Sede de vingança

- Não consigo! – disse Henry.
- Basta acreditar que você consegue – falou Charlie, olhando em seus olhos.
- Não , Charlie, eu nunca fiz isso antes.
- Anda, meu amigo. Você consegue! Faça rápido, antes que alguém chegue aqui e nos veja.
- Desculpe, Charlie, é melhor você fazer.
- Então !
Entregou-lhe as luvas, o machado e ele colocou-as rapidamente. Ergueu as mãos e elevou, o machado, o máximo que pôde, sobre aquele corpo.
O olhar daquele homem, esticado no chão, era medonho. Tuas bochechas, de rosadas, passaram a ficar amarelas. A fita, em sua boca, impedia-lhe a fala. O desespero tomava conta daquela pobre alma.
- Você é um mole mesmo – disse Charlie irritado, – se eu soubesse não teria dado crédito quando disse que estava com sede de vingança.
- Mas estou. Dá esse machado aqui!
Charlie abaixou os braços e devolveu-lhe o machado.
- As luvas também! – exclamou Henry.
- Ora, seu mole, to
mou coragem?
- Fique na sua, Charlie. Quero acabar logo com isso.
Henry elevou o machado, fechou os olhos e só se viu o sangue jorrando pelas paredes brancas daquele lugar.
- Estuprou e matou minha irmã – disse Henry com ar de missão cumprida. – Esse infeliz não merecia outro destino!
- Charlie – uma voz soou na porta entreaberta, com uma arma na mão. – Agora é sua vez!
Só ouviu-se o som do disparo daquela arma. Um corpo caiu sobre o outro e os sangues se misturaram.
- Belo trabalho, meu caro – disse Henry, jogando o machado. – Ele era cúmplice, safado! Achou que não sabia.
- Deseja tomar um café, senhor? – perguntou Marcos, enquanto colocava a arma no chão.
- Sim, vamos naquela padaria de sempre.



·
Pauta para OUAT·

Natalia Araújo
3º lugar - OUAT *-*

26 Revelaram sentimentos:

  1. Naty, andas mesmo inspirada.
    Este texto foi mesmo forte!
    Bjocas
    Patty

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Patty.
    Forte mesmo... o inesperado acontece.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não é politicamente correto, mas todos nós adoramos quando o mocinho se vinga do bandido.

    BeijooO'

    ResponderExcluir
  4. Que ótimo, Vitor!
    Fico feliz que tenha conseguido te surpreender.
    Afinal, até a mim este texto me surpreendeu, enquanto escrevia. Sem demagogia nenhuma.
    agradeço tuas palavras.
    Meu espaço sempre estará aberto pra recebê-las.
    Abraço grande.

    Valéria... hahaha... não é muito bom isso não, realmente. Mas a pitadinha é tão boa de se ler, que não resisti rsrs.
    Eu ia fazer um final diferente, como se eles tivessem obsessão por matar e não que fosse por estupro e morte, mas quis inventar um final não muito esperado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, bem forte mesmo. Consegui ver o sangue escorrendo nas paredes....Mas gostei, sim, de certa forma, mostra o lado humano do cara quando ele não consegue fazer aquilo.

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  6. Ele manipulou dizendo que não conseguia. De fato ele não conseguia matar... mas conseguiu demonstrar perfeitamente isso e enfim o matou.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá

    O blog Amiga da Moda, gostaria de sua opinião: Qual vestido você quer
    ganhar? A DUTMY irá sortear um belo vestido às seguidoras, mas antes
    gostaria de saber qual o vestido preferido.
    Conto com vc amiga...

    BEIJO

    ResponderExcluir
  8. Foi forte sim e o final pegou a todos de surpresa era cúmplice e mesmo assim não tinha piedade do outro. O segundo era bem pior que o primeiro e teve uma morte mais "tranquila".

    Bom texto Naty! ^^

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Kinha.

    Verdade, Tiago... quando estava escrevendo, procurei algo que pudesse surpreender. Estava cansada do final esperado por todos.
    Às vezes é bom mudar um pouco, né? rs.

    ResponderExcluir
  10. Que texto hein! SUPER intenso! :D

    ResponderExcluir
  11. Obrigada, querida.
    Adorei a nova foto. Tá linda!

