Resenha: Bolo preto

by - julho 20, 2022


Confesso que fui fisgada pelo livro por ter lido as duas primeiras frases da sinopse “Best-seller do New York Times. Adaptação para série a ser produzida por Oprah Winfrey.” Nunca tinha ouvido falar em Charmaine Wilkerson. Pelo que pesquisei, ela é americana e atualmente mora na Itália. Esse é seu livro de estreia, mas já está fazendo um baita sucesso pelo mundo.

A história vai contar sobre B e B, é assim que a mãe deles gostava de chamá-los. Byron e Benny são irmãos distantes, que não se falam muito e tiveram algumas divergências quando mais novos. Porém, após a morte da mãe, eles precisam superar as diferenças e lidar com os segredos deixados para os dois.

Eleanor Bennett deixa uma gravação de 8h para ambos acompanharem juntos, pois esse era o último pedido que ela fez para o seu advogado. Nela, B e B vão desbravar o relato de uma nadadora que escapa de sua ilha natal sob circunstâncias de vida ou morte. Após anos sem contato, os irmãos ouvem juntos a última coisa que a mãe deixou para eles – essa parte vai tocar o leitor, pois é de partir corações.

Tudo o que achavam que sabiam é colocado em dúvida, após ouvir aquela gravação. Inclusive novas descobertas que eles não faziam ideia que pudesse vir são lançadas aos poucos, e eles precisam absorver a informação – aceitar já é outra história.

A história se passa no Caribe, em Londres e na Califórnia, além de contar sobre um bolo que é tradição na família, uma receita caribenha. As partes tocantes são mescladas com a família preparando o bolo, momentos de diversão em outros, assim como momentos de deixar nosso coração quebrantado.

Acredito que a ideia de Eleanor tenha sido unir os irmãos com tantas informações bombásticas, por isso a exigência de ouvir juntos, e ainda na presença do advogado dela. Durante as revelações, eles precisam tomar um ar, descansar, porque não dá para assimilar tanta coisa de uma forma tão simples, pois não o é.

A escrita da autora é gostosa, bem fluida. A forma que os capítulos foram divididos deixa a leitura mais dinâmica, mas ao mesmo tempo faz com que, em alguns momentos, acabe se tornando um processo vagaroso. Parece contraditório, porém, partes da leitura, enquanto estamos acompanhando a revelação com os irmãos, é tudo muito fluido. No entanto, quando voltamos ao passado, o ritmo diminui.

É um drama familiar que eu realmente não estava esperando. Peguei com a editora sem altas expectativas, sem a pretensão de ser – e confesso que foi melhor do que eu esperava. Não foi a minha melhor leitura, como eu disse. Se você embarca na história acaba se cansando em algumas partes, mas isso não torna o livro ruim ou a experiência decepcionante. É preciso estar aberto às possibilidades.

Por ser o primeiro livro da autora, acredito que tem potencial para crescer mais e mais, na opinião de quem não entende tanto do assunto. Mas observo grandes escritores que começaram com aquela primeira obra que você não dá nada por ela. Aqui, com Charmaine Wilkerson, a coisa é bem diferente; já começou como Best-seller do New York Times  não é pra qualquer um. Então, conheça a história. Você vai gostar! E vamos aguardar para assistirmos à adaptação. Já estou bem ansiosa.

Trechos:
“Às vezes, as histórias que não contamos às pessoas sobre nós importam mais do que as coisas que contamos.”

“Naquela época, era fácil para uma jovem acreditar que era possível criar a própria família do nada porque o amor e a honestidade eram coisas verdadeiras neste mundo.”

“Então o pai também mentira sobre o passado. Benny sente raiva e tristeza na mesma medida. Quanto mais aprende sobre a mãe, particularmente, mais vê que ela não é a única na família a pagar um preço por ir contra as regras de outra pessoa.”

“Porque as pessoas que você ama são parte da sua identidade também. Talvez sejam a maior parte.”

“Ninguém te diz como viver com esse tipo de raiva, essa sensação espinhosa sob a pele. Isso é o que acontece com as narrativas falsas que, por fim, definem sua vida. Quando você enfim descobre que as pessoas em quem mais confiava mentiram por anos, mesmo quando consegue entender por que fizeram isso, essa consciência contamina todos os outros relacionamentos que você tem. Você começa a revisitar todas aquelas ações e comentários que nunca entendeu de todo, as coisas que as pessoas nunca disseram, as vezes em que você tinha certeza de que alguém agiu de certa maneira por um determinado motivo, só que não podia provar. E então você pensa em todas as mentiras que tem contado a si mesmo ao longo dos anos. Sobre como tudo foi bom, o quanto você foi apreciado, o quanto as pessoas se importaram.”

