Mais macho que muito homem

Mulher é um bicho esquisito... (diz a letra de Rita Lee e Roberto de Carvalho). Na verdade, mulher é um bicho esperto, como águia. Não é à toa que tem uma história de repressão que traspassa séculos, apesar de alguns raros oásis de matriarcado. Entretanto, dando-lhe oportunidade ela é tanto quanto ou até mesmo mais capaz do que o sexo oposto. Mas, o lado prático e objetivo sempre foram mais atribuídos ao masculino.
Na bíblia relata-se que a mulher deve ser submissa ao homem. Porém... Ela deve ser “submissa” e não “escrava”. Muitos generalizam e querem explorá-las. Há uma grande diferença. É relatado que se deve respeitar o marido em suas opiniões, da mesma forma que ele deve compreender as ideias de sua esposa e ver se é adequada para tomar determinada decisão.
A mulher, mais do que pensamos, tem o
feeling* para desenvolver atividades múltiplas ou mais de um trabalho para atender a uma série de demandas que a tipifica como moderna, não deixa de ser admirável. Eis o ônus da sua modernidade conquistada. Como salienta França: “as mulheres nunca tiveram tanto acesso para se realizarem profissionalmente, o problema é que essa atividade vem somar-se o trabalho de dona de casa, mãe e esposa”. Embora ocupem hoje espaços consideráveis, não tem como tamponar o fato de que muitas mulheres ainda vivem sob o julgo do “macho”. No fundo, é esse ente privilegiado que trabalha menos e tem ao seu dispor um maior número de regalias. Assim sendo, há mulheres que, mesmo inseridas no mercado de trabalho formal ou informal, permanecem desqualificadas enquanto profissionais e seres humanos. Sabem fazer tanto os serviços domésticos, quanto os de fora e ainda mais... Serviços em que homens estão encarregados como administrar empresas; trabalhar em zona de risco como policiais, bombeiras e inúmeras outras tarefas melhores do que muitos homens por aí, porém não são tão bem valorizadas como deveriam.
O homem, diferente do sexo oposto, não consegue fazer mais do que duas coisas simultaneamente, como se estivesse fazendo uma; tem dificuldades para ir ao supermercado e escolher os produtos mais acessíveis e de melhor uso; não administra cuidar da casa, da comida, da roupa lavada e passada; contudo, se consegue desenvolver alguma dessas, é insuficientemente capaz de realizar todas, num período de tempo mínimo, que seja.
As mulheres, servem muito mais do que para ser uma simples dona de casa ou uma trabalhadora mal remunerada. Ela é o alicerce para uma família estabilizar-se; é a estrutura para um problema emocional; a força, na hora da fraqueza do homem e o equilíbrio, na hora do desespero.
Mais do que uma mulher, ela é uma super, mega, ultra, blaster mulher; mas precisa ser bem mais aceita no mundo, não como uma pessoa do sexo feminino, mas como a força de mudança para um futuro melhor.

1° Lugar na edição Blogueando *-*
----------------------------------------------------------------------------------------------
* Feeling: Percepção, simpatia, sentido.


8 Revelaram sentimentos:

  1. Ih, peraí... ainda bem que eu estava sobrevoando.
    Primeiro, a Bíblia: lá há mulheres poderosíssimas, que estão mesmo à frente dos homens. É que a sociedade era patriarcal, e o homem que sempre morreu de medo de a mulher tomar o lugar dele, escondia as coisas. Veja os livros de Rute, Esther; veja o caso de Suzana, nos dois últimos livros de Daniel. Afora os meandros de Eva, Dalila, Salomé e a mãe dela, etc.
    Quanto a homens administrando casas: olha, moro sozinho desde que me divorciei. Sou muito bom no supermercado, na feira e faço comidas deliciosas!
    Viussó??? Hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  2. As mulheres vem ocupando seu merecido espaço graças a lutas feministas que se formou nas últimas décadas. Agora uma coisa me surprendeu, "a bíblia relata-se que a mulher deve ser submissa ao homem, e deve mesmo.", cê acha mesmo Naty que a mulher deve ser submissa ao homem?
    Nem submissa nem escrava a mulher tem todo o direito de ser independente e ter sua individualidade respeitada na relação e fora dela.

    Ah, você já tá ganhado poemas em sua homenagem é? Olha só arrazando corações! ;)

    ResponderExcluir
  3. ooi Naty
    tem alguns selos pra vc no meu blog :)

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Naty,

    você definiu bem a característica principal feminina : esta multiplicidade de habilidades, tão natural. O homem por mais sucesso que tenha dirige toda a sua capacidade e inteligência voltada para uma especialidade. A mulher tem esta capacidade multiplicada. Quando um homem perde seu emprego é o fim ou quase o fim para ele. Para a mulher é um recomeço, sempre. São elas que seguram a economia do lar num caso como este ou de separação. Mesmo as que nunca trabalharam fora, acadêmica e profissionalmente. São sempre a segurar as “ barras” econômicas da casa , além da garantia da harmonia do lar. Quando a mulher desequilibra-se, todo o lar vai junto.

    Quanto a Bíblia , não podemos esquecer que não só Eva,. mas Lilith deixou a sua descendência na personalidade feminina. e creio que bem mais numerosa nos aspecto positivos e negativos da personalidade feminina.

    “Assim dizia Lilith: ‘‘Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que devo abrir-me sob teu corpo? Por que ser dominada por ti? Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual.’’

    * Como me passou esta postagem? Aff Maria! Hahahaha

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Naaaaaty,

    Nós mulheres temos o poder! O problema é que muitos homens não percebem isso e continuam a nos tratar como peças frageis!

    Eu quero direitos iguais sem perder a delicadeza e o respeito.

    É pedir muito?

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  6. eeei, muito bom seu texto tambêm :D

    o prazer é meu, de inciante, poder compartilhar esse almejado lugar com você. (:

    ResponderExcluir
  7. Hum...
    Os homens podem dizer "n" coisas, mas nós mulheres somos muito mais eficientes...
    Fazemos um milhão de coisas ao mesmo tempo enquanto os homens só fazem duas e olhe lá...
    É capaz do leite derramar (hahaha)...
    Excelente texto!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. E não é q eu ainda n tinha comentado nesse?.. acabou q só tinha comentado pelo msn, aquele dia... bem, fica aqui então registrado.. risas... q esse meu blá-blá-blá non sense valha o comentário!.. risas...

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.