Resenha: Apenas um ano



Quando iniciei a leitura desse livro, confesso, não sabia nada da história. Na sinopse diz que o livro é uma “continuação” de Apenas um dia, em que agora a história passa a ser contada por Willem. Sou suspeita em falar da autora com maiores elogios porque li Se eu ficar e foi uma das maiores decepções que tive. Acredito que minha expectativa foi tanta que a esperança de melhora acabou na contracapa do livro.

Imaginei que ficaria perdida ao ler este sem ter acompanhado o anterior, porém, até que não fez tanta falta assim. Em Apenas um ano, Willem acorda confuso em um hospital francês; está machucado e sem lembrar-se da surra que tomou e nem o que aconteceu, apenas tem certeza de uma coisa: Lulu está esperando por ele. Aliás, esse é o apelido dela, ele sequer sabe o verdadeiro nome. Afinal, então, quem é Lulu? E o mais importante: onde encontrá-la?

Gosto de livros que a trama te prende do início ao fim. Não pense que sou adepta a leituras que enrolam o leitor e revelam a trama na última página do livro. Infelizmente, caro leitor, é isso o que acontece com esse livro. Willem passa por diversos apuros, além de lutar contra o seu próprio esquecimento, no entanto, a história não conseguiu atingir o clímax e me conquistar.

O fato é que todo o processo passado pelo protagonista causa certa dó e grande comoção em quem o lê. No entanto, para mim, a história não passa disso. Não senti emoção, tampouco me apeguei aos demais personagens. Não conheci muito sobre Allyson, ela aparece pouco neste segundo livro (ou praticamente nada, essa é a melhor definição, acredito).

Willem deveria voltar para Holanda, onde mora. Quando seu pai faleceu, sua mãe embarcou para a Índia. O jovem quer ir a qualquer lugar, desde que não seja para esse último. Ao ser expulso da universidade, ele decide viajar pelo mundo e convida Allyson para ir a Paris.

Ao falar do ponto positivo no livro, acreditem, ele existe, faço menção à narrativa. A autora conseguiu me cativar pela fluidez. O estilo narrado proporciona uma leitura rápida, embora a história se arraste e me desagrade por sua estrutura. No entanto, não há como negar a qualidade da autora nesse livro ao trabalhar a fluidez na narrativa.

A capa segue um pouco o do livro Se eu ficar; gosto da mensagem e das informações contidas nela. A diagramação é simples, mas bem agradável para se ler. Infelizmente, não vou indicar a obra. Mas, se você leu o primeiro livro, certamente gostará deste. Do contrário, sugiro que, se for ler, faça-o sem compromissos e tendo em mente a minha frase: “eu te avisei”.

Quotes:
“Não tenho certeza de que seja possível amar e manter algo em segurança ao mesmo tempo. Amar alguém é um ato tão intrinsecamente perigoso. No entanto, é no amor que está a segurança”.

“O amor não é algo que se protege. É algo que se arrisca”.


Título: Apenas um ano
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 352
Ano: 2015

15 Revelaram sentimentos:

  1. Naty, ainda não li nenhum dos livros da autora. Confesso que ainda estou indecisa sobre ler ou não ler, pois tenho visto tantos comentários negativos sobre seus livros que realmente não sei o que pensar. Por outro lado este parece ser muito bom, já que nos faz refletir sobre a vida em si, que causa uma boa reflexão no leitor.
    Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  2. Naty!
    Li os livros anteriores da autora e gostaria de ler esse também porque é a continuação.
    Willem deve ter ido em busca das memórias perdidas e deve ter sido uma longa jornada.
    Adoro a autora.
    “A gente todos os dias arruma os cabelos: por que não o coração?”(Provérbio Chinês)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Eu estou muito curiosa para ler esse livro. Quando eu terminei de ler 'Apenas Um Dia' eu quase surte por não saber o que tinha acontecido a hahah. Mas como faz tempo que li acabei relaxando e não comprei quando lançou esse, mas ainda estou curiosa e espero que nas próximas compras consiga incluir ele.

    Beijos.
    Blog Não Vivo Sem Livros

    ResponderExcluir
  4. Ja vi milhares de vezes falarem sobre esse livro e o q vem antes dele, mas nunca me deu vontade de ler ele não... depois da sua resenha até bateu uma curiosidade.. hehehe

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bom?
    Eu li o primeiro livro, mas não gostei nadinha. Acho que a ideia de jornadas de auto conhecimento não dá muito certo pra mim, sempre achei muito cansativo e, apesar de ter ficado bastante curiosa pra saber como a história termina, não foi suficiente pra tentar ler o segundo livro :/ E olha que também amei Se eu ficar <3 um dos meus livros favoritos, mas essa duologia não me conquistou tanto quanto a primeira '><
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  6. Não li nada dessa autora ainda, mas esse livro pretendo ler, pois a história me chamou muito a atenção, porém primeiro quero adquirir o primeiro livro esse e segundo, entretanto e narrado pela percepção do mocinho, e acho que vou gostar muito.

    ResponderExcluir
  7. Fernanda Pedotte09/11/2015 22:06

    Naty
    Eu li Se eu ficar da autora e não me cativou, agora estou aqui com a continuação e não consigo animar pra ler. Pela sua resenha esse segue o mesmo ritmo. Uma leitura sem compromisso, adorei sua resenha e a sinceridade.

    ResponderExcluir
  8. A capa também não me atraiu, muita informação para indicar a mesma coisa rs. A resenha está boa naty bj

    ResponderExcluir
  9. Oláá, tudo bem??
    Eu li o livro Se Eu Ficar da autora e não curti muito devido a autora dar uma enrolada na estória sabe, então meio que fiquei com um pé atrás em relação aos livros dela, fiquei decepcionada assim como você...
    Sobre este livro já li muitas resenhas negativas, porém ainda não havia lido uma que detalhasse com precisão como a sua os aspectos negativos encontrados, parabéns!
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
  10. Tenho este livro em casa só ainda não consegui ler, já li Se Eu Ficar e Eu Estou Aqui e gostei bastante dos dois.

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Naty :)
    Tenho o primeiro livro na prateleira, mas confesso que estou enrolando bastante para ler porque vi vários comentários negativos sobre ele. Pela sua resenha já percebi que esse também não é grande coisa! É uma pena, me encantei com a escrita da autora em "Se eu ficar" então estava ansiosa por essa leitura. Assim como você, adoro livros que me prendem do começo ao fim!
    Bj
    Visite: Blog Passeando com os livros

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Li os livros "Se eu ficar" e "Pra onde Ela Foi", o primeiro eu gostei, mas acredito que nem tinha necessidade do segundo só encheção de linguiça rsrs, mais gostei bastante da escrita da autora, e apesar de você ter citado alguns pontos negativos eu ainda quero muito ler.
    Bjocas!!

    ResponderExcluir
  13. Oi Naty!
    Eu vi o filme de Se eu ficar e gostei, mas não me animei a ler os livros da autora... Sei lá, tenho a impressão que são meio parados, não me dão vontade de ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  14. