Resenha: Jardins da Lua


Este é o livro para aqueles que estão preparados. Não é um tipo de preparo comum, habitual, algo ligado ao nosso dia a dia e ao gênero literário que nos deixa sentados na cadeira divagando sem necessidade de concentração. Este livro é para os fortes, os fortes de emoção, de sentimentos, os fortes de paciência e preparo físico também, oras, por que não? Explicar-me-ei!

Antes de adentrar no enredo, aviso que o autor deixa claro que esta série não é fácil – e isso fica evidente em seu prólogo, quando Erikson afirma que não tinha intenção em escrever um livro fácil de ser lido. Ele ainda declara que quem lê a série terá uma experiência 8 ou 80, ou seja, não existe meio termo. Ou você vai amar a obra ou vai odiá-la.


Em Jardins da Lua vamos conhecer um mundo habitado por magos, bruxas, feiticeiros, dragões e, claro, assassinos – daqueles bem cruéis. Malazano é o principal reino neste universo, comandado pela Imperatriz Laseen, que conquistou o poder traindo e assassinando o antigo imperador, Kellanved. Com essa ânsia por conquistar o poder, Malazano acaba entrando em guerra.

Ganoes Paran sempre preferiu trocar os privilégios da nobreza mazalana por uma vida a serviço do exército imperial. Longe do que imaginava, o seu destino acaba se entrelaçando aos desígnios dos deuses e, por consequência, ele adentrará num dos maiores conflitos que o Império Malazano passou a ter. Disposto ou não, Paran é enviado a Darujhistan, a última entre as Cidades Livres de Genabackis, onde deve assumir o comando dos Queimadores de Pontes, um lendário esquadrão de elite.


Eu gosto de fantasias, mas confesso que esse estilo do autor foi uma experiência para mim e que me tirou, de forma abrupta, daquela zona de conforto. Erikson não está muito preocupado em saber se você está entendendo a história nas primeiras páginas – e não estamos mesmo. Conhecemos tantos personagens e em tão poucas páginas, fica difícil assimilar tantas informações de forma rápida e precisa. Um ponto positivo para o autor (e assustador para nós) é o Glossário criado por ele para conhecermos cada personagem; confesso que as 04 páginas de informações assustam-nos (e muito), mas serve como uma “cola” para quem não está familiarizado com cada um.

O trabalho é rico em informações, os detalhes são bem criados, a geografia existente é uma verdadeira aula, sem contar as pesquisas realizadas pelo autor para criar um cenário tão fora do comum foram incríveis. Além disso, mostra-se uma história inteligente e que nos coloca para pensar a todo instante. Entramos na história perdidos, ficamos perdidos e saímos dela com algumas perguntas, afinal, por se tratar de uma série, nem todas as respostas são encontradas.


Ao concluir a leitura, a gente percebe que todo o cansaço valeu à pena. Ah! E o preparo físico que falei logo no início é por conta do sono e do cansaço no corpo. A leitura quando é muito densa proporciona um maior desgaste físico e mental. Para aqueles que gostam do gênero, certamente vão adorar. Sugiro que quem não goste de fantasia procure um livro mais leve para embarcar nesse estilo literário, já que começar com este não será fácil e pode não ser uma experiência agradável aos iniciantes. Mas, mesmo sendo iniciante, se estiver disposto a um desafio dos bons, sugiro que seja este.

Quote:
“Histórias não fazem ninguém sangrar. Histórias não deixam ninguém com fome nem machucam os pés. Quando se é jovem, cheirando a merda de porco, e se está convencido de que não há uma arma em toda a porcaria do mundo que seja capaz de matá-lo, tudo o que as histórias conseguem é fazer você querer se tornar parte delas.”

