Resenha: Se houver amanhã



Quando vi que a continuação de Se houver amanhã tinha saído, fiquei eufórica e decidi que estava na hora de trazer a resenha do primeiro livro para vocês. A obra se baseia em torno da vida de Tracy Whitney. Garota simples, trabalha num banco e está noiva de Charles, um homem riquíssimo. Sua vida é mudada drasticamente ao descobrir o suicídio de sua mãe. Ela se matou por não aceitar perder todo o patrimônio que o marido lhes deixara para um integrante da máfia. Indignada com tudo isso, Tracy procura-o para tirar satisfações e acaba sendo vítima de uma armadilha.

Acusada por roubo e tentativa de homicídio, Tracy é condenada a passar 15 anos na prisão por crimes que ela não cometeu. É humilhada e estuprada por criminosas e acaba perdendo o bebê que estava esperando de seu noivo. Além de ser vítima de tudo o que passou, ela ainda é desprezada. Seu próprio noivo não acredita em sua inocência e então a abandona.

Tudo parece ir de mal a pior na vida de Tracy. As pessoas que ela mais confiava abandonaram-na e ela apenas se viu sozinha, num mundo repleto de atrocidades e de injustiças. Não há uma peça que fique fora do quebra-cabeça e Sheldon desenvolve a trama de forma instigante.

A história é cheia de suspense e trapaças. Todos ficam torcendo para que Tracy consiga provar sua inocência. O livro é dividido em três partes: sua vida comum, contando a perda da mãe e sua revolta; a ida da protagonista à prisão, os momentos de tensão, apuros; e a última parte que conta a vingança de Tracy.



Após passar por tantas dificuldades, ela é vista como uma ex-prisioneira. Por mais que Tracy quisesse seguir sua vida como uma pessoa normal, ela passa a enfrentar muitas portas fechadas. Sem alternativas, ela entra para o mundo do crime. Vingativa, fria e calculista, então, ela passa a se tornar uma das melhores ladras. Dessa maneira, ela conhece Jeff, um golpista encantador por quem se apaixona.

Mais do que uma história sobre inocência e vingança. O livro tem uma espécie de quero mais. Um romance daqueles de deixar em destaque na estante. Vale a pena ler e devorar cada página com desejo que não acabe nunca. A editora Record caprichou nas capas dos livros do querido Sheldon e fez um modelo padrão – algo belíssimo para completar a coleção dos fãs apaixonados.

Quotes:
“A penitenciária tinha a sua própria música: o retinir da campainha, o arrastar de pés pelo cimento, o bater de portas de ferro, os sussurros de dia e os gritos de noite... O crepitar rouco dos wakie-talkies dos guardas, o estrépito das bandejas nas refeições. E sempre havia o arame farpado, os muros altos, a solidão e o isolamento, a aura penetrante de ódio”.

“Os pensamentos ardiam e flamejavam, até que a mente se esvaziou de toda a emoção, a não ser uma única: vingança. Não era uma vingança dirigida contra as suas companheiras de cela. As três eram tão vítimas quanto ela. Nada disso. Ela queria vingança contra os homens que haviam destruído sua vida”.


Título: Se houver amanhã
Autor: Sidney Sheldon
Editora: Record
Páginas: 512
Ano: 2012

15 Revelaram sentimentos:

  1. Conhecia os livros desse autor só pelo que os leitores falavam, e isso nunca despertou o meu interesse em ler nenhum de seus livros, porém após ler sua resenha minha vontade mudou completamente, primeiro porque a trama e diferente de tudo que estou acostumada a ler, e mesmo assim me deixou com água na boca, e muito curiosa para saber como vai se desenrolar a trama, esse livro vai estar na minha lista de desejados para esse ano, gostei bastante.

