Superando a barreira da timidez

Ela estava ali, na escada, contemplando aquele garoto que passava entre as pessoas, meio cabisbaixo e reflexivo.
Estava vindo em sua direção para entrar na sala de aula. Ergueu seu olhar e deparou com os dela, fixos, ao vagar por uma vasta dimensão naquele par de olhos verdes, mas pouco transmissor de ideias.
A pouca comunicação durou longos instantes. Ele, novamente, abaixou sua cabeça, colocando o dorso de sua mão no rosto, envergonhado e prosseguiu seus passos.
Há tantos meses ela estava ali, procurando um só motivo que o fizesse chegar nele, mas a vergonha, por ambos os lados, impedira tal ação.
Vermelha de vergonha, ela se aproximou dele e disse:
- Ei, você deixou cair isto aqui!
- Obrigado, mas acho que não é meu.
- É sim. Eu vi caindo do seu caderno enquanto passava por mim.
Ele pegou o papel em suas mãos e agradeceu.
Ela continuou lá, ainda parada, esperando que ele voltasse; achando que, por uma razão ou outra, aqueles passos voltariam em direção ao dela.

Ao desdobrar o papel, Taylor leu as palavras daquela garota que o admirava de longe.
Sem saber qual atitude tomar, ele olhou para trás e pôde notá-la fitando-o detalhadamente.
Envergonhado, ele não foi até ela, sentou-se na cantina da faculdade e voltou a ler aquelas palavras que penetraram seu ego; mas não foi o suficiente para inibir sua timidez.

Desconsolada ela partiu e enquanto virava as costas para descer as escadas... outra garota surgiu. Agora sentou-se na frente de Taylor e começou a conversar, tentando chamar a atenção dele. Mas dessa vez foi a vontade dele de querer partir e ir atrás da dona do bilhete, que moveu seu coração.
Ele assim o fez. Deixou-a lá e sem barreiras, sem medo, enfrentando sua vergonha, foi atrás da garota, tendo uma grande parte do seu interior sendo coberta pela timidez, mas não deixou que ela impedisse a sua felicidade.

Natalia Araújo, 03/06 - 12h57

39 Revelaram sentimentos:

  1. No meio do conto fiquei imaginando se ele ia deixar passar a chance. Ainda bem que ele se superou e foi atrás dela! As vezes agente precisa mesmo por a vergonha de lado e ir a luta.

    A-DO-REI!
    amo o jeito q vc escreve :P

    beijos'

    http://pulodepipoca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Tão lindo o texto, Naty. Continua? Hehehe... Beijos!

    ResponderExcluir
  3. muuuuito bom, cara. eu sou timida pro amor. é foda isso. beijos nath.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom.
    Por diversas vezes nos pegamos em situações parecidas, não?
    A vergonha impede muitas pessoas de fazerem qualquer tipo de coisa.

    Muita paz.

    ResponderExcluir
  5. O medo muitas vezes nos bloqueia...
    Mas não devemos deixar que ele nos domine...
    Seu texto...
    Está...
    Lindo, lindo, lindo...
    Adorei!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. áaaaaah' adoro teu blog. *-------------* seguidora \õ

    ResponderExcluir
  7. A cada muralha derrubada um sentimento conquistado e com-partilhado.

    O silencio nem sempre é a melhor saída.

    ResponderExcluir
  8. Hum...
    está escrevendo
    cada vez mais, hein?

    Continue. :D

    Abraços e espero sua visita!
    :***

    ResponderExcluir
  9. Devemos sempre superar o medo, ele nos cercia...

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto!!!

    Adorei, obrigada pelo carinho lá no meu cantinho!!

    beijo

    ResponderExcluir
  11. O medo sempre nos cerca e tornando-nos seres incapazes de superar a timidez, e por sua vez, destruir aquilo que mais sonhamos ter ao nosso lado. Não importa se os sonhos sejam pequenos ou grandes, o importante é não deixar de ter fé e acreditar na possibilidade de se tornar real.. Lindo texto, Naty!Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. a timidez já me atrapalhou muito, mas como tu disse: não podemos deixar a timidez nos impedir de sermos felizes...

