Arrependimento reconhecido

Mãe,

Sempre estive ao seu lado presenciando seus momentos mais felizes e os mais dolorosos, mas nunca dei o valor que deveria. Sempre fechei a mente para dar atenção; meu objetivo era somente recebê-los.
Agora que estamos distantes, sinto sua falta cada vez mais. Desde quando me mudei, as coisas têm se tornado mais difíceis sem teu amor presente, seu auxílio e orientação.
Os ventos varreram os rastros das minhas ideias, mas não varreram os rastros da minha constante saudade.
Estou com meu bebê nos braços, enquanto escrevo-lhe esta carta e com a vinda dele aprendi o valor que uma mãe tem na vida de um filho. Hoje sinto-me envergonhada por não ter sido quem quisesse que eu fosse, mas estou arrependida e espero que não seja tarde esse reconhecimento.
As lágrimas, escondidas estão de minha face; mas petrificadas estão em meu coração pela dor que causei-te.
Sei que não fui um fruto de orgulho, mas quero ser um fruto de amor imenso e jamais continuar deixando seu coração partido com rachaduras da desobediência.
Em breve estarei por aí e levarei meu diamante para que conheças seu lindo neto.

Que as marcas do passado não permaneçam com chagas, mas que cicatrizem para surgir o início de uma linda história de união entre nós.

Eu te amarei sempre, até quando meus ossos secarem, pois em meu filho existe um pedaço de mim e nele há o meu imenso amor por ti.

Os ventos levam à ti meu beijo.
Eu te amo demais, Brank.

Natalia Araújo, 08/05 - 00h36.

Palavras Mil
Foto retirada Flickr
*Não é real...

27 Revelaram sentimentos:

  1. Hoje ofereci as cores da minha paleta
    A um amiga na sua dor
    Ouvi seu choro ao meu ouvido
    No fatalismo do desamor

    Hoje o sono acordou-me
    A nostalgia agitou suas asas cinzentas
    Esqueci no acordar o ultimo abraço
    E contei as nuvens que eram tantas


    Bom fim de semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  2. Mãe é isso tudo né? E as vezes só percebemos os valores depois, muito depois...

    ResponderExcluir
  3. Nossa maior jóia rara. Só que no inicio que ganhamos essa jóia não sabemos diferencia-la de uma bijoteria, só depois de muito estudo muito estudo das joias. E pelo menos chega sim um dia, em que reconhecemos quão grande jóia elas são.
    Elas merecem tudo da gente, principalmente o amor.
    Muito lindo seu texto.

    ResponderExcluir
  4. Como assim, não é real? Um sentimento desses, esteja ou não alicerçado em fatos concretos, goza de realidade própria. Ele se destaca do plano fático e adentra o mundo imagético com tal força, que nos vira do avesso.
    Ô, delícia, emoção, prazeres tantos... ô, talento!
    Abração de duas asas!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo Naty, mãe é sinônimo de amor, de sensibilidade, de força e verdade!
    Perfeitas palavras!
    Um beijo da Ju
    Bom domingo amiga!

    ResponderExcluir
  6. Vim até aqui...
    para te trazer gentilezas...
    e beijos gentis...
    Leca

    ResponderExcluir
  7. É verdade. Depois que se é mãe os sentimentos trabalham a sensibilidade que liga-se a um entendimento e compreensão bem mais ampla.

    Ahhhhhhhhh e eu topei. Meu coração é acolhedor. Coração de mãe! Sua mãe está de parabéns, Naty! E agora podemos dividir toda a beleza e orgulho de termos uma filha como voce. Dê um especial beijo na sua mãe por mim e que Deus abençoe e proteja sempre a sua família.

    Um especial beijo para a minha querida filha virtual, que amo e admiro realmente.

    ResponderExcluir
  8. "Estou com meu bebê nos braços, enquanto escrevo-lhe esta carta e com a vinda dele aprendi o valor que uma mãe tem na vida de um filho."

    essa passagem resume bem a relação mãe e filhos.. há sempre alguém 'conhecendo' algo..

    besos, chica.

    ResponderExcluir
  9. ai amiiiga! como o blog tá lindo!!
    e o texto? NOSSA! emocionante!
    quando se fala de mães, como não ser, não é?
    beijão, linda!

    ResponderExcluir
  10. Estás mui belo, querida amada. Ótimo texto, sentimento revelado fictício hehe muito bom. parabéns repleto de abraços sinceros calorosos.

    ResponderExcluir
  11. Lindo seu blog!! *-*
    E parabéns pelo texto!

    =*

    ResponderExcluir
  12. Oi, Naty
    Tem que ser 6 pontos sim... Foi assim que me pediram, tá?
    Boa sorte!
    Olha meu post no dia 6, o segundo post... tá tudinho lá explicado, creio eu...
    Bjm

    ResponderExcluir
  13. Nossa ficou show o novo layout!
    O texto está perfeito!Amei de coração!
    Mãe é um ser insubstituível na nossa vida,pois com ela aprendemos muitas coisas..
    Bjão..

    ResponderExcluir
  14. este é o maravilhoso de sempre ,.,para toda mãe do mundo .,.tudo de bom

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga.

    Penso que mãe
    é a forma mais perfeita
    do verbo amar.
    E de todos os presentes que recebemos da vida,
    é o mais perfeito,
    simples e eterno.

    Que a vida se faça plena em ti.

    ResponderExcluir
  16. As mães sempre nos amam, não importa a distância ou a circunstância. Conto os dias para amar assim...


    beijos

    ResponderExcluir
  17. que texto emocionante, super tocante... amei o novo visual do blog! :D bjs bjs

    ResponderExcluir
  18. Naaaaaaaaaaty
    que lindo texto!
    tb fiz um texto para o dia das mães :D

    seu layout esta lindiiissimo *-*

    ResponderExcluir
  19. Adorei este texto.
    Só sabemos dar valor ao amor de mãe quando somos mães.
    Bjocas
    Patty

    ResponderExcluir
  20. Weeeee Naty, minha flooor do campoo, meu fruto silvestree, adorei o novo layyyyy! *___________* weeee! Acho que ele tem mais a ver com o conteúdo do teu blog! :D
    Concordo com o Vautour, como assim não é real? Você é tão real que chega a ser irreal, garota.

    "Que as marcas do passado não permaneçam com chagas, mas que cicatrizem para surgir o início de uma linda história de união entre nós." É isso que todos nós queremos, não é mesmo?

    Um beijo querida, linda semana!

    ResponderExcluir
  21. Meu Deus, Naty... Quase chorei aqui atrás...
    Nem tenho palavras... elas secaram e petrificaram, como as lágrimas da mocinha de teu texto. Mas estão aqui...
    Um grande beijo ♥

    ResponderExcluir
  22. O blog tá tão bonito!

    Adorei!

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  23. Esse sentimento é real mesmo... acredito que só saberei o que é ser mãe quando eu realmente for. =) Por isso temos que valorizar as nossas sempre! =)

    Seu blog ficoU LINDO! Fofíssimo!! Amei muito!!!

    bjoos menina fofa!

    ResponderExcluir
  24. Que bonito o que escreveu, Naty, lindo post como o temperamento que vc parece ter... legal demais!
    Gosto desse jeito de escrever com riquezas de símbolos... Parabéns!
    Abraços e bjs... muita serenidade pra vc aí, querida

    ResponderExcluir
  25. " Sei que não fui um fruto de orgulho, mas quero ser um fruto de amor imenso e jamais continuar deixando seu coração partido com rachaduras da desobediência. "


    lindo texto, teu blog tá lindo

    um beijo doce

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.