Resenha: Até onde o amor alcança


Sinopse:
Ninguém avisa a gente que amar faz a pele arder e o peito dilatar, seja com as coisas dando certo ou não. Contos de fadas não duram muitos dias na vida real, o amor é o que faz tudo valer a pena. Torço para que você seja feliz, e que possamos caminhar juntos. Hoje eu quero o para sempre, mesmo sabendo que não posso controlar tudo. Há coisas minhas que são tão suas, a ponto de eu não ter coragem de colocar uma roupa nova sobre elas, porque eu não quero te esquecer.Foi muito bom te reencontrar nesse processo. Nas viagens de carro que fizemos, nas noites em restaurantes baratos e nos domingos de carnaval fechados em nosso próprio mundo, nós construímos algo especial.VOCÊ TINHA PRESSA, EU TINHA MEDO…Suportamos isso. Ignoramos inclusive as partes chatas da existência. Esses momentos difíceis retornam, de vez em quando. Contudo podemos nos perdoar e ter novas chances.JURAMOS QUE DURARIA PARA SEMPRE MESMO SABENDO QUE O AMOR NÃO VIVE DE PROMESSAS, MAS NÃO VAMOS DESISTIR!

Até onde o amor alcança foi minha primeira experiência com o autor e devo dizer que é diferente de tudo que já li.

Aqui não temos um romance comum, uma história pré-definida e previsível. Não, temos textos soltos que juntos formam uma só essência. Que juntos mostram o tamanho da dor que um rompimento pode causar.

Um coração machucado, uma vida vazia, um futuro interrompido. Você é capaz de lidar com isso? E o melhor, consegue ser sincero com você mesmo?


Vejo que muitos têm receio de assumir o verdadeiro sentimento ou a verdadeira forma como um rompimento pode dilacerar um coração. E aqui, nesta obra, não é nada mais do que isso.

A vontade de seguir em frente e superar atrelada a vontade de poder voltar no tempo e consertar tudo para continuar sendo feliz. Mas será que de fato era feliz?

Uma leitura para refletir. Até que ponto vale a pena lutar por quem amamos e quando sabemos o que é melhor para nós mesmos? Muitas vezes devemos ser racionais, mesmo sendo esta uma decisão bastante dolorosa.


Os textos acompanham músicas no início dos capítulos e devo dizer que deu um toque a mais para a leitura.

Mas, cuidado! Se estiver mais sensível, com o coração balançado, vai abalar todas as suas estruturas!
“Me perguntaram se eu preferia morrer a viver na miséria.
Precisei pensar um pouco.
O amor me deixou miserável tantas vezes.
E todas as vezes que isso aconteceu,
valeu a pena.
Prefiro viver, eu respondi.
As misérias não duram para sempre.”
Sobre a edição:
Simplesmente perfeita! A capa tem um aspecto emborrachado e o título é em alto relevo. Todas as páginas são decoradas e encontramos diversas ilustrações no decorrer da obra. A Faro caprichou como sempre, está impecável!


Título: Até onde o amor alcança (exemplar cedido pela editora)
Autor: Júlio Hermann
Editora: Faro Editorial
Páginas: 176
Ano: 2019
0 Leia mais