    ResponderExcluir
  13. A timidez as vezes faz com que deixemos de fazer várias coisas que queríamos, acho que é essa a parte ruim de ser tímida. Mas como você disse, não podemos deixar a timidez nos impedir de sermos felizes.
    O texto está perfeito, como todos os outros que você faz.

    www.menina-normal.blogspot.com
    xx

    ResponderExcluir
  14. ah amei o blog *-* to seguindo aqui, se der passa no meu tbm: www.thetrashyfame.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. A timidez é o medo da exposição ou da aceitação. Medo é essencial na natureza humana, isso é fato. Agora, quando o medo te impede de realizar atos desejados ou te faz perder chances, na maioria das vezes ÚNICAS, não é saudável. O negócio é correr atrás da garota corajosa! AHUAHAUHAUAH

    Pode usar o título/tema sim! Com toda certeza! O texto foi pra abrir os olhos mesmo, até PRA MIM, porque lendo a opinião dos outros, eu faço uma reflexão legal. Fico honrado.

    ResponderExcluir
  16. Naty: vai me perdoar, mas eu exijo que este texto tenha uma continuação! Perfeito *________*

    Olha, para fazer aquilo no lay, eu logo no início clico em Picture Window, depois em Picture Wall, e depois só mudo o fundo :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  17. Arrumei coragem para responder kkkkk.
    Beijos e muito obrigada pelas felicitações e continue lendo meus textos! beijos

    ResponderExcluir
  18. é uma coisa q eu gostaria de superar :S
    mas eu nao consigo!
    :*

    ResponderExcluir
  19. Ficou ótimo Naty,
    fiquei esperando o final..rss
    adorei!!!!

    Um beijo da Ju

    ResponderExcluir
  20. muito bons os teus textos, Naty!!

    beijão!

    ResponderExcluir
  21. Muito bom seu texto, parabéns.

    ResponderExcluir
  22. aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    saudade de tempo de ter pra ler teus versos
    Naty com mais calma e volto e comento direitinho
    Beijossss

    ResponderExcluir
  23. Olá, amiga.
    Passando para te desejar um ótimo fim de tarde e um belo domingo cheio de luz.

    Deus esteja sempre contigo.
    Um beijo, um abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  24. Esse conto me lembrou duas pessoas, que fazem 6 anos de namoro esse mês. =3 Fui eu que me aproximei de Marcelo, morrendo de vergonhaaaaaaaaaa! x) Rimos muito lembrando do começo, depois de tanto tempo rss

    Moça lindaaa! Eu AMOOOOO Dr. House!!!!!!!!!!! É um seriado incrível não???? Tudo bem que tem horas que eu tenho vontade de dar um soco no House, pelas atitudes ou falta delas rsrs, mas apesar de tudo acho ele um máximo!!!! rss

    CSI eu nunca assisti de fato fato mesmo, só pedaços. Meu noivo que gosta muito ^^ Acho que ele tem uns episódios, vou assistir para conhecer =) Outro que ele ama é Super Natural! Fico apavorada com as coisas que ele conta!! Morro de medo! rsrss

    Bjos moça linda! Eu sou sua super fã ainda mais também rsrs

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito! A timidez pode ser um grande inimigo...dos mais fortes mesmo. Mas não podemos impedir que ela impeça nossa felicidade, né?

    ResponderExcluir
  26. Seu texto ficou ótimo, sabe eu me identifiquei um pouco, ás vezes sou tímido e as pessoas percebem isso, claro que eu já evolui muito, mais existem situações inesperadas que me fazem ficar com vergonha, é um sentimento ruim né? principalmente para os brancos que ficam com a bochecha toda vermelha, e ardendo.... ruiiim

    ResponderExcluir
  27. É muito legal. O amor ultrapassa a timidez e qualquer outros limites.


    Beijos e fique com Deus

    ResponderExcluir
  28. tem selo pra ti no meu blog.
    paz.
    http://silncioemtodoolugar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. aaa, que raiva flor, mas tem muitaas oportunidades mais. Obrigadaa, beijoos!

    ResponderExcluir
  30. esqueci: ah, minha foto é sem graça, acho que nem vou participar, mas mesmo assim, obrigada :D

    ResponderExcluir
  31. Olá, conheça o projeto Entrelinhas e participe da nossa primeira edição!!
    http://entrelinhas-projeto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Acho que nunca fui MUITO timida não rs
    Sou do tipo mais "dada" sabe? rs No bom sentido, claro.
    Ah, você pecou bastante no feriado? rs
    Beijos florzinha linda

    ResponderExcluir
  34. Nathy, porque você faz isso comigo? Você sempre me deixa suspirando com seus textos. Sempre tão lindos, tão intensos, tão bem escritos *-* Adorei o desenrolar do conto, não poderia ter sido melhor.

    xx

    ResponderExcluir
  35. Eu sou como os dois..super tímida,e às vezes essa timidez inibe a chance de sermos felizes.Mas ainda bem que ele voltou e teve coragem...Pois nesse vida,temos que ser corajosos.

    ResponderExcluir
  36. a timidez me empede de fazer várias coisas.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.