Resenha: Série Millennium


Há uns três anos li Os homens que não amavam as mulheres, primeiro livro da trilogia (até então) Millennium de Stieg Larsson. É uma obra que vale a pena reler quantas vocês o leitor tiver disponibilidade, uma vez ao ano, talvez. Quando se começa o livro introdutório a vontade é ter os outros em mãos para acompanhar essa deliciosa série. Desta vez a resenha será diferente, farei três em uma e, posteriormente, talvez, resenharei separadamente (quando eu ler o 4º livro que foi escrito por outro autor, mas isso é conversa para outra postagem).

No primeiro livro, Os homens que não amavam as mulheres, a obra se passa na circunvizinhança de uma ilha. No ano de 1966, uma jovem herdeira de um império, Harriet Vanger, some sem deixar vestígios. O estranho é que ninguém faz ideia de onde está a garota. A partir do sumiço de Harriet, o velho patriarca do clã recebe uma flor emoldurada (a jovem havia dado a ele esse mesmo presente antes de desaparecer). Mistério? Coincidência? Difícil descobrir.


Após quarenta anos de puro suspense, o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para uma investigação particular com intuito de saber detalhes sobre o assassinato da jovem. Mikael aceita a oferta, já que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström e estava preocupado com a crise da sua revista Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a revista e provas contra Wennerström.


O jornalista passará por grandes apuros e descobrirá que suas investigações não são bem vindas pela família Vanger, além de querê-lo morto. Mikael, com ajuda de Lisbeth Salander, percebe a trilha de segredos e perversidades do clã industrial antes mesmo do aparecimento da garota.

Lisbeth Salander é uma personagem excelente, possui uma personalidade própria que é incrível, inteligente e que ajudará muito Mikael na resolução desse e de muitos outros casos. Com seu jeito quieto, vestida toda diferente, cheia de tatuagens, ela fará a diferença na revista Millennium.

No segundo livro da série, A menina que brincava com fogo, o que ficava mais escondido sobre a vida de Lisbeth, agora é revelada: sua vida conturbada. Essa personagem é tão única que a cada leitura somos cativados pelo seu jeito nas artimanhas da ciberpirataria. Nesse segundo volume, Lisbeth some ao ser acusada de três homicídios e agora o país inteiro está procurando a jovem. Mikael sabe de sua inocência, mas ela desaparece, assim como em diversos momentos do livro anterior (que antes era para fazer as tarefas que eram pedidas – o que Lis faz perfeitamente).


No terceiro livro, A rainha do castelo de ar, Lisbeth está internada se recuperando de uma tentativa de assassinato e, após sua recuperação, será julgada pelo triplo homicídio relatado no livro anterior. Durante o decorrer da obra, é possível notar a evolução do personagem Mikael. Mesmo ele sendo inteligente, cauteloso e talentoso, é possível notar esse avanço e, com isso, mostrando-o mais estrategista – talvez tenha aprendido com Lisbeth.

Para quem não sabe, a ideia do autor era escrever 10 livros e não apenas 3. Porém, Stieg Larsson, um jornalista sueco especializado em desmascarar organizações de extrema direita em seu país, morreu sem presenciar o sucesso de sua premiada saga policial, que, somente na Europa, já vendeu mais de 6,5 milhões de exemplares. O autor foi vítima de um ataque cardíaco, pouco depois de entregar os originais dos romances que compõem a trilogia Millennium. O quarto volume foi lançado por outro autor, David Lagercrantz. Se eu indico a leitura? Sempre e sempre. Larsson é um dos melhores escritores.

Outras fotos:



Série: Millennium
Autor: Stieg Larsson
Editora: Companhia das Letras

21 Revelaram sentimentos:

  1. Olá, Naty.
    A minha edição é antiga hehe. Eu devorei os livros, mesmo eles sendo enormes. Como você disse, vale a pena reler de tão bons que são. A Lisbeth é uma das minhas personagens literárias favoritas. Ela é muito boa. Não sei se quero ler o outro que lançou, não gosto de séries de autores famosos escritos por outros autores. Vide os livros do Sidney Sheldon.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Acho que tem algo de errado comigo pq essa serie foi uma das poucas que abandonei, a história não me prendeu nem um pouco e cada página lida era uma vitória pq achei muito entediante. Inclusive estou tentando vender meus livros pq sei que não tem jeito de eu dar outra chance. Vi a versão sueca dos filmes e até que gostei mas também não achei sensacional.

    ResponderExcluir
  3. Oii Naty!
    Não conhecia a trilogia, já fiquei super curiosa agora pra conhecer e saber mais desses livros que realmente parecem mto bons...
    Adorei o conteúdo, parece ser fácil de interpretar e rápido de ler...
    Gostei mto!
    As fotos ficaram mto bacanas tbm!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Tenho o primeiro livro dessa trilogia em ebook, mas ainda não li! Depois dessa resenha acredito que terei que passa-lo na frente de alguns HEHEHEH
    Amei a resenha

    http://entre-linhaseparagrafos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Naty! Tudo bem? Eu já li "Os Homens Que Não Amavam As Mulheres" e adorei. Em alguns momentos achei o ritmo da história bem arrastada, confesso. Mas ainda assim, gostei muito da obra e dos personagens. Espero ler os outros livros logo! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Essas fotos ficaram maravilhosas..
    E estou besta porque eu não sabia que se tratava de uma série, e só vi sobre "Os Homens Que Não Amavam As Mulheres"..
    Gostei da resenha, e fiquei com vontade de conhecer os outros<3

    ResponderExcluir
  7. Essa trilogia é muito bem comentada, eu ainda não li, mas pretendo ler algum dia. A premissa me encanta toda vez que ouço alguém falar dela em alguma resenha ou vídeo. Além disso, as capas são encantadoramente lindas! uheuehehu

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  8. Eu pensei em ler quando vi aquele tal filme que fizeram. Mas acabei não conseguindo pegar e desisti. Foi bom rever, porque não vi muita coisa desses livros, só soube mesmo que tinham livros. A história parece ser muito boa, tem bastante mistério e investigação, aquelas coisas que o gênero sempre tem e tudo muito bem apresentado. Mas confesso que o que me ganhou foi a Lisbeth, já adorei o jeito dessa personagem e é o que mais deu vontade de ler, descobrir como ela é. Não sabia dessa história do autor querer fazer 10 livros. Também fiquei confusa quando vi o 4º e foi bom entender melhor porque da mudança. Uma pena ele ter morrido sem poder concluir esses projetos =/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu já conhecia essa série, apesar de ainda não ter lido. Está adicionada a minha lista já algum tempo. Amei sua resenha e as premissas desses livros são fantásticas. Adoro esse gênero literário! Quero ver o filme baseado no primeiro livro. Suas fotos ficaram lindas e sua resenha me deixou mais ansiosa para ler essa trilogia. Obrigada pelas ótimas dicas. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li essa trilogia, mas os títulos chamam minha atenção, não sabia que os livros contavam a história de uma mesma personagem, pensava que iria trocando de protagonista, mas é algo que chega a ser bom pois acompanhamos a personagem em grandes reviravoltas, fiquei bastante curiosa para conhecer a escrita do autor, é uma pena que não tenha conseguido concluir a série

    ResponderExcluir
  11. Eu já vi muitas pessoas falarem do livro Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, mas antes de ler a resenha, nunca que eu ia imaginar que não era romance HAHA. Caraca, fiquei muito interessada, gosto muito de livros de suspense e mistério, já vi que vou ADORAR. Gostei da presença de uma personagem feminina forte ajudando Mikael, raramente vejo isso nos livros que leio. Adorei a resenha e certeza que vou ler, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Eu já tinha visto falar deste trilogia Millennium, sempre fiquei curiosa em relação as histórias do livro, simplesmente adorei essa resenha dos três no mesmo post, pois da a oportunidade de conhecer um pouquinho da história de cada livro, adicionei eles em minha lista de leituras e pretendo lê-los em breve.

