Vem por aí: Editora Record

Vem por aí é uma coluna criada pelo Blog para postar alguns dos maiores lançamentos das editoras mais conhecidas. A ideia surgiu porque sempre via lançamentos nos sites das editoras, que nem são parceiras do Blog, mas que sempre dava vontade de apresentar ao leitor. Para não fazer várias postagens de cada livro/editora, nada melhor do que juntar os lançamentos do mês considerados TOPs e apresentar a vocês de uma vez. Os meus desejados, da lista, ficam em outra coluna, chamada Desejados da vez, então não deixe de conferir. Vamos às novidades (para conhecer a sinopse basta clicar na imagem e você será redirecionado):

Record:
    

Resenha: O oceano no fim do caminho



Um homem volta à cidade de sua infância para ir a um velório, um lugar marcado por dores, dúvidas e saudades. Ele decide ficar um tempo sozinho e percorre por algumas estradas que passou quando era mais novo e se depara com um lugar muito familiar, mas que ele não pensava nela com frequência: a fazenda da família Hempstock. Lá residia uma garota, um pouco mais velha que ele, sua adorável amiga Lettie. Ela tinha um lago no fim do caminho e o chamava de oceano.

O homem não se recordava de muitas coisas, porém, ao olhar para a fazenda, ele passa a se lembrar de tudo: as dificuldades financeiras, do minerador de opala que se matou no banco traseiro do carro e da Ursula, a governanta. Cada detalhe perpassa a mente do protagonista sem nome, ficamos perdidos, atordoados em cada acontecimento e atados por não poder ajudar o pequeno garoto. Lettie promete protegê-lo de todos os riscos e, até mesmo, do seu próprio pai que o mergulha em uma banheira fria para colocá-lo de castigo por maltratar a governanta malvada e esquisita.

Resenha: As lições do mestre


Qual é o valor da sua honestidade? Quanto você vende a sua honra? Qual é o preço que você está disposto a receber para entregar a sua mente tranquila? São perguntas que a gente responde sem titubear. No entanto, num país como o Brasil, em que estamos rodeados de políticos corruptos e cobertos de incompetentes, é estranho acreditar que as respostas dessas perguntas são levadas a sério e consideradas lindas de serem ouvidas. Na teoria, sim; na prática, jamais!

É difícil mensurar quem é mais corrupto, no final das contas, se é o político que compra votos ou se é o cidadão que se vende. Pode-se perceber que seja lá quem for, abandona o povo, muitas vezes; explora as classes, principalmente as mais pobres, sem contar que há um abuso de poder e desrespeito aos honestos que votaram, mas foram enganados com um péssimo governo.


Resenha: Extraordinário

Terminei de ler Extraordinário e senti aquela sensação, aquele sentimento que toma conta de nós quando lemos um livro, quando gostamos da obra, mas não conseguimos expressar em palavras a impressão final. Sobre o que eu poderia escrever ao término da leitura?

Poderia falar que é um livro legal. Que talvez tenha sido escrito para crianças, para adolescentes, para jovens em idade escolar que convivem direto com o bullying, independente se essa convivência se dá porque eles são o alvo das brincadeiras de mau gosto ou quem as pratica.  Mas daí eu deixaria de dizer que o livro foi escrito para pessoas de todas as idades, pois é capaz de tocar o coração de quem lê sem levar em consideração a dureza da alma ou concepções pré-estabelecidas.

Poderia dizer que é um livro de fácil apreensão, porque utiliza uma linguagem muito simples, dando a impressão que os personagens estão escrevendo diretamente para nós e sem o intermédio da autora. Escrevem como se falassem com um amigo, como se fosse aquele tipo de conversa que acontece num fim de tarde, quando nos sentamos no banco de uma praça para apreciar o pôr do sol.