Outras fotos:





Título: Jardins da Lua (exemplar cedido pela editora)
Autor: Steven Erikson
Editora: Arqueiro
Páginas: 608
Ano: 2017

27 Revelaram sentimentos:

  1. Oi Nati, tudo bem?
    Primeiramente tenho que dizer que gosto muito de fantasia. Já tinha ouvido falar do autor, mas nunca li nada que ele escreveu e confesso que fiquei super curiosa e com um pouco de medinho de conhecer esta história. Adorei a ideia do glossário para ajudar a identificar os personagens, e eu adoro quando a gente consegue perceber que o autor estudou muito para criar um mundo super rico de detalhes, mostra como ele se importa com seus leitores.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara. Tudo bem e você?
      O glossário realmente ajuda muito e é um mecanismo que a gente sempre pode recorrer para colar hahaha.
      Confesso que eu não utilizei, mas ficava meio perdida por conta disso.
      Beijos

      Excluir
  2. Realmente são poucos os livros de fantasia que me chama a atenção, por isso sou bem leiga no assunto, por isso talvez essa estória não seja uma leitura no momento que ira me agradar. Até porque a trama e densa e gera um cansaço no leitor, pelo fato de a todo momento ter de refletir, e repensar tudo que está acontecendo no desenvolvimento dessa trama. No entanto para quem gosta do gênero, e já esta mais acostumado deveria dar uma chance a essa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A trama é bem densa, Lana, mas vale a pena sim.
      Acredito que a gente demora um pouquinho a mais pra ler, mas no final fica a sensação de dever cumprido.
      Leia como meta, um pouquinho todos os dias. Acho que assim ajuda.

      Excluir
  3. Gostei da premissa desse livro, me chamou atenção quando vi. Mas e esse negócio de amar ou odiar a história heim? Confesso que me dá um certo receio...
    Achei meio doido o jeito de escrever a história, isso de ficar perdido e tudo mais. Mas acho até legal quando fazem algo do tipo porque deixa uma curiosidade e faz a gente começar a criar teorias ou coisas assim. Tentar entender. Talvez goste.
    Tá aí um livro que é bem arriscado de pegar, mas talvez seja uma trama e tanto exatamente por isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá sim, Cris.
      Mas até agora não vi ninguém dizendo que não gostou. Já vi dizendo que fica perdido, assim como eu fiquei. Mas de não gostar... Não vi.
      Recomendo você ler.

      Excluir
  4. Gostei da história oferecida já tinha lido a uma resenha é gostei muito, mesmo não sendo muito fã de fantasia mas acho que leria se tivesse oportunidade.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Má. Acredito que você vá gostar, ainda que haja essa confusão.

      Excluir
  5. Oi, Naty
    Não conhecia esse livro. Gosto de fantasias, mas algumas assustam mesmo. Acho que a maioria tem aquele monte de personagens que são apresentados já no início. Que bom que tem essa colinha aí rs, gosto quando os autores colocam algo assim.
    Como já li alguns livros de fantasia, não sou uma nova leitora do gênero, então encararia, ainda mais depois de ler A guerra dos tronos. Boa dica!

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assustam e coooooomo assustam haha. Tipo GoT rs.
      Eu ainda não comecei a ler, mas quero tanto.
      Espero que goste de Jardins da Lua.
      Beijos

      Excluir
  6. Olá, Natalia.
    As fotos estão maravilhosas como sempre. Quando vi esse livro eu fiquei bastante interessada nele. mas imaginei que seria uma leitura bem difícil mesmo e acabei não solicitando ele. Quem sabe eu ainda leia, mas no momento não tenho vontade.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, Sil. Obrigada *O*
      Eu fiquei exatamente como você ficou. Mas acabei pegando, arriscando e gostando bastante.
      Surpreendeu, ainda que eu tenha ficado bem confusa em algumas partes.

