Infortúnio da Obsessão

Kelry,

Se chegou até aqui, provavelmente, foi movida pela curiosidade de saber o que eu, sendo sua pior inimiga, poderia tratar com você, por meio de uma carta.
É bem óbvio e você sabe perfeitamente do meu ódio incontestável por você. Eu sei que você roubava meu dinheiro escondido, enquanto tomava banho e que rasgava minhas roupas, quebrava minhas pulseiras dentro do meu baú de jóias e o deixava lá, para eu achar que aconteceu do nada. Pois você acha que sou boba, né? Mas realmente você acertou. Eu sou sim, só que não o bastante para fazer com que você me engane a vida toda. Descobri teus segredos, tuas maldades e agora as tuas armas estão em minhas mãos.
O pior, sua vigarista, ainda tem mais. Descobri mais e isso só foi o início para preparar-me para o pior.
Quando fui visitar mamãe no hospital, ela lembrou que você havia medicado-a com o remédio diário, só que deu alteração no sistema nervoso e ela precisou ser internada. A médica detectou que deram uma mistura gravíssima e ela só não morreu porque meu irmão a viu tremendo no chão e chegou a tempo para ser atendida.
Se você o ama tanto, não é matando minha mãe e destruindo minha vida que você irá conquistá-lo. Eu tenho dó de você e da sua família. Você não é digna do teto que mora, não merece os pais maravilhosos que tem e não vale o chão que pisa.
E saiba mais: Meu irmão casou-se com uma inglesa e não está mais no Brasil; mamãe teve alta do hospital e o seu final... Eu deixo para o término desta carta.
Eis a diferença entre nós: Eu tenho ódio pelas coisas que você fez, por todas as dores que fizeste-me passar, mas não guardarei esse sentimento dentro de mim, porque quem tem um inimigo dorme com ele, acorda com ele, alimenta-se e vive com ele. E, de você, eu não quero nem o pensamento. Por isso, hoje, apago-te da memória. Não tenho amor e nem ódio por você, apenas nem lembro mais sua existência.
Você não foi completamente um nada pra mim, reconheço sua importância. Sim, você foi. Porque você me fez crescer, me ensinou que não devo confiar inteiramente nas pessoas, o tanto quanto confiei em ti. Mas foi somente até aqui.

Agora o seu fim está logo atrás de você, esperando que termine de ler esta carta.
Você está presa, Kerly
.

Daquela que tinha você no passado como a melhor amiga,
mas hoje a tem como a maior lição de vida para valorizar cada instante vivido.

Magg.

Pauta para BLQ

16 Revelaram sentimentos:

  1. A vingança é um prato que se come frio. Ninguém precisa fazer nada, a vida faz.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Olha só quem voltou
    kkkkkkkkkkkkkkk

    Bejs Naty :D

    ResponderExcluir
  3. Não gosto desde negócio de Inimizade. Sério. Apesar de não gostar de muita gente, não consigo dizer que são meus inimigos. :S Beijos.

    ResponderExcluir
  4. :O Sempre surpreendendo, Naty! Que mente, a sua, rs!
    Essas decepções são típicas, não tão drásticas, mas igualmente avassaladoras. A dor causada por elas é eterna.
    Por isso é melhor se desvencilhar de todas as lembranças.

    Amei o texto!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. OLá, querida Naty
    A traição dói muito e creio ser a pior dor... abaixo do luto...
    Bjs de Domingo cheios de paz.

    ResponderExcluir
  6. Oi! Seu texto foi super interessante,gostei da forma como usou suas palavras.Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Gostei do teu texto! Adorei sua forma de expressar com as palavras!

    Eu posso te indicar? É só passar no meu blog e pegar o selo!

    http://lamoursda.blogspot.com/2011/02/selinho.html

    Ah! Claro,duas regrinhas:
    1ª Indique 10 blogs que vc gosta.
    2ºDiga 4 (maneiras) atos de amor que são importantes para você.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. É DO TEU LIVRO?
    Tava com saudades.
    Como vão as coisas?
    Some não. Eu sorri quando vi o seu nome na lista de comentários.
    Beijos te gosto demais garota =**

    ResponderExcluir
  9. Olá, amiga.

    Fiquei fora do ar por uns tempos.

    Passei para deixar meu abraço fraterno.

    Tenha uma semana abençoada.

    Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  10. e criança é tão sincera e simples que nem parece que conseguem dizer tudo aquilo neah.
    Beijoos Naty

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga

    Quando se perdoa alguém,
    também se liberta deste alguém.

    Que sempre haja em tua vida,
    sonhos por sonhar...

    ResponderExcluir
  12. assim não vale rs vc sempre ganha !! sinal que vc é mesm uma ótima escritora e inventora, por que afinal são contos! Hey naty já pensou em escrever um livro algum dia? bjo

    ResponderExcluir
  13. Minha querida

    Tinha saudades.
    Um texto belissimo como sempre, prende do princípio ao fim.

    Deixo beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  14. Nossa o_O haha, fiquei com medo, mas adorei a história, mereceu o primeiro lugar! beijos :*

    ResponderExcluir
  15. Gostei da carta, muito interessante e você escreve bem.
    Parabéns!
    E sobre os filmes que eu indiquei, repito que vale a pena assistir. rs
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. chica, esse é um daqueles textos q eu boto a mão no queixo e fico divagando, viu... (sim, eu fiz isso.. risas...)... uma realidade mto complexa e pesada essa...

    otros besos.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.