Resenha: Vai lá e faz

“A verdadeira essência do empreendedorismo é a bondade.”
Eu poderia fazer essa resenha apenas com citações do livro e acho que não poderia fazer melhor do que isso. Poderia tirar fotos de páginas e mais páginas, o que seria considerado bem melhor também, afinal, vocês entenderiam bem o que o autor quer nos passar e eu não precisaria digitar nada do que eu penso a respeito, pois não seria necessário. O livro fala por si.

No entanto, nada disso seria suficiente para mostrar o quanto a obra nos faz acordar para muitas coisas. Além da resenha escrita, desses quotes em todo o trabalho e das imagens que tirei, nada comprova o quanto esse livro nos faz enxergar coisas que nem sempre estamos preparados e preocupados.

“Se você quer ser a mudança, você também tem que estar preparado para mudar.”
Quanto de nós estamos acostumados a fazer tantos planos, a pensar em tantas coisas, querer tantas outras e, na hora da prática, adiarmos tudo? Quantos deles se preocupam em começar a dieta na segunda-feira, mas se esquecem que todos os dias é possível iniciá-la. E a ida para a academia? Ah! Essa fica para a próxima segunda. Estudar? Bom, essa fica para outra segunda. E assim vivemos o ciclo, sempre iniciando às segundas. Porém, e por que não começar no domingo? Afinal, tecnicamente ele é o primeiro dia da semana.

E assim ficamos nós... Protelando o trabalho, protelando os cuidados com a saúde, com os estudos e tudo mais. É essa uma das lições que aprendemos neste livro.

“Muita gente tem só o caderninho de receitas, mas ainda não tirou a batedeira do armário, não foi comprar fermento, não quebrou os ovos.”
A obra não trata apenas do empreendedorismo em si. O ato de empreender, conforme alega o autor, não está no fato de, necessariamente, abrir uma empresa. Empreendedor é aquele que não aceita a realidade de maneira resignada. Motivado pelo desejo de mudança, de causar o bem a si, ao próximo, a fim de gerar impacto positivo no mundo, ele ajuda a construir uma iniciativa; nos ajuda a repensar nossas relações.

Trocar de ideia é um recurso necessário para a evolução, não é uma fraqueza, mas uma grandeza. Segundo o autor, a naturalidade de hoje é o absurdo do amanhã. No futuro seremos freelancers, autônomo, profissionais liberais. Você poderá exercer a atividade que bem entender. Num dia será decorador, no outro músico, e, na semana seguinte, professor de qualquer coisa por aí.

“Ideia todo mundo tem. Difícil é ir lá e fazer.”
A diagramação do livro é impecável, bem feita e dinâmica. Proporciona uma leitura agradável, possui cores diferenciadas, destaques para partes importantes, além de imagens gráficas. É sem dúvidas um ótimo livro para quem está precisando olhar mais para a vida de forma empreendedora e, não esqueçam, isso é no sentido amplo e não apenas para abrir um negócio ali na esquina.



Título: Vai lá e faz (exemplar cedido pela editora)
Autor: Tiago Mattos
Editora: Belas Letras
Páginas: 320
Ano: 2017

12 Revelaram sentimentos:

  1. Oi Naty,
    O livro parece ótimo, adorei as ilustrações e citações. A temática não é lá o que eu tô lendo atualmente, mas gostei bastante depois de ler a resenha :) parabéns!

    Abraços ;*
    https://tonylucasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não é muito o estilo de livro que costumo ler, mas dá pra ver que a obra faz o leitor refletir bastante e, acima disso, é tipo um tapa na cara, apontando como está na hora de enxergar as coisas com outros olhos, mudar os hábitos, e por aí vai

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gente,esse livro parece ser do babado.Quero ler :D
    Muitos beijos♡
    http://www.ummimoso.com/

    ResponderExcluir
  4. Natália!
    Que livro enriquecedor!
    Acredito que todos nós devemos mesmo lê-lo, pois ensina como nos motivarmos a mudar nossa vidas para melhor.
    Fiquei totalmente encantada.
    Bom domingo!
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não conhecia esse livro, mas amei a história! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  6. Carambaaaa, amei o livro!! Acho que é o tipo que eu gosto de ler pra me inspirarrr

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  7. Não é um gênero que costumo ler, mas achei interessante fala uma coisa que sempre fazemos deixamos as coisas para depois, ficamos enrolado dizendo depois, depois, quando podemos fazer logo, deve ter muitas dicas sobre empreender.

    ResponderExcluir
  8. Eu sou do tipo que se bota uma ideia na cabeça tento fazer o diacho da ideia sair da cabeça, mas muitas vezes só fica na ideia mesmo e nem tentando dá certo xD
    Gostei do estilo do livro por abordar essas coisas de você ter a coragem de fazer o que se propôs, parar de adiar e tal. Não precisa ser só abrir um negócio, pode ser aquela dieta que disse que iria fazer mesmo, aquele estudo que adia ou qualquer coisa do tipo. Preguiça bate e aí já era, quando a gente vê não fez nada que tinha ideia.
    Não sou lá muito de ler coisa do tipo mas achei interessante.

    ResponderExcluir
  9. Estou atrasada com as postagens do blog pq recentemente abri um negócio e uma resenha nunca caiu tão bem, acho que agora ele meio que é leitura obrigatória pra mim.

    ResponderExcluir
  10. Com certeza esse é um livro estimulante, que pode nos ajudar bastante!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.