandes delatores. Têm direito, assim, aos grandes benefícios. Os bagrinhos continuam bagrinhos” (p. 379)

Outras fotos:





Título: A outra história da Lava-jato (exemplar cedido pela editora)
Autor: Paulo Moreira Leite
Editora: Geração Editorial
Páginas: 417
Ano: 2015


Resenha e fotos: Alisson Santos

15 Revelaram sentimentos:

  1. Oie,
    esta ai um livro que não me chama atenção.
    Gostei da resenha, mas não lerei

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro. Parece ser bem interessante, mesmo sendo apenas um lado da história.
    Beijos, Aline
    http://versoaleatorio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Admito que ando muito cansada de política, as pessoas escolhem lados e esquecem que no fim são todos iguais e quem se ferra somos nós. Apesar de parecer ser um livro interessante eu acho que ainda está muito cedo para contar a história da Lava Jato já que a investigação está longe de acabar e só Deus sabe o que mais vão encontrar no meio disso.

    ResponderExcluir
  4. Apesar de detestar política, somos obrigados a entendê-la pois somos nós que os colocamos( os políticos) , no"poder".
    Sinceramente jamais compraria esse livro. Só o leria se me fosse dado.
    Mas não deixa de ser interessante...

    ResponderExcluir
  5. Olá, Naty.
    Como prefiro ler ficção, acho que é um livro que eu não leria. Mas acho interessante alguém escrever um livro assim. Você não disse o nome, mas a Globo, manda no pensamento da grande maioria dos brasileiros, não só nesse mas em quase todo tipo de assunto. É como se fossem os donos da verdade. Então é muito bom quando escrevem livro mostrando as coisa como realmente são.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oie Alisson =)

    Não aguento mais falar de Lava Jato rs... tipo quando você pensa que acabou lá vem bomba novamente XDD
    Sempre gostei de política e acho que se todo o brasileiro tivesse mais interesse pelo assunto não estaríamos no pé que estamos.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  7. Olha, sinceramente esse é um livro que não tenho vontade de ler, mas acho legal a ideia de se mostrar o outro lado do assunto, nem que seja apenas como uma fonte extra de informações.

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Esse livro não faz meu tipo de leitura, mas gostei muito de conhecer ele por aqui.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Achei muito boa a proposta do livro, mostrar mais desse evento tão importante que ocorreu no Brasil, me parece ser um obra muito inteligente, critica e argumentativa, é uma pena que um livro como esse apresente erros de revisão, mesmo assim espero ler em breve para me informar mais sobre esse acontecimento

    ResponderExcluir
  10. Oi. Sua resenha sempre muito clara e objetiva. Deixo passar esse livro, não tenho interessa algum nesse assunto. Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Oii!
    Apesar da crise que nosso país vive hj, não tenho mta vontade de ler não...
    Mas gostei da resenha e da forma como passou o livro...
    Boa leitura pra quem curte!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei da resenha, mas não me interessei em ler o livro. Sei que devemos sempre estar a par de como "andam" as coisas em nosso país mas este livro não me chamou a atenção.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  13. Dessa vez vou dispensar a leitura. Ao contrário de você, não fazia ideia de que operação era essa. Sou super alheia para assuntos políticos de nunca procuro saber sobre. Parece ser um livro interessante pra quem quer abranger os conhecimentos.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Não é o meu tipo habitual de leitura os livros com tema histórico do jornalistico!!
    Bjoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.