Resenha: Cujo


Fala galera, como estão? Espero que tudo bem. Mais uma leitura do mestre King finalizada seguindo a minha tentativa de lê-los em ordem, e o livro da vez trata-se de Cujo.

Dessa vez não vou começar falando do conteúdo mas sim da capa desse livro. Caramba, que capa linda! Se duvidar uma das mais bonitas que já vi. Até quem não gosta do gênero tem que admitir que essa capa é surpreendente. A Suma de Letras está lançando a Biblioteca King, que consiste em alguns livros raros do mestre do suspense e terror em capa dura, nova tradução e revisão, além de conteúdos extras. O primeiro foi justamente Cujo, que conta com essa capa linda da imagem, e a pata do cachorro em baixo relevo pra completar o pacote. Quem tiver a oportunidade de ver ao vivo vai saber o que estou falando.


Resenha: A insustentável leveza do ser


Recebi este livro de surpresa, sempre tinha ouvido falar nessa obra, mas nunca tinha ficado tão curiosa para ler quanto fiquei quando o tive em mãos. Porém, essa curiosidade não foi fruto de muito sucesso, já que não foi nada do que eu estava imaginando. 

Este é considerado um dos romances mais importantes do século XX e, acreditem, é um dos pouquíssimos livros que não consegui finalizar tendo-o na estante como abandonado. Sei que isso assusta um pouco e começar a resenha já jogando um balde d'água desses não é bem do meu feitio, mas julgo ser necessário, e espero que vocês não queiram me matar com esse comentário. 

Resenha: Umami


Apesar de apoiar muito, até porque eu também pretendo ser um, eu ainda fico muito com o pé atrás em se tratando da moderna literatura brasileira. Todo mundo sabe que eu adoro a Literatura Brasileira clássica e isso me influencia muito na hora de fazer uma avaliação nas histórias de hoje. 

Em Umami - a receita da vingança temos uma história que já vimos em algum lugar por aí. Durante o curso de culinária, o feinho sofre bullying e quando ele cresce quer se vingar daqueles que mais fizeram mal. 

Resenha: Nossas noites


Não estava esperando receber Nossas noites da editora e, quando vi a capa, logo me lembrei de O casal que mora ao lado, tanto pelo fato de as capas serem parecidas quanto pelo fato de ter recebido os dois pacotes no mesmo dia. Quando me deparei com as obras, imaginei que seriam histórias bem parecidas, mas estava enganada.

Nossas noites vai tratar de uma temática bem diferente, que geralmente não estamos acostumado a ler: velhice. Somos apresentados a uma história de solidão exatamente nessa fase da vida. Quantos de nós não temos medo dela? De ficarmos sozinhos, abandonados e sem ter um amparo. É o que esse livro abordará.

Parceria com o autor Vinícius Fernandes


Olá, leitores. Tudo bem? O blog agora é parceiro do autor Vinícius Fernandes. Trouxemos para vocês um pouco sobre o livro que será resenhado aqui e um pouquinho sobre o autor. 
Confiram: 
Zumbis paulistanos: o apocalipse BR 

Resenha: Hibisco roxo


Olá amigos,

Kambili e Jaja são dois irmãos criados duramente pelas regras impostas por seu pai, um homem fanaticamente religioso que enxerga o pecado e a maldade em todos os lugares, que pune severamente esposa e filhos quando estes saem da linha e entram no caminho do diabo.

O pai, chamado Eugene, mas que chamado pelas crianças de Papa, é muito rico. Dono de um jornal, que só publica as verdades, e de uma fábrica de biscoito e sucos. A família vive muito bem, comem do bom e do melhor e as crianças tem como prioridade os estudos. Seria a vida dos sonhos, se Papa não tivesse sérios problemas de achar que tudo é pecado.

Lançamentos Grupo Editorial Pensamento


Olá galera, peguem suas listas de livros, abram seus skoobs e suas listas de desejo na amazon, porque é hora de aumentar a lista de livros desejados com esses grandes lançamentos do Grupo Editorial Pensamento. Tem fantasia, história, psicologia (*-*) e etc.


Resenha: A Zona Morta


A Zona Morta é uma das obras mais aclamadas de Stephen King e não é à toa, o livro conta a história de Johnny Smith, um simples professor de inglês que sofre um acidente, deixando-o em coma por cinco longos anos e, ao acordar, Johnny não sofre aparentemente nenhuma sequela, a não ser o fato de não lembrar de alguns objetos devido a uma área do seu cérebro danificada durante o acidente (área essa denominada Zona Morta pelos médicos).

O problema é que isso não foi tudo que o acidente trouxe para a vida de Johnny, pois ao acordar ele também percebe que, ao entrar em contato fisicamente com outra pessoa ou um objeto daquela pessoa, ele pode ver coisas do passado, presente e até prever partes do futuro. Esse problema é ainda agravado quando John conhece Greg Stillson, um candidato a deputado que não mede esforços para conseguir o que quer, e passa a ter uma visão de um futuro horrível caso Stillson consiga alcançar seus objetivos.

Top Comentarista de Agosto


Olá, leitores. Hoje vai ao ar o Top Comentarista do mês de Agosto. O sortudo levará um livro das quatro opções: O casal que mora ao lado, A insustentável leveza do ser, Boa noite ou Em águas sombrias.

Resultado do Top Comentarista

Olá, leitores. Hoje trouxe o resultado do Top Comentarista para vocês.

Segue abaixo o nome do vencedor:

Resenha: O casal que mora ao lado


O bom mistério não precisa necessariamente ter uma história com elementos fora do comum, afinal, se assim fosse a gente chamaria de fantasia. Assim como não precisa ter o nome de um autor famosíssimo recomendando a obra logo na capa. Precisa ter uma narrativa impactante, uma história envolvente e imprevisível.

O casal que mora ao lado não é um deles. Quando iniciei a leitura já imaginei quem seria o culpado e deduzi baseado na narrativa da autora. Embora a leitura tenha sido veloz, a forma como a autora resolveu contar a história parecia algo superficial, ralo e sem muito envolvimento em alguns momentos. No entanto, em boa parte do tempo a narrativa da autora nos prende e mal vemos a hora passar pela curiosidade excessiva.


Novidades: Martin Claret


Olá amores, tudo bem com vocês?

Esse é aquele momento que vocês pegam o caderninho e se preparam para aumentar a lista de desejos porque vim mostrar os lançamentos recentes da editora Martin Claret, tem livros clássicos e inéditos, em edições de fazer suspirar e sonhar acordado. Vejam só!


Resenha: O Medalhão de Ísis


Que tal embarcar em uma emocionante aventura e conhecer um pouco mais sobre a Arábia do século IV?

Às vésperas do seu aniversário de dezoito anos, Ahlam, princesa primogênita do reino de Nifah descobriu que seu casamento com Marzuq, príncipe de Badhi, já estava sendo negociado. Mesmo que a repulsa por se casar com um homem tão ardiloso e perigoso fosse grande, a jovem protagonista não tinha muito o que discutir já que foi criada para que esse dia chegasse e, logo, para que ela garantisse a paz e prosperidade do seu reino.