Resenha: Extraordinário



Terminei de ler Extraordinário e senti aquela sensação, aquele sentimento que toma conta de nós quando lemos um livro, quando gostamos da obra, mas não conseguimos expressar em palavras a impressão final. Sobre o que eu poderia escrever ao término da leitura?

Poderia falar que é um livro legal. Que talvez tenha sido escrito para crianças, para adolescentes, para jovens em idade escolar que convivem direto com o bullying, independente se essa convivência se dá porque eles são o alvo das brincadeiras de mau gosto ou quem as pratica.  Mas daí eu deixaria de dizer que o livro foi escrito para pessoas de todas as idades, pois é capaz de tocar o coração de quem lê sem levar em consideração a dureza da alma ou concepções pré-estabelecidas.

Poderia dizer que é um livro de fácil apreensão, porque utiliza uma linguagem muito simples, dando a impressão que os personagens estão escrevendo diretamente para nós e sem o intermédio da autora. Escrevem como se falassem com um amigo, como se fosse aquele tipo de conversa que acontece num fim de tarde, quando nos sentamos no banco de uma praça para apreciar o pôr do sol.

Poderia contar também que é um livro simples, sem grandes reviravoltas e com uma história comum sobre um garoto que inicia a quinta série. É praticamente como se o livro começasse juntamente com o ano letivo e terminasse na formatura dos alunos.  Mas aí eu deixaria de dizer o que é possível acontecer em quase trezentos e sessenta e cinco dias. O quanto o ser humano é capaz de amadurecer nesse período de tempo. E o quanto é possível conquistar.

Além disso, eu poderia falar que o livro alterna pontos de vista, mostrando os acontecimentos (alguns deles) sob a perspectiva do Auggie, mas também sob o olhar dos amigos, da irmã, do namorado da irmã. Poderia dizer tudo isso, que não deixa de ser verdade, mas eu não teria dito absolutamente nada sobre a essência da obra.


Extraordinário é uma espécie de cartilha sobre gentileza. É aquele tipo de livro que se propõe a falar sobre valores. O tipo de leitura capaz de fazer o leitor compreender, mas acima de tudo, sentir tudo aquilo que o livro quer passar.  A gente sente o amor e a dedicação de uma família, que ergue a cabeça e enfrenta as dificuldades com maestria. A gente sente as dificuldades de um garotinho esquisito, frente à descoberta de um mundo fantástico, mas onde habitam pessoas que podem ser cruéis. A gente sente o florescer de amizades baseadas em aceitação, honra, proteção. A gente chora as lágrimas daquela criança que só quer ser como qualquer outra criança, mas que foi sorteado com uma chance entre quatro milhões, ganhou na loteria do azar e agora tem um rosto capaz de causar espanto aos desavisados.

A gente sente tudo isso, a gente sente muito mais. Desafio quem ler a terminar o livro sem ter se emocionado ao menos uma vez. Sem ter sentido vontade de carregar no colo aquele garotinho tão especial e valente. Extraordinário é o tipo de livro que deveria ser indicado nas escolas, que deveria ser leitura obrigatória para todos os que apreciam a companhia dos livros. Na verdade, deveria ser indicado até para quem não gosta de ler, pois tenho certeza que esta é o tipo de história capaz de conquistar todos os corações. Conquistou o meu, sem dúvidas.

A edição está bonita, embora simples. Os capítulos são curtos e, cada parte, (são oito no total), inicia com uma citação interessante. Elas vão de Christina Aguilera a Shakespeare e são geralmente relacionadas ao assunto que vem em seguida. O livro foi lançado em 2013, e em 2015 a Editora Intrínseca nos presenteou com a continuação. Ela é composta por três contos com o ponto de vista de três personagens importantes da história de Extraordinário. Não vejo a hora de ler.

Quotes
“Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.”

“SEUS FEITOS SÃO SEUS MONUMENTOS. Esse preceito significa que devemos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas impostam mais do que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós.

“Para mim, o Halloween é a melhor festa do mundo. Melhor até que o Natal. Posso usar máscara. Posso andar por aí como qualquer outra criança fantasiada e ninguém me acha estranho. Ninguém olha para mim duas vezes. Ninguém me nota. Ninguém me reconhece.”

