13 fevereiro 2018

Resenha: A roda do tempo - O olho do mundo



Uma obra prima da fantasia

Não existe começo nem fim. Desde o começo do tempo que as sombras e a luz se enfrentam, a roda do tempo gira e, a cada era, um novo confronto se inicia. Mas, dessa vez, a roda tece um destino diferente que pode mudar o destino de todo o mundo. E no meio disso estão três garotos fazendeiros do pequeno povoado de Dois Rios, situado no canto mais remoto ao sul do mundo.

Rand, Mat e Perrin veem seus destinos completamente mudados de um dia para o outro, sem nem desconfiarem o motivo. A única que pode ajudá-los é uma desconhecida que se encontra na estalagem do povoado. Moiraine Sedai, uma Aes Sedai, aquela que toca o poder único, e que junto com seu guardião, Lan, são os únicos que sabem o que está acontecendo, mesmo que não totalmente.

Para completar, nessa caminhada se juntam a eles Egwine, uma garota de Dois Rios que busca sair em uma aventura, Nynaeve, conhecida também como a Sabedoria, um tipo de curandeira da vila, e também temos Tom, um Menestrel que conhece muitas coisas de suas viagens pelo mundo. Juntos todos eles passarão por dificuldades inimagináveis, enfrentando Trollocs, Desvanecidos, Guardiões da Luz, Amigos das Trevas, etc, quase todos criaturas a serviço do Tenebroso, a criatura da sombra que está em busca dos rapazes para acabar com a Roda do Tempo e o tempo em si e assim dominar o mundo em trevas.


Esse livro na minha opinião é uma leitura mais que obrigatória para qualquer um que goste de fantasia, e não só para eles, mas para qualquer um. Uma fantasia completa com um mundo extremamente vasto e uma mitologia incrivelmente grande e bem desenvolvida. Vejo muita inspiração em O Senhor dos Anéis, vários personagens, locais ou criaturas me lembraram passagens da obra de Tolkien, mas não se preocupem, pois tudo aqui é feito de uma forma muito original, o mundo que Robert Jordan criou é único.

Por isso essa é uma leitura que deve ser feita sem pressa, desfrutando cada página, pois a quantidade de informações e termos são enormes, e olhe que esse é apenas o primeiro livro de uma serie de 14. O Olho do Mundo é um livro bastante introdutório, feito para se entender toda essa mitologia que ronda a obra, mas para ajudar todo leitor, no fim do livro existe um glossário que explica muitos dos termos caso você esqueça do que se trata.

Mas, apesar de introdutório, a obra é completa, você encontra momentos de ação, tensão, humor, reflexão e tudo mais. A escrita de Jordan, apesar de ser bem descritiva, não chega a ser tão maçante como a de Tolkien, por exemplo. Mas as letras pequenas do livro podem cansar um pouco o leitor, por isso eu repito, é uma obra para se ler sem pressa, com calma, absorvendo as informações com cuidado.


Os personagens do livro são muito bem trabalhados, sejam eles principais ou figurantes, você consegue se identificar com uns, se irritar com outros, é muito fácil se conectar com cada um deles. A única personagem que, pelo menos até o momento, achei mais fraca foi Egwene. A garota não faz muito por merecer sua atenção. E isso infelizmente vai até contra um fato muito interessante desse livro e que gostei bastante, que é o fato de que todas as mulheres, sejam elas principais ou figurantes são muito fod** (me perdoem a palavra). 

De acordo com a mitologia, apenas as mulheres podem tocar o poder único, quando os homens fazem isso, eles acabam ficando loucos. Essas mulheres são as Aes Sedai. Imagine o mago mais forte que você conhece... Agora dobre ou triplique seu poder e você terá conhecido uma. Moiraine é uma delas, e as coisas que ela faz nesse livro é de se aplaudir às vezes.

Mas não só pelo poder as personagens são conhecidas aqui, mas também pela sua personalidade. Todas as mulheres do livro tem personalidades fortes, bem desenvolvidas. Um exemplo é que em Dois Rios os homens fazem sempre uma reunião para decidir o que vão fazer com a vila, mas se o conselho das mulheres não aprovar, eles podem reclamar a vontade que não vão fazer nada. A única que infelizmente, até agora, pelo menos, não faz tanta diferença assim é Egwene. Mas vamos ver, ainda temos 13 livros pela frente.