    ResponderExcluir
  2. Olá Naty!
    LI algumas obras do Sheldon mas não consigo realmente gostar. O unico que eu realmente gosto é o Conte-me Seus Sonhos.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  3. Ouvi falar muito do autor, Sidney Sheldon, mas jamais procurei uma obra para ler e nem mesmo saber o que trata seus livros.
    Se Houver Amanhã mostra uma trama intrigante com muito suspense, ação e romance capazes de conquistar qualquer leitor, e como amo livros que abordam diversos momentos da vida do personagem, procurarei para lê-lo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro tem uma história bem pesada, é uma loucura pensar em tantas reviravoltas em um livro só. Nunca li nenhum livro com um tema assim e fiquei curiosa, a história parece ser muito boa.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, me surpreendi com a história. Bem pesada a história de Tracy e fico imaginando que todos que leem torcem para que ela se dê bem no final, ela sofre demais gente :o
    Um livro repleto de drama e suspense, adorei a indicação. Nunca li nada de Sidney Sheldon, e adorei o enredo desse livro. Fique muito curiosa para saber as reviravoltas que a vida de Tracy dá.

    ResponderExcluir
  6. Oi Naty, nossa o livro parece ser bem forte lendo a resenha e que ela foi condenada injustamente e estuprada na cadeia já me desanimou eu não costumo ler livros assim, mas sua resenha está incrível como sempre bjs.

    ResponderExcluir
  7. Naty!
    Na adolescÊncia era viciada em Sidney Sheldon e Ágatha Crhistie.
    E esse livro é um dos melhores dele na minha opinião.
    Fico feliz em ver que alguns blogs estão lendo e resenhando as obras dele.
    “Só sei que nada sei.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  8. Não li nada do autor ainda, mas todo comentário e resenha que vejo é positivo. Nunca vi nenhum comentário negativo a respeito dos livros dele, sério. O que me deixa curiosa demais pra conhecer alguma obra dele, e que me deixa também me sentindo um pouco deslocada. rs A história parece intrigante! Já fiquei com certa simpatia pela protagonista, mesmo ela não sendo aquelas protagonista convencional na qual estou acostumada a ler, talvez seja exatamente por isso né? rs Eu quero muito ler, mas o precinho dele é salgado né? :(

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a obra nem o autor. Parece ser uma obra bem pesada, tratar de temas como suicídio, máfia e estupro não é nada fácil. Sua resenha me passou que apesar de Tracy passar por tanta coisa ruim ela se revela uma mulher forte. Gostei muito de conhecer a obra e da sua resenha.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Oiiee,
    Eu tenho muita curiosidade em ler os livros do Sidney Sheldon, sempre vejo vários elogios, livros cheios de suspenses são os que mais me agradam, pois eu sou muito curiosa e não largo até saber tudo kkkkkkkk espero ter a oportunidade de ler em breve algo do autor.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Oi Naty.
    Ainda não li nada do Sheldon, mas vontade é o que não falta!
    Me interessei pela estória desse livro. Me agradou a forma como a protagonista consegue far a volta por cima mesmo depois de tudo que ela passou.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  12. Jesus, que loucura a vida dessa garota virou. Mas gente, ainda há amor no final do túnel. Pelo menos isso pra ela, coitada. Gostei do quotes. Fiquei curiosa pra saber o que acontece com a Tracy depois.

    ResponderExcluir
  13. Nada mais que a realidade dos ex-presos pelo mundo, nunca li nada desse autor e francamente, mesmo com sua resenha que tá top, eu não me interessei pelo livro. Aqui na minha cidade existem muitos projetos para os ex presidiarios mas as oportunidades seriam melhores caso não o fossem

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Gosto muito dos livros do Sheldon mas ainda não conhecia essa historia e fiquei bem curiosa para ler é já na resenha estava torcendo para Tracy conseguir, se tiver oportunidade quero muito ler essa historia !!

    ResponderExcluir
  15. fiquei com palpitação em saber que tem continuação,desconhecida por mim ate o momento,ja toh procurando porque esse eu amei qdo li,amei obrigada

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.