“Mais gentil que o necessário. Porque não basta ser gentil. Devemos ser mais gentis do que precisamos. Adoro essa frase, essa ideia, porque ela me lembra de que carregamos conosco, como seres humanos, não apenas a capacidade de ser gentil, mas a opção pela gentileza.”

Outras fotos:





 
Título: Extraordinário
Autor: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 208
Ano: 2014

Resenhado por: Krisnamara
Fotos: Natalia Araújo

27 Revelaram sentimentos:

  1. Oii, tudo bom?
    Já li esse livro inúmeras vezes e parece que sempre que leio aprendo algo novo e não posso deixa de me maravilhar com essa obra e, mesmo assim, nunca consegui pôr em palavras tudo o que ela me transmitiu e transmite por isso nunca fiz uma resenha. Mas achei que sua resenha conseguiu falar tudo o que eu não consegui. Simplesmente perfeita *-*
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Dani!

      Esse livro me pareceu ter esse dom mesmo, nos tocar de maneira ímpar e ao mesmo tempo nos deixar sem palavras. É lindo, não?
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, foi feita com muito carinho.

      Bj

      Excluir
  2. Olá, Naty.
    Que resenha linda. Me emocionei lendo ela. Já li tantas resenhas desse livro e você conseguiu deixar a sua marca. Eu tenho esse livro aqui e assim que der eu vou ler ele. Sei que será uma ótima leitura, mas estou em preparando para ler hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil, tudo bem?

      Fico feliz que a resenha tenha te emocionado! Quando você for lê-lo, separe uns lencinhos para ajudar na hora de conter as lágrimas. Não é um livro triste, embora seja difícil lidar com os sentimentos que ele desperta. Tenho certeza que a leitura vai tocar seu coração.

      Abraço

      Excluir
  3. Olá, Natalia, xará haha
    Desejo muito ler esse livro, mas ainda não tive chance. A estória parece ser linda e cativante! Adorei sua resenha :D
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nathália! Tudo bem?

      Fico feliz por você ter gostado da resenha. E é um livro de fato muito bonito. Muito real também, mas muito lindo. Vale a pena a leitura.

      Abraço

      Excluir
  4. Olá!
    Quando peguei esse livro para ler pensei que seria uma completa chatisse melodramatica. Quanto engano. É um livro bonito e sensivel. Adorei <3
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - MEGA SORTEIO DE ANIVERSÁRIO! LANÇAMENTO STEPHEN KING + TIMOTHY ZAHN E RENATA VENTURA AUTOGRAFADOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thalita!

      Percebi que muitas pessoas pensam isso mesmo, acredita? E é tão legal quando a gente se surpreende, né? Amei o livro. Recomendo para todos rs

      Beijo

      Excluir
  5. Ai, comprei esse livro mas emprestei sem ter lido (sem comentários) e nunca mais me devolveram. Irei comprá-lo novamente, porque morro de vontade de ler, justamente pela quantidade de resenhas positivas que li a respeito dele.
    Deve ser assim como já diz, extraordinário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pamela!

      É extraordinário mesmo! Aproveita as promoções que rolam pelas livrarias online, este é um livro que volta e meia está com precinho imperdível ;)

      Bj

      Excluir
  6. Só leio coisas muito positivas a respeito desse livro e isso só aumenta minha vontade de ler. Eu vi uma reportagem falando que o livro tinha sido se tornado leitura obrigatória em algumas escolas americanas mas não sei se é verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Maíra!

      Não sei te dizer com relação às escolas americanas, mas aqui no Brasil (mais precisamente na escola em que meu filho estuda, em Campinas-SP), o livro entrou, no ano passado, na lista de leituras 'sugeridas'. Eu super concordo, por abordar um tema tão presente atualmente e de maneira tão delicada. mas não menos efetiva. Seria lindo se todos lessem.

      Bj

      Excluir
  7. Eu li esse livro o ano passado e me apaixonei. A história é perfeita e cheia de ensinamentos <3

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique, tudo bem?

      Concordo com você...Achei uma bela história, repleta de ensinamentos mesmo. E como é lindo quando o leitor está aberto a acolher esses ensinamentos, não é mesmo?

      Abraço

      Excluir
  8. Oie!
    Já faz algum tempo q tenho mta vontade de ler tbm...Não consegui ainda mais espero em breve ... Amei a resenha!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Aline!

      Que bom que você gostou, fico contente.

