Pai...


Pai...
É aquele que cria, zela, ajuda,
Dá broncas quando precisa,
Dá conselhos quando lhe cabe,
Dá seu colo para chorar,
Suas mãos para acariciar,
Seus braços para proteger...
Pai...
É aquele que é "presente" na vida do filho
E não deixa-o com a mãe
Só para ir ao futebol,
Ao barzinho,
Ver os amigos
E tomar uma cervejinha.
Pai...
É aquele que mesmo querendo gritar...
Ele ouve.
Mesmo querendo bater...
Ele aconselha.
Mesmo querendo fugir de todos...
Ele corre para o colo da mulher pedindo conselho
E para o colo dos filhos pedindo sua compreensão.
O verdadeiro pai...
Não precisa ser perfeito,
Basta dar amor para aqueles que estão em volta dele.


Desabafo: Nunca precisei da sua existência, do seu amor, pois você nunca me ensinou o que é amar.
Dinheiro não compra paternidade, fraternidade, educação e nem amor.
Gerar não é ser pai, e você nunca foi.

0 Revelaram sentimentos:

Deixe seu comentário

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.