De todos os personagens o que se tornou meu favorito foi Perrin. No decorrer da trama todos vão amadurecendo de uma forma fluida, e Perrin é um deles. Suas passagens no livro, em um certo tempo, se tornam bem interessantes, e as mudanças causadas nele devido ao poder único me fizeram gostar bastante do personagem. Não vou dizer o que, mas digo que suas mudanças me lembram muito algumas coisas de As crônicas de gelo e fogo.

Agora vem o lado ruim da coisa. E não estou falando do livro, mas da situação em que a série se encontra. Como eu já disse antes, a série consta de quatorze livros, e a Intrínseca, por enquanto, só lançou os cinco primeiros. Esse primeiro volume hoje em dia é praticamente impossível de se conseguir, porém, a editora, depois de um apelo enorme dos fãs de fantasia e uma campanha no Facebook, se comprometeu a fazer uma nova tiragem do primeiro volume e avisou que lançará ainda este ano o sexto livro, porém, sem previsão nenhuma para os próximos. Então, você leitor de fantasia, não deixe esse livro ser descontinuado, compre-o, faça sua parte para que, assim, a série possa continuar e a editora veja que nós nos importamos com ela. E, vai por mim, vale muito a pena.

Mas, eu poderia continuar falando do livro aqui por um bom tempo, todavia, acho que o principal eu já passei. Comecei o ano com o pé direito, favoritando logo na primeira leitura do ano. Recomendo demais a obra, leiam-na com calma, sem pressa, se conectem com os personagens e entrem nesse mundo incrível criado por Robert Jordan e sua mente fantástica. Se vocês se arrependerem, podem me cobrar.


Obs: Parece que já tem uma série de TV sendo desenvolvida. Espero muito que seja algo alá HBO, mas que seja o que a Roda do Tempo tecer.


Título: A roda do tempo - O olho do mundo
Autor: Robert Jordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 800
Ano: 2013

31 comentários

  1. Fábio!
    Totalmente sincera: não conhecia o livro nem a série, mas fiquei tão entusismada em poder ler devido a sua resenha e aos elementos apresentado no livro, sem contar que sou apaixonada pelo Senhor dos aneis e se tem características semelhante, já me atrai.
    Um carnaval de alegria e moderação e desejo uma nova semana!
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudynalva

      Verdade, infelizmente o marketing da editora para esse livro não foi e nem está sendo muito bom, por isso muita gente passa batido por ele. Digo, se você é apaixonada por Senhor dos Anéis tenha certeza que vai se apaixonar por essa serie. Eu quase arrisco dizer que é melhor. Mas vou esperar por mais dois livros para dizer isso.

      Bjs

      Excluir
  2. Oi, Fábio!
    Eu já ouvi falar desse livro, mas bem pouco. Queria ler, mas 14 livros é demais pra mim hahahaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza.

      Olha, acho que merece uma chance. É uma historia incrível. Os 14 livros valem a pena. Mas entendo mesmo que dá um desanimo.

      Bjs

      Excluir
  3. Oi Fábio, caraca são muitos livros, parece que realmente um grande universo parece que está sendo desenvolvido, me chamou bastante atenção!! Pena que só tem cinco no Brasil, oremos para a editora publicar mais rápido o restante, fiquei mega curiosa!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Olha, eles vão lançar o sexto, recomendo a compra da serie para garantir que lancem o resto. E essa eu digo que é dinheiro bem investido.

      Excluir
  4. Ainda não conhecia a série, mas depois de tantos elogios é difícil não ficar curiosa, principalmente quando tu disse que os livros lembram Tolkien de alguma forma (e eu amo Tolkien). Fiquei um pouco assustada com o tamanho da série, confesso, mas espero que a editora aposte nela até o final. É decepcionante quando eles perdem o interesse pelas obras no meio do caminho e deixam os fãs a ver navios. Acho muito interessante em livros de fantasia o universo expandido que eles trazem, pra mim é um dos principais atrativos. E só pela quantidade de termos próprios da série que tu citou já dá pra ter uma ideia de que o cenário e o mundo criados pelo autor são bastante complexos e completos. O fato de as personagens femininas serem fortes e influenciarem a trama de forma direta também me agrada muito, visto que aquele estereótipo de mocinha frágil e indefesa, além de ultrapassado, é bastante cansativo. Com certeza vou procurar mais informações sobre a série e aguardar ansiosa a próxima tiragem do primeiro volume, pra começar a minha leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrini

      Sim, o livro apesar de ter identidade própria é inspirado em Tolkien e é fácil fazer alguns paralelos entre alguns personagens enquanto se está lendo. Quanto ao tamanho da séria, realmente é de se assustar, sem contar que cada livro é enorme, deve estar entre as 10 maiores que existem, mas espero sim que a editora não desista, é nosso maior medo e batalha, se não vamos ter que ler em inglês. Sim, o universo é bastante completo, e quando eu achava que tinha terminado de explicar tudo, aparecia mais coisa, eu cheguei a rir em um momento, porque estava perto do fim do livro, achando que não tinha mais nada para ser introduzido e me jogaram mais informações. As mulheres com exceção de uma são muito fortes, mas até essa que acho um ponto fraco, tem potencial para nos próximos se desenvolver bastante. Fica ligada sim, e aproveita que na verdade já lançaram a nova tiragem. E qualquer coisa tenho um grupo de leitura conjunta, estamos no segundo volume, mas vamos ler de dois em dois meses, se acompanhar até o terceiro só falar.

      Bjs

      Excluir
  5. Ahh eu não conhecia esse livro e nem a série. Parece bem interessante! Mas tantos livros assim para fechar? Nossa! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lu.

      Para você ter noção da criatividade do sujeito (apesar de que os últimos foram escritos por Brandon Sanderson, pois Robert morreu antes de terminar a saga =/ )

      Excluir
  6. Oi Fábio!
    Eu não conhecia essa série. Fiquei impressionada! 14 livros??
    Adoro fantasia e fiquei super curiosa para conhecer esse livro, ainda mais por ter diversas referências de Tolkien. É difícil séries tão grandes serem publicadas na íntegra, tem que ter muitos fãs. O negócio é buscar ler os originais mesmo, se você for como eu que não consegue esperar traduzirem (risos).
    Uma pena que no meio de tantos personagens ótimos você encontrou uma que não fede nem cheira. Espero que ela seja melhor trabalhada nos próximos livros. Às vezes, um personagem que ninguém dá bola acaba virando o jogo.
    Beijos!!
    Nerd Fox

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Annie

      Pois, 14 livros e cada maior que o outro. O menos até agora que vi tem 600 e tantas paginas. Existem muitas referências a Tolkien sim e é bem legal fazer esses paralelos durante a leitura. Infelizmente a serie não anda vendendo muito, acho que a falta de marketing ajuda e muito nesse sentido. O jeito vai ser esse, to melhorando meu inglês justamente para isso, porque acho que não vai ter jeito kkkk. Admito que ri alto com o "não fede nem cheira", mesmo conhecendo a expressão não pude deixar de rir. Mas ela é isso mesmo. Porém acho que ela vai melhorar muito, sem querer mas dando um spoilerzinho, ela deve virar uma Aes Sedai no futuro, então deve sim melhorar.

      Bjs

      Excluir
  7. Então esse livro é pra mim, pois amo fantasia, li muitos elogios sobre ele e quero comprar, gostei pois tem de tudo um pouco ainda mais ação que adoro, a leitura deve ser bem envolvente e proveitosa. Fico feliz que as mulheres tem uma presença marcante e decisiva nas reuniões, adoro isso rs. Já tinha lido sobre esse pedido dos leitores para a editora relançar o livro que bom que ela atendeu, só achei que tem muitos volumes, mas se vale a pena é o que interessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria.

      Sim, esse livro é para você, com certeza. Sim, as mulheres nessa série são marcantes. E tem muitos volumes, mas vale a pena cada um deles.

      Excluir
  8. Parece bem interessante esse livro.
    big beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Realmente é muito interessante. Vale a pena. Beijos.

      Excluir
  9. Olá Fábio tudo bem?
    Gente do céu, eu como amante de fantasia não me perdoo por ainda não ter lido essa série, que incrível, amei sua resenha!
    Beijos <3

    estanteclassica.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nívea.