      Abraço

      Excluir
  9. Olá!
    Eu quero ler "Extraordinário" desde seu lançamento, mas ainda não achei uma oportunidade de comprar o livro.
    Acho ele tão lindo e com uma mensagem tão bacana. Não vejo a hora de me emocionar com essa estória.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sávio! Tudo bem?

      Este é um livro que volta e meia entra em promoção. Fica de olho, com certeza você irá encontrá-lo num precinho bem camarada ;)

      Abraço

      Excluir
  10. As citações posta no post por fotos são maravilhosas .Faz um tempo que eu quero ler o livro mas, não tive oportunidade de compra-lo.Este autor como vc disse faz com que o leitor tenha compreensão sobre o assunto além de faze-lo refletir muito. Amei os quotes principalmente “Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.”Sinceramente espero ler esta obra incrível que parece ser maravilhoso de todas as formas

    ResponderExcluir
  11. achei muito bom de ler e a ideia da professora de português dar esse livro para a prova de literatura mais ainda no 6 ano tem muito bullyng com as pessoas tanto pela aparência quanto pelo seu corpo tipo ele(a) é mais gordo(a) quero distancia dele(a), acho que sempre em qualquer lugar vão achar algo errado a vc então responda na altura que sempre será o que fez o errado(a). Nunca de o troco na agressão e sim na conversa.

    ResponderExcluir
  12. Acabei de ler ele ontem e a primeira coisa que me veio a cabeça foi em como algumas crianças podem ser maldosas. As vezes por não entender, ou até mesmo por causa de como são criados. Provavelmente eu seria uma dessas crianças que ficariam um pouco assustadas e agiria um pouco mal, a maioria das crianças não estão prontas para o desconhecido.. E fiquei pensando no que podemos fazer pra mudar isso... Penso que, infelizmente hoje em dia os país não conversam muito com os filhos pra lhes ensinar o certo e errado. E daí conversar com os filhos é um grande passo pra não deixar que sejam maldosos ou que sejam os alvos, e mesmo que sejam os alvos ajudar eles a lidar com isso. Eu adorei o livro e adorei o Auggie! É uma leitura super leve e com boas lições!

    ResponderExcluir
  13. É, se tem um livro que faz a gente sentir um monte de coisas com a leitura é esse. Estava pensando em reler quando sair o tal filme. Gente, só imagino se vão conseguir passar todos esses sentimentos para a telinha. Já pensou que demais?
    É um livro que qualquer pessoa em qualquer idade pode e deve ler. Muito bonito e cheio de lições. Faz a gente querer ser mais gentil uns com os outros. E caramba, esse livro nas escolas seria muito bom mesmo. Ele deveria ser indicado, ainda mais por dar gosto de ler.
    Queria ler essa continuação também, mas ainda não consegui.
    Ah, mas é uma história tão adorável, com um personagem tão bom que não dá vontade de largar nunca xD

    ResponderExcluir
  14. Inicialmente, eu não esperava NADA por esse livro. A escrita é realmente simples, não tem nada pra surpreender, os pontos de vistas alternados nunca foram de meu agrado, mas... Extraordinário me conquistou de uma forma arrebatadora, que é difícil até descrever. Me emocionei, refleti, e percebi que, realmente, pelo menos uma vez na vida, todos deveriam ser aplaudidos de pé, pois todos vencemos. Incrível de um ensinamento ainda mais incrível.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, nunca me interessei por esse livro, já tinha lido outras resenhas e pensava que era uma história "mais do mesmo". Porém, depois de ler essa resenha vejo a autora abordou um assunto atual e de forma tão natural que faz com que reflitamos, além de torcer pelo personagem. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Acho que sou a única no mundo que não me interessa ler esse livro!
    Tá tão na "moda" ler ele que tirou minha vontade!
    Não sei se vou lelo!
    Não tenho coragem!

    ResponderExcluir
  17. É um livro muito fofo, mesmo. Em vários momentos senti vontade de carregar o August no colo e estou doida pra ver a adaptação!
    No entanto, não consegui achar "tudo isso" no livro. Talvez se um dia eu reler sob essa perspectiva de cartilha sobre gentileza eu acabe gostando mais :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Ainda não li, sei muito pouco da historia, mas tua resenha me emocionou. Quero ver ser consigo o exemplar antes do filme.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.