Resenha: Pasta Senza Vino


Pasta Senzo Vino...

Fazia tempo que eu não lia um bom livro nacional. A verdade é que, ultimamente, tenho me decepcionado com os que li. Não porque as histórias sejam ruins, mas porque os autores não souberam desenvolver e fazer com que o cenário seja bem mais trabalhado e que a história passe a emoção que merece.

O enredo de Pasta Senza Vino foi uma grande surpresa para mim. Confesso que nunca tinha ouvido falar na história e nem conhecia o autor Eduardo Krause, mas ele não me decepcionou de forma alguma.

Massa sem vinho...


Pasta Senza Vino é um livro que demorei a embarcar por conta das atividades da Faculdade e, quando embarquei, demorei um pouco para entrar na história. No entanto, quis conhecer mais de Antonello Bianchi para ver o que aconteceria com esse personagem. No início ele me parecia que seria um cara divertido, mas acabou se mostrando um homem descompromissado e infiel.

O personagem Antonello, como o nome já sugere, é um italiano de Firenze e, de forma assumida, é um “marpione” – um grande especialista em cortejar mulheres em qualquer lugar e momento. Incrível é que ele faz isso até mesmo em seu ambiente de trabalho. Dizem as más (e talvez boas) línguas que uma mulher tem o poder de mudar um homem. É isso o que acontece quando o italiano conhece uma brasileira e, então, nasce um novo Antonello. Será?

É como um beijo sem amor!


A narrativa mistura algumas palavras italianas, o que me deixa um pouco perdida porque não sei todas, mas isso dá mais personalidade ao nosso protagonista e faz com que o leitor se envolva mais na história. Como a sinopse relata, temos uma novela autenticamente binacional.

Achei a capa bem trabalhada e, em cada capítulo, temos o ano da narrativa daquela parte e ainda a imagem da capa em preto e branco. Itália é um dos lugares lindos que desejo conhecer, por ser descendente, sempre tive vontade de passear por lá e, quando vejo uma história assim, fica impossível não desejar arrumar as malas e ir logo.

Embora não seja fã de romance, como a maioria aqui do Blog já sabe, esse livro me incentivou a ler por diversos fatores e, quando finalizei, fiquei satisfeita por tantos outros. Não é apenas um romancezinho água com açúcar que você encontra, você aprende sobre o país e sobre a gastronomia. Confesso que queria sortear o livro para os leitores, mas fica difícil tirá-lo da estante. Verei essa possibilidade para não deixá-los tristes.

Quote:
“Com a letra A
Começa o amor que a gente tem...
Com a letra A
Começa o nome do meu bem!” (p. 181).

Título: Pasta Senza Vino (exemplar cedido pela editora)
Autor: Eduardo Krause
Editora: Terceiro Selo
Páginas: 288
Ano: 2014

16 Revelaram sentimentos:

  1. Infelizmente também não leio muitos nacionais e na maioria das vezes a história não flui, não conhecia o livro, nem o autor, mas fiquei super interessada, gostei bastante do casal criado, onde um ajuda o outro... rsrs também irei me enrolar com essas palavras italianas, a capa é bem simples mas fiquei ansiosa para ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu lia com muita frequência, Maria. Mas hoje em dia ando lendo menos, até mesmo internacionais. Mas tenho bastante nacionais lidos.
      Leia, você vai gostar.

      Excluir
  2. Já tinha lido outra resenha positiva sobre o livro mas não gostei da história, além de não ser fã de romances o protagonista não me cativou nem um pouco. Mas fiquei feliz de ver um autor nacional ser tão elogiado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou fã também, Maíra. Mas fui cativada por algumas partes da história.
      Uma não fã recomendando para outra, acredito que isso seja válido como confiança rsrsrs.

      Excluir
  3. Já tinha visto alguma coisa sobre o livro, mas não me lembrava mto bem, fiquei bastante curiosa pra ler e conhecer mais sobre o autor e sua obra, me agradou por ser romance, e tbm por mostrar mais sobre a cidade e suas histórias...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então leia, Aline. Vai te surpreender.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Naty!!

    Ao contrário de vc eu gosto de romance e assim que comecei a ler sua resenha já fui gostando da história!!! Itália me lembra boa comida e lugares bonitos! Fiquei com vontade de ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta, então é garantia de que vai gostar, Mi.
      Vá em frente e boa leitura.

      Beijos.

      Excluir
  5. Olá, Naty.
    Eu amo um bom romance hehe. Mas não sei se leria esse livro. Achei a capa dele linda, mas o enredo não chamou muito a minha atenção. E também não sei se gosto de ter palavras em italiano misturadas. Nos livros da Agatha tem isso, só que em francês e até hoje tem coisas que não sei o que estava, dizendo hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o enredo parece não chamar mesmo, Sil. Só que surpreende. Leia e depois me diga.
      Sim, Agatha tinha umas coisas que nem eu sabia hahahaha.

      Excluir
  6. Também não tenho lido muitos livros nacionais. Talvez quem sabe eu leia esse.
    Apesar de acreditar que mulher nenhuma muda um mulherengo,rs.
    O que achei interessante mesmo foi o fato de nos fazer conhecer um pouco de outro país.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que livro intrigante. A capa é bem diferente também, nunca li nada desse autor. Mas suas fotos deixam a gente com água na boca - ficaram muito legais! dá uma mega vontade de ler o livro!

    Abraço!
    Mi
    http://meulivrodocelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    É a primeira vez que leio sobre esse livro. Sua resenha está ótima, muito bem explicada. Mas mesmo assim, não me chama a atenção a sinopse desse livro. Realmente deve ser uma leitura interessante, mas no momento, vou deixar passar. Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto de romances e este parece ser ótimo. Gostei do personagem principal mudar a sua atitude com relação as mulheres depois de se apaixonar, gostei ainda mais pelo livro trazer um pouco da cultura italiana. Enfim, amei! Com certeza é um livro que vou conferir.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  10. Que quote bonitinho esse que voc~e separou! Que ótimo que você gostou dessa leitura depois de um tempo se decepcionando com os livros nacionais. Amei conhecer um pouco da história, principalmente porque nunca nem tinha ouvido falar. Vu pesquisar um pouco mais.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia essa história mais a capa é linda demais e a também já faz um tempo que não leio nada nacional!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.