    ResponderExcluir
  13. Ai meu coração ... Para TUDO !!!
    Você não pode imaginar o quanto os meus olhos brilharam ao encontrar uma resenha tripla da melhor saga já lançada nesse mundo lindo em que vivemos !!!
    Eu sou extremamente apaixonada pela Trilogia (os três originais) Millennium. Mas apaixonada mesmo, daquelas que indica para todo mundo, que recomenda, que se empolga (como está acontecendo agora) toda vez que outra pessoa comenta sobre a história !!! Então imagine o quanto não fiquei feliz ao ver que você também já leu esses livros ?! *-*
    Só quem teve a chance de conhecer a escrita brilhante do titio Stieg sabe o quanto essa saga vale a pena né ?!
    E olha, apesar de possuir algumas ressalvas, garanto que você vai curtir a continuação !!! Está muito TOP !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  14. Confesso que conhecia apenas o primeiro livro da trilogia/série, porém não sabia nada sobre o enredo do mesmo. Agora que conheci um pouco mais sobre os livros, através da resenha, estou bem curiosa para lê-los. Acredito que a escrita do autor seja envolvente e os personagens, pelo que percebi, são bem desenvolvidos na narrativa. Espero adorar a leitura.

    ResponderExcluir
  15. Oi Naty, confesso que apesar de achar a premissa dos livros bem interessante, eu não tenho muita vontade de ler essa trilogia, mas talvez eu dê outra depois de ter lido os seus comentários.
    E eu adoro acompanhar a evolução dos personagens ao decorrer dos livros, e é bom saber que esse é o caso do Mikael.
    E eu nem sabia que no original iam ser 10 livros, e é uma pena que o autor faleceu antes :/
    As fotos ficaram lindas, beijo!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Sempre achei que o terceiro livro dava margem para um quarto mas nunca pensei que a ideia original eram 10 livros. #CHOCADA
    Não li o quarto do novo autor e nem pretendo, mas gosto muito da trilogia. Sua edição é muito bonita.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  17. Sempre leio maravilhas sobre a trilogia, Não leio muito livros policiais, mas sempre tive interesse nesta serie. Lisbeth sempre me pareceu um personagem incrível. Não sabia que autor pretendia escrever 10 livros. Gosto mais desta edição do que da antiga. Espero poder conferir sua resenha dos livros individuais.

    ResponderExcluir
  18. Nossa, cara, não sabia que ele tinha morrido :o E eu nunca tive saco pra ler esses livros, apesar de eu saber que são sensacionais...Acho que o meu timing pra pegar pra ler é sempre ruim, sabe?

    ResponderExcluir
  19. Olá Natalia,
    Estou adiando a leitura da Trilogia Millennium já faz uns anos, ainda não tenho os livros físicos, mas tenho a esperança de compra-los nesse ano. Adoro saga policial, fico tão envolvida com as histórias que simplesmente esqueço de tudo, e essa série pelo jeito tem uma narrativa eletrizante o suficiente para permitir que os livros sejam lidos sem interrupções. Pretendo ler os três em sequência. Que pena que o autor faleceu, já pensou 10 livros?
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Nossa, que pena que o autor morreu antes de concretizar o seu desejo de fazer a série completa. Acredito que não deva faltar suspense pra completar a história, e olha que esses três já são bem grandes, hein? Gostei muito da proposta, parece ser um livro bem tenso de ler, vou esperar mais algum tempo e decidir se quero realmente lê-lo.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi, Nath!!
    Não sabia que esses livros era uma trilogia. Gostei muito da indicação e sem dúvida vou procurar para ler os livros dessa trilogia Millennium!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.