Resenha: Um amor de inverno

“Não é isso o que todos somos? As vítimas e os vilões das nossas próprias histórias? Temos que aceitar as coisas boas e ruins dentro de nós, aceitar que nunca vamos ser completamente um ou outro. E, se nós reconhecermos que temos um pouco de Fera, assim como a Bela, talvez possamos encontrar uma maneira de os dois lados conviverem.”
Um amor de inverno é o segundo livro da série As Irmãs Shakespeare e o interessante é que você tem a chance de ler independente da ordem (foi o que eu fiz), já que cada livro vai contar a história de uma das quatro irmãs.

Vamos conhecer a história de Kitty Shakespeare, a caçula das irmãs. Ela é estudante de cinema e está procurando um estágio na área, porém, por meio do destino, ela acaba sendo contratada como babá de Jonas (um fofo por sinal). Para ela, seria apenas um trabalho fácil e temporário de fim de ano, até ela conhecer o Adam Klein, tio do Jonas e então, sua vida virar de cabeça para baixo.


Adam Klein é um diretor premiado de documentários, lindo e atraente, mas que também sabe ser rude e irritante. Após um ano complicado, ele faz terapia para superar o passado e agora mora em uma cabana nas montanhas, próxima à casa da família. Como sua relação com o irmão é péssima, ele prefere sempre manter-se afastado. Bom, até Kitty aparecer e mudar toda a sua perspectiva de vida.

Sabe aquela famosa relação de cão e gato? Kitty e Adam acabam tendo uma primeira impressão péssima um do outro e isso gera muitos conflitos no início. Conforme eles vão se conhecendo, o jeito cativante dela acaba desarmando a muralha que ele construiu em volta de si mesmo. Uma coisa que me questionei desde o início era como eles iriam se apaixonar. 

Infelizmente, foi exatamente o início dessa tão esperada paixão que me deixou incomodada. Na minha opinião, as coisas aconteceram muito rápido, senti que a autora pulou algumas fases da conquista, indo direto para os “finalmentes”. Sendo assim, eu tive uma certa dificuldade em me convencer pelo romance dos dois, é por isso que não dei cinco estrelas para a história. No entanto, os personagens separadamente são bem construídos e no final me vi torcendo pelo casal.


Kitty é aquela protagonista que realmente cativa o leitor e conquista a simpatia desde o começo. Apesar de um pouco atrapalhada, ela é divertida, inteligente e muito amorosa. Adorei a capacidade que ela tem de enxergar o outro e demonstrar empatia. Já o Adam é um personagem mais complexo. Depois que a fachada de rabugento começa a se desfazer, vemos um personagem gentil, divertido, inteligente e carismático.

O que eu mais gostei nesse livro é o quanto a família é central na história. Vemos isso tanto na relação da Kitty com as irmãs, quanto no amor de Adam pela sua família, é lindo de acompanhar. Outra coisa que me cativou muito na história, foi a ambientação da história, me senti em um verdadeiro Natal daqueles filmes de Sessão da Tarde.

Sobre a edição:
Em relação a edição do livro, eu achei SIMPLESMENTE MARAVILHOSA, estou apaixonada pela capa. A escrita da autora é fluida e envolvente, estou ansiosa para ler a continuação. 


Desde o lançamento, eu desejei esse livro e ainda não conferi "Um verão na Itália" que é o primeiro volume da coleção. Finalizando, posso dizer que Um amor de inverno é aquele romance clichê perfeito para aquecer o coração que nos deixa sorrindo ao finalizamos a leitura.


Título: Um amor de inverno (exemplar cedido pela editora)
Autora: Carrie Elks 
Editora: Verus 
Páginas: 320
Ano: 2019
1 Leia mais