      Aahh, mas ainda está em tempo. Aproveita que a editora relançou o primeiro livro e compra para ler. Não vai se arrepender, garanto.

      Excluir
  10. Boa noite, não conhecia este livro, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucinalva.

      Pois precisa conhecer kkkk. Abraços.

      Excluir
  11. Ainda não conhecia esse livro, gosto muito de histórias que envolvem ficção. Já anotei a dica! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Laila.

      Olha anote mesmo viu. Vale muito a pena. Recomendo de mais.

      Excluir
  12. Gostei da resenha Naty. Já tinha ouvido falar desse livro bem vagamente e fico feliz em saber que se trata de uma excelente fantasia. Beijo!


    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa.

      Sim, é uma excelente fantasia, muito completa. Vale a pena. Se tiver oportunidade leia.
      Beijos.

      Excluir
  13. Quero ser muito sincera ao expressar minha opinião sobre sua resenha, até pelo fato de que não sou muito fan de fantasia, especialmente quando existem muitos termos desconhecidos, com uma leitura que tenha que ser desfrutada aos poucos para que não nos perdemos, pois prefiro leituras rápidas. Outro ponto que não curti muito foi o fato de haver muitos livros para uma série. Enfim todo o desenvolvimento da trama me pareceu ser muito bem desenvolvida, por isto quem sabe futuramente não dou uma chance a leitura, até pelo fato de se tratar de uma história que fala de mulheres fortes, da qual me chamou bastante a atenção.

    Venha participar do Top Comentarista e concorra o livro "O Maravilhoso Bistrô Francês": http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lana.

      Entendo tranquilamente seu ponto de vista, as vezes muitos termos realmente ficam complicados, uma coisa massante e a quantidade de livros também desanima. Mas, essa série prende muito, e o melhor, não é confuso apesar de todos os termos. Quem sabe não dá uma chance no futuro. Admito que não sei se você irá gostar por não ser fã de fantasia, mas recomendo mesmo assim. Kkkk.

      Excluir
  14. Eu não conhecia esse livro mas sou fã de fantasia então acho que ele merece uma chance (mesmo tendo muita inspiração na obra do Tokien - que por mais bizarro que seja é um dos poucos livros que abandonei) enfim... Gostei muito da resenha, parece ser um livro bem completo e bem trabalhado mas também me pareceu uma serie longa. Acho que já comentei aqui, uma coisa que me incomoda muito nos livros de fantasias é que todos são longos e todos fazem parte de uma serie e isso as vezes me dá preguiça pq não consigo ler outras coisas, mas esses vão entrar pra minha lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maira, eu recomendo a leitura desse livro. Você irá gostar bastante.

      Excluir
  15. Achei bem diferente a história do livro sinceramente diferente de muita coisa que eu já li até agora mas quando eu vi esse livro pela primeira vez achei que fosse no máximo trilogia Mas gostei do fato envolver um pouco mitologias e isso sempre me chama atenção acho que é uma leitura válida Então vou tentar ler esse livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina.

      Esse livro realmente tem uma pegada diferente, a quantidade de livros pode desanimar alguns, infelizmente. Mas acho que vale muito a leitura. De uma chance sim. Beijos.

      Excluir
  16. Olá, Fábio!

    Eu mesma ouvi muito sobre a campanha dos fãs para que a Roda do Tempo continue no Brasil, mesmo achando ridícula a ideia de baixar as notas do perfil da Intrínseca (não se julga uma editora por um livro ou uma série). Acho que até tinha comentado isso em uma outra resenha, em que a Natália me respondeu que eu realmente estava por dentro das fofocas literárias (mesmo que eu não leia as notas dos perfis no Facebook, e soube de tudo isso no Twitter!).
    A série é realmente à frente de seu tempo por ter mulheres fortes e poderosas, mostrando que podem até ser melhores que os homens no que fazem.
    Mas penso que se a serie de TV decolar e fizer sucesso, aí sim não tem como a Intrínseca deixar a série de lado. Só que é uma pena os livros serem notados somente quando são adaptados para o cinema e a TV. Game of Thrones, que nasceu nos livros nos anos noventa, fez a fama da Leya, mas só depois que a série da HBO fez sucesso. O problema é que vários outros livros e séries excelentes são deixados de lado pois não ganharam sua versão em imagens.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.