Título: Bolo preto (edição cedida pela editora)
Autora: Charmaine Wilkerson
Editora: Paralela
Páginas: 304
Ano: 2022
Compre: aqui

You May Also Like

17 comments

  1. Que história que deve ser fascinante e ao mesmo tempo, de uma intensidade ímpar!
    Eu admito que nunca tinha visto o livro, por isso, fiquei aqui analisando sua resenha, os sentimentos da mãe, os irmãos, as descobertas e revelações!
    Pode não ter sido a melhor leitura,mas parece e sinto que ficará marcada por um bom tempo.
    Com certeza vai pra listinha de desejados!!!
    Dramas familiares muito me interessam!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro foi uma boa experiência, Angela.
      Eu acho que você vai curtir

      Excluir
  2. Não conhecia o livro, e a princípio a história não me prendeu ao ponto de colocar na lista de desejados. Mas que bom que a leitura funcionou para você.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um lançamento da Cia, Dani.
      Eu acho que vale a pena dar uma lida. Talvez você curta.
      É bem emocionante em alguns momentos.

      Excluir
  3. Se fez parte do Clube do Livro da Oprah ou ela fez propaganda, pode ter certeza de que é uma leitura de partir o coração e que permite muitas reflexões. Além é claro de entrar na lista dos maus vendidos.
    8 horas de gravação que vão mudar não só a relação entre B e B, mas a forma como eles veem a mãe é também a forma como enxergam o mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você acredita que eu li porque fui fisgada exatamente por isso? Hahahahahahha.
      B e B precisam, né? Foi uma relação muito difícil. E a mãe fazer essa gravação talvez não seja suficiente... Mas leia pra você saber hahahaha. Não vou soltar spoiler kkk.

      Excluir
  4. Oi, Naty!
    Não conhecia Bolo Preto, e confesso que não fiquei interessada pela trama, não fiquei curiosa para acompanhar os dois irmãos descobrirem as revelações e segredos que a mãe deles deixou em uma gravação... Bjos!

    ResponderExcluir
  5. To bem curiosa em ler o livro. Tinha visto uam resenha q ja tinha me deixado curiosa e essa tb, me deixou mais interessada ainda.
    Espero conseguir ler em breve. E gostar tb da historia.

    ResponderExcluir
  6. Naty!
    Não sei, mas já tinha comentado aqui...mas, vamos lá de novo.
    Mesmo não tendo sido uma das melhores leituras, acho sempre importante apreciarmos novas visões para dramas familiares, eu particularmente gosto de livros nesse gênero.
    cheiirnhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do ponto como a autora constrói a trama. Dramas familiares unidos a segredos sempre acabam me prendendo na leitura. Muito bom quando pegamos um autor que de cara na estreia mostra um potencial para escrever grandes obras, até mesmo porque é bom expandir a diversidade e ter novos novos nas prateleiras.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eita que pelo jeito os lencinhos serão muito necessários nessa leitura hein. Já fiquei aqui intrigada, quais serão esses segredos e que consequências eles trarão para esses dois irmãos? Ai ai o jeito é colocar ele na lista (risos)!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eita que pelo jeito os lencinhos serão muito necessários nessa leitura hein. Já fiquei aqui intrigada, quais serão esses segredos e que consequências eles trarão para esses dois irmãos? Ai ai o jeito é colocar ele na lista (risos)!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eita que pelo jeito os lencinhos serão muito necessários nessa leitura hein. Já fiquei aqui intrigada, quais serão esses segredos e que consequências eles trarão para esses dois irmãos? Ai ai o jeito é colocar ele na lista (risos)!

    ResponderExcluir
  11. Ola Naty
    Nâo conhecia esse livro mas gosto de livros que abordam questões e dramas familiares. Acho que é um livro que iria gostar.

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Nossa, acho que vou gostar bastante.
    Essas meninas parece que vão descobrir poucas e boas, e amooooo, dramas familiares, sempre são envolventes e nos faz refletir sobre tantas coisas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    não conhecia, mas já quero.
    Essas meninas pelo jeito passarão por poucas e boas, e amooooo dramas familiares, sempre nos fazem refletir sobre tantas coisas.
    Vai pra lista!
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Não conhecia, mas já quero.
    Amooooo dramas familiares e esse parece ser dos bons!!!
    Cheio de segredos e reviravoltas, pela sua resenha me lembrou os livros da Lucinda Riley.
    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.