Resenha: Morra por mim

by - julho 13, 2022


Depois dos acontecimentos do livro anterior, Eve e Villanelle partem de forma clandestina em direção à Rússia. O que vão fazer por lá ainda é incerto, o que não muda em nada o modo “viva o momento” de Villanelle, mas aterroriza demais Eve.

Ao chegarem lá, as coisas vão de mal a pior e o que parecia uma oportunidade para uma nova vida, acaba virando uma armadilha que pode jogar as duas no pior cenário possível, sem perspectiva de saída.

Para quem não lembra de nada, o livro começa fazendo uma retrospectiva de toda a história em seu primeiro capítulo, o que é bem interessante para quem passou muito tempo desde que leu o volume anterior, mas assim como eu comentei na resenha do volume 2, continuo frisando nesse… leia os três livros na sequência.

Se você fizer assim, irá encontrar um primeiro livro mais introdutório, onde os personagens são apresentados ao público e você conhece a personalidade de cada um. No segundo vamos ver as consequências do encontro entre as duas protagonistas e a relação entre ambas, com muita ação e reviravolta. E por fim, nesse terceiro, vamos encontrar a resolução de tudo, onde as duas já estão em um relacionamento, tentando entender como a outra funciona e fazer isso dar certo.


Apesar de começar parecendo que a história vai tomar uma proporção de um novo caso, ela acaba eventualmente se conectando aos eventos anteriores. A diferença é que nesse terceiro livro, o autor eleva o humor, deixando ele como o maior destaque da obra. Ironias, diálogos engraçados, situações sem noção, tudo isso acaba fazendo o leitor rir alto algumas vezes.

Tudo bem que talvez isso não funcione para todos, até porque algumas situações podem ser realmente meio sem noção, mas acredito que alguma coisa com certeza vá tirar um sorriso em algum momento.

Outro ponto positivo é a questão da representatividade, não só pelo casal Eve e Villanelle, como também por algumas outras questões, como o uso do pronome neutro e de certas reflexões em relação ao feminismo e ao preconceito sofrido por mulheres em profissões “de homens”. Tudo bem que isso é feito com humor e algumas vezes sem noção, pois é a estética do livro, mas ele está lá.

O livro pode ser considerado mais fraco que o segundo, mas eu acho que ele acaba tendo uma abordagem diferente. Separado, os três não funcionam; mas, juntos, acabam entregando uma história descompromissada e divertida, que faz com que o leitor possa aproveitar momentos de ação e diversão, com personagens memoráveis (pelo menos a Villanelle) e que serve para alternar entre leituras mais pesadas.

Recomendo a trilogia, mas não recomendo separado.

Título: Morra por mim (exemplar cedido pela editora)
Autor: Luke Jennings
Editora: Suma
Páginas: 216
Ano: 2022 (Ano original 2020)
Compre: aqui

You May Also Like

16 comments

  1. Sim, é preciso ler os 3 livros e de preferência na sequência.
    Sempre imaginei se as duas teriam um relacionamento ou seria algo mais platônico.
    Gostei da representatividade e da questão do uso do pronome neutro

    ResponderExcluir
  2. Lá vamos nós rs
    Então, eu vi a série e só falta encerrar a que se diz ser a última temporada(que não está recebendo elogios não rs) mas vou encerrar o ciclo por conta e risco.
    E sabe quando você decide manter as personagens da série e não as do livro?
    Eu dei uma desanimada geral de ler a trilogia, mas super entendo do funcionamento deles em conjunto.
    Não digo que nunca lerei, só não ando querendo isso no momento!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Eu amo as capas desses livros. Nao vi serie e nem li ainda eles, mas confesso que como vejo muita mais elogios pra serie do que pros livros, fico mais interessada na adaptação mesmo.
    Mas essas capas sao as coisas mais lindas.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro que use o pronome neutro.
    Gosto de ironia e sarcasmo, mas fiquei um pouco receosa já que disse que às vezes a coisa fica um pouco sem noção, porque não gosto de humor besteirol.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Fábio!
    Vou dizer que as capas são belíssimas.
    Não tive oportunidade de ler a série ainda, e mesmo esse terceiro livro não sendo o esperado, mas sendo a conclusão dos anteriores, acredito que deva ser rico, principalmente por causa do tom hilário e da representatividade.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a trilogia. Acho interessante falar de assuntos essenciais na atualidade sem torná-lo pesado o tempo todo. Óbvio que tratar de temas sobre o preconceito, por exemplo as profissões "ditas" masculinas ou femininas, nem sempre é fácil, mas às vezes a forma como se coloca no texto nos marca de forma tão intensa quanto um debate mais profundo. Gostei demais da dica.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Fabio!
    Esse é um dos motivos porque costumo e prefiro ler os livros de uma série um atrás do outro, para não correr o risco de esquecer rsrs... Mas é claro que é bom que Morra por Mim tenha uma retrospectiva de toda a história em seu primeiro capítulo, isso ajuda bastante.
    Não li a trilogia, e confesso que não me recordo das tramas dos livros 1 e 2, vou dá uma pesquisada :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Ola
    Não li os livros e também não assisti a série. Não sei se verei a série. Sou devagar com séries. Os livros também não me chamaram a atenção.

    ResponderExcluir
  9. Como é bom encontrar atualmente tanta representatividade em livros que são divulgados e podem facilmente chegar às nossas mãos. Acho importante tratar de temas importantes de forma diluída em enredos descontraídos, com seus dramas e humor, pois acredito que assim o discurso torna-se ainda mais expressivo nos aproximando da vida real. Eu sempre prefiro ler séries ou trilogias em sequencia.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu definitivamente sou daquelas que preciso ler o livro na sequência, até porque se nem das resenhas anteriores estou lembrando o que dirá dos livros (risos), que bom que os 3 funcionam em conjunto, o difícil agora é achar tantas horas livres assim para “maratonar” a leitura.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Definitivamente eu sou daquelas que precisa ler esses livros em sequência, até porque não consigo me lembrar das resenhas dos anteriores que dirá da história, bom saber que os livros juntos funcionam.

    ResponderExcluir
  12. Olá! Eu definitivamente sou daquelas que precisa ler esses livros em sequência, até porque não lembro nem das resenhas anteriores que dirá da história, que bom que os 3 livros funcionam em conjunto, agora o jeito é encontrar esse tempão livre para “maratona” a leitura.

    ResponderExcluir
  13. Olá! Eu definitivamente sou daquelas que precisa ler esses livros em sequência, até porque não lembro nem das resenhas anteriores que dirá da história, que bom que os 3 livros funcionam em conjunto, agora o jeito é encontrar esse tempão livre para “maratona” a leitura.

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Essa série parece ser bem divertida e ágil, com as protagonistas irônicas e cheias de marra.
    Vou querer ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi,
    Essa série parece ser bem divertida, com protagonistas irônicas e beeem dinâmicas.
    Embora não seja muito do gênero que leio, vou querer ler pelo menos o primeiro e conhecer. Vi que tem adaptação também.
    E ter representatividade é bem da hora, sempre importante.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi,
    Nossa, essa trilogia parece era bem eletrizante.
    Com protagonistas divertidas e irônicas.
    Bem estilo ação de cinema. Quero ler e assistir a adaptação que dizem ter ficado boa também.
    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.