    ResponderExcluir
  12. Convite para ler

    O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

    Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história , lá no
    …. Continuando assim…

    Vamos em metade da história, o livro reescrito , não está igual (nem podia) ao que foi editado.
    Um obrigada especial a quem segue a história (pois só vale a pena assim).
    A quem chega de novo, umas boas vindas sinceras. E outro obrigada .

    Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

    --- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
    Bj
    Teresa

    ResponderExcluir
  13. NOSSA! Sempre surpreendendo né, Naty? Adorei esse texto! Cada vez mais adoro seu espaço! Ah, e muito obrigada pelo selo, eu amei!
    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  14. Naty, por deus menina, que coisa forte! Me aterrorizou. rsrs
    Muito bom o texto, mexe com as emoções...

    Obrigada pela visita, volte sempre
    Venha ser um pouquinho feliz no meu blog ok?

    Um bom final de semana pra ti!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Que medo!!!
    Por isso não sou vingativa...

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Ai Naty, cê sempre escreve coisas diferentes, nada aqui é igual ^^

    E você sempre escreve bem!

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  17. Ai... ui... esse negócio do machado e do sangue, ai, quase desmaio, mais é realidade que existe em nossa sociedade, é ruim, é, mais existe, quantos não sofre por o ato destes? gente inocente, vítima de monstros como esses... Muito bom o texto, o retratou de forma, intensa, adorei!

    ^^

    Me surpreende á cada postagem!

    ResponderExcluir
  18. Ai... ui... esse negócio do machado e do sangue, ai...
    Mais é realidade que existe em nossa sociedade, é ruim, é, mais existe! Quantos não sofre assim, como a irmã dele? Gente inocente, vítima de monstros como esses... Muito bom o texto, o retratou de forma, intensa, adorei!

    ^^

    Beijim..

    ResponderExcluir
  19. Opsss... menina, mas que coisa, do que havia de lhe lembrar!?....
    Mas sim, na verdade surpreendeu e arrasou, né?!

    Sorrindo, brigada pela visita, beijo

    ResponderExcluir
  20. Olá, Naty Araújo... a maioria das construções antigas são magníficas, não é verdade? As pessoas valorizando a história estarão se enriquecendo intelectualmente no presente e para o futuro.

    Seu blog está bem interessante!

    beijos e fique com Deus

    ResponderExcluir
  21. Boa noite amiga.
    Nossa menina,eu fiquei meio assustada com a postagem...A vingança é um prato q se come frio né.
    beijokas.

    ResponderExcluir
  22. Que suspense
    Ta de parabéns
    ;*

    ResponderExcluir
  23. Olá, Naty!

    Bem, demorei para vir conhecê-la por falta de tempo mesmo... Mas tive muita vontade de vir aqui porque a pessoa que me apontou você já é uma grande amiga e uma pessoa especial na minha vida. Ela se chama Lágrima.

    Ela me disse que havia falado de mim com você em certo comentário, eu o procurei e o encontrei. Fiquei muito contente ao ver a forma carinhosa como ela me (nos) descreveu, como "filhotas"... rsrsrs

    Hoje, ao passar no Chuva no Mar, vi que você disse que conheceria a sua "irmã"... Fiquei contente ao ler isso também... Se foi me conhecer por que não deixou uma flor do campo para mim? Digo, por que não falou comigo?

    Se ficou sem jeito, não precisava! Eu adoraria que tivesse tomado a iniciativa de falar comigo - é que geralmente eu também fico sem jeito de tomar tal iniciativa, mas estou tentanto mudar isso... rsrsrs

    Ainda virei aqui para passear melhor pelo seu mundo. É que a falta de tempo não me deixa fazer tudo que desejo, mas vou levando do jeito que dá.

    Queria dizer que estou feliz com esse encontro entre três almas que são semelhantes naquilo que sentem... Lágrima, você e eu.

    Espero que possamos permanecer próximas umas das outras sempre.

    Abraço! ^^

    ResponderExcluir
  24. Super poderoso, gnt como vc anda a evoluir sim snhora :D eu ja guardei aqelas frases qd tiver tmpo m inspirarei e farei dsnho inspirado nessa tal citaçao ou em outro texto seu :P eheh

    ResponderExcluir
  25. saudades daqui!

    bjão e boa semana

    ResponderExcluir
  26. Que delícia! Vejo aqui nascer uma nova Lygia Fagundes Telles, ou então outra Nélida Piñon, ou ainda a Naty, ela mesma, maravilhosa.
    Abração de duas asas!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.