      Excluir
  7. Oi Nat.
    Eu amei a premissa desse livro, o autor realmente apostou alto e o fato de que o autor não se preocupa exatamente se o leitor esta entendendo é demais, eu não sei se leria mas confesso que a história me intrigou.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Má.
      Ele deixa a gente meio doidinha, mas vale super a pena.
      Beijos

      Excluir
  8. Natália!
    O melhor é ver que é uma fantasia diferente das que estamos acostumadas a ler e como tem saído muito livro de fantasia, tem de ser bem diferente mesmo para poder atrair os leitores, concorda?
    Confesso que fiquei foi curiosa, porque gosto dos detalhes e se são bem escritos, facilitam o entendimento. Quanto a muitos personagens, por vezes fico perdida, mas se tem um glossário, facila, né?
    FELIZ DIA DAS MÃES!
    “Sê humilde para evitar o orgulho, mas voa alto para alcançar a sabedoria.” (Santo Agostinho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Rudy.
      Isso faz toda a diferença e gosto bastante

      Excluir
  9. Adoro fantasia e fiquei bem curiosa com esse por ser difícil, parece que requer muito do leitor e deve mexer muito com o nosso raciocínio. Também fico confusa com tantos personagens tenho que ficar voltando páginas para lembrar quem é quem rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor foi bem corajoso, Má.
      Eu gostei muito disso, mas achei bem arriscado, confesso.
      No entanto, algumas partes me deixaram bem doidas de tão confusa que fiquei. Porém, gostei.
      Leia e espero que goste.

      Excluir
  10. Eu amo fantasia e faz tempo que não me apaixono por uma leitura do gênero, fiquei bem curiosa para conhecer essa história.
    Parece ser um livro muito escrito e bem complexo só me incomoda o fato de não ser um volume único, acho que esse é o maior problema dos livros de fantasia.

    ResponderExcluir
  11. Oi! Sou apaixonada por fantasia e to super curiosa para ler a obre. Claro que tem aquele receio já que a leitura vai ser difícil e é muita informação para assimilar de uma vez só, mas eu aceito o desafio hahaha quero saber se vou odiar ou amar a obra hahaha Beijoss

    ResponderExcluir
  12. Oi Natalia,
    Esse livro é um baita de um desafio heinm? Mas como amo fantasia vou topar essa leitura ousada e difícil. Pelo jeito é um livro bem complexo e que exige completamente a atenção mesmo, afinal são tantos personagens e informações para serem assimiladas logo no inicio. Mas garanto que todo o esforço e cansaço valem à pena. Está na lista, quando surgir a oportunidade vou ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Amo gênero fantasia! Acho o mais criativo estilo pra falar da realidade e criar um mundo de ilusão ao mesmo tempo. Tamb em gosto quando o autor não se preocupa se o leitor vai amar ou não. Ele escreve a história e se preocupa com o enredo. Adorei!

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    É a primeira resenha que leio desse livro e já fiquei encantada! Gosto do gênero fantasia e a emoção e ousadia que nos proporciona. Em saber que é uma leitura mais complexa, só torna o conteúdo mais rico e desafiador. Com certeza vou querer conhecer esses personagens e tudo que irão viver e nos proporcionar, nessa leitura encantadora. Resenha perfeita!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Ameia sua resenha e ele já estava na minha lista, vou ter que conseguir logo esse livro, ele tem tudo o que eu gosto e adorei as fotos que adicionou, quero poder ler logo

    ResponderExcluir
  16. Embora goste muito de fantasias, não sou lá muito fã de historias épicas. E caramba li em outro lugar que se trata de uma série de 10 livros com uma historia complexa, definitivamente não poderia ler, nem se eu quisesse - to naquela correria de documentos e processos para adotar uma criança. Mas quem sabe um dia haha

    ResponderExcluir
  17. Eu não conhecia este livro, e confesso que fiquei intrigada com o autor não se importar muito se o leitor está entendendo ou não o livro, mas também sobre não gostar ou adorar a história, sem meios termos, e isso só contribuiu para que eu ficasse mais curiosa ainda para ler este livro, adicionei Jardins da Lua em minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  18. Oi, Naty!
    Prefiro livros leves, sem muitos personagens, e pelo que você comentou na resenha Jardins da Lua não é assim, por isso dificilmente eu o leria, mas eu amei as fotos, a capa de Jardins da Lua é linda.
    Bjos!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.