Desejados da vez

Desejados é uma coluna criada pelo Blog para postar alguns dos maiores lançamentos do mês que entraram para a lista dos meus preferidos. A ideia surgiu porque sempre via lançamentos nos sites das editoras, que nem são parceiras do Blog, mas que sempre dava vontade de deixar um lugar especial reservado na estante. Para não fazer várias postagens de cada livro/editora, nada melhor do que juntar os desejados do mês e apresentar a vocês de uma vez. Quem sabe algum deles não já faz parte da sua lista e, se não faz, tenho certeza que não demorará nada para entrar.  Vamos aos queridos do mês (para conhecer a sinopse basta clicar na imagem e você será redirecionado):

   

Resenha: Mosquitolândia

Quando li a sinopse de Mosquitolândia, de David Arnold, me interessei de cara. Pensei, ‘rumos inesperados, confronto com os próprios demônios, medicação para alguma possível questão psicológica envolvida, oba, meu tipo de livro’. E é, de verdade, o tipo de leitura que eu gosto. Embora entenda se muitas pessoas se perderem na ‘narrativa caleidoscópica’ da história.

O livro gira em torno de Mary Iris Malone, mais conhecida como MIM. Após a inesperada separação dos pais e uma repentina mudança de cidade, a jovem resolve voltar ao antigo lar em busca da mãe. Consegue algum dinheiro, prepara a mochila (sem esquecer-se do inseparável diário) e toma um ônibus com destino a Cleveland, Ohio. O que vemos a partir daí é uma miscelânea de sentimentos, tanto da personagem principal, quanto os que são despertados no próprio leitor.



Resenha: Cidade dos Etéreos

Cidade dos Etéreos, lançado em 2016 pela editora Intrínseca, tem a edição em capa dura, numa cor azul maravilhosa, com cara de livro clássico daqueles que a gente precisa ter na estante. Já é lindo só assim, mas a editora se superou e colocou por cima uma jacket com uma imagem sinistra, bem semelhante à capa do O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, ou seja, deixou nas mãos do leitor a possibilidade de escolher como vai expor seu exemplar.

Quando li o primeiro livro da trilogia, me surpreendi e gostei bastante da história, mesmo com algumas questões tendo sido abordadas de maneira superficial. O segundo livro  começa exatamente onde terminou o anterior. Os peculiares abandonam o antigo orfanato e, numa corrida contra o tempo, saem em busca da única Ymbryne capaz de salvar Srta. Peregrine, que se encontra numa situação complicada e inexplicável.

O livro tem um ritmo frenético. É narrado em primeira pessoa, então temos a sensação de estar vivendo tudo aquilo que acontece nas páginas: a insegurança, a descoberta do poder, as reviravoltas, o perigo que espreita em cada linha da história. Além disso, Riggs amarra muitas pontas que ficaram soltas no livro anterior, e permite que outros personagens ganhem destaque explicando a origem, a peculiaridade ou até mesmo o papel que podem vir a desempenhar na iminente guerra contra os acólitos.

Vem por aí: Primavera Editorial

Olá, leitores. Hoje trouxe novidades para vocês da Primavera Editorial.


Mulheres modernas, dilemas modernos

A revolução feminina vem transformando a nossa sociedade de um jeito que não tem volta – nem fórmula. Justamente por isso precisamos conversar. É o propósito deste livro. 
Ele traz uma visão feminina de quem ama a sua carreira e enfrenta com coragem os diferentes impactos dessa escolha. Traz também a visão masculina de que os homens devem ser parceiros dessa mulher moderna, tanto emocionalmente quanto passando aspirador na casa.


Resenha: O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares

O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares está disponível no Brasil desde 2012 e, em 2015, foi relançado pela editora Leya com direito a uma capa nova e mais bonita. Desde então houve muito burburinho sobre o livro, que foi recomendado por diversas pessoas e entrou para a lista de desejados de outras tantas, inclusive para a minha. 

Embora o livro tenha me chamado a atenção, confesso que meus olhos brilharam ainda mais e a vontade de lê-lo aumentou após assistir ao trailer baseado na obra de Riggs. Lembro-me de ter pensado: ‘Será que o livro é mesmo tudo isso?’ E lhes digo, é sim tudo isso. E um pouco mais.

O livro conta a história de Jacob, um rapaz de 16 anos que vive com a família em Englewood, na Flórida. Ele se considera um garoto comum, sem amigos e que vê no avô um misto de herói querido e velho louco de pedra. Um avô que lhe contou histórias mirabolantes sobre crianças peculiares e monstros terríveis. 

Resenha: Voos e Sinos e Misteriosos Destinos

Encontrei esse livro em uma das minhas pesquisas pela internet. Quando vi essa capa, foi amor à primeira vista. Fiquei fascinada pelos detalhes e o trabalho das cores. Resolvi pesquisar mais sobre a obra e acabei adquirindo-a por desespero e curiosidade. O resultado foi satisfatório e não poderia ser diferente, afinal, estamos falando da Editora Seguinte.

O gênero do livro é Steampunk e nunca tinha lido nada próximo disso. Confesso que é um gênero delicioso e que nos prende com tantos avanços tecnológicos, repleto de engrenagens e fuligem por todos os lados. Ele é uma obra ambientada no passado e tem como base a ficção científica, com a ideia de colocar a tecnologia mecânica a vapor em equipamentos e meios de transportes. Na obra, temos a presença de tais avanços tanto em objetos quanto em pessoas feitas de metais.

Jack Foster tem apenas dez anos e é o personagem principal. O garoto vive parte de sua vida em um internato e mal tem tempo para brincar. Ele deseja apenas aproveitar seus dias de férias, na casa de seus pais, e buscar boas aventuras para se distrair. Quando o menino menos espera, ele conhece o Sir Lorcan. Porém, ele é um sujeito estranho e que diz à família do garoto que sabe fazer magias.

Resenha: Ivvi



“Eu domo leões,
Cometo delito,
Resolvo equações,
Conto ao infinito
Até acabar.
Só para te mostrar
Tamanho do amor,
Por certo é maior
Que podes supor
Que eu possa te dar” (p.73).

Ivvi é uma obra que trata sobre o amor de uma maneira sublime. Os sentimentos narrados neste livro nos faz divagar em um oceano de sentimentos escritos e que são petrificados no coração dos leitores. O tema amor predomina em todas as poesias, porém, em nenhum momento a leitura se torna cansativa. É impossível o leitor não se identificar com alguma poesia ou, até mesmo, com algum verso. 

Vem por aí: Editora Seguinte

  


Vem por aí



Os lançamentos este mês, como sempre, estão imperdíveis. Conheça alguns (clique na imagem para ser redirecionado à sinopse):

Arqueiro:


Parceria: Arqueiro e Sextante






Olá, leitores. É com muita satisfação que venho anunciar que o Revelando Sentimentos agora é parceiro da Arqueiro e Sextante. Além de publicar várias novidades e resenhas, muitas promoções estão prestes a surgir com essa união.


Promoção Desaniversário


Sabem o que é melhor do que fazer aniversário? Fazer um DESANIVERSÁRIO! Sim, porque podemos repetir 364 vezes por ano! Não está entendendo nada? Nunca leu ALICE ATRAVÉS DO ESPELHO, de Lewis Carroll? Claro que já! 

Então, DESANIVERSÁRIO é o dia em que você não faz aniversário :P


Resenha: Máscara – A vida não é um jogo


Que os jogos comecem!

Para os leitores que estão familiarizados como os filmes Jogos mortais, certamente, ficarão com uma grande queda por Máscara. O livro é cheio de surpresas do início ao fim e, quando você pensa que está acabando, eis que muitas coisas surgem e deixam-nos abismados.

Quando vi a capa do livro, o título e li a sinopse, jamais imaginei que teria uma grande semelhança com o filme. Mas, de uma coisa tive certeza: cada personagem clama pela vida, eles desejam ardentemente a liberdade quando estão próximos da morte. É inegável a qualidade que o autor tem de criar tantos cenários e tantos personagens. A personalidade de cada um foi bem explorada e a narrativa demonstra ao leitor o medo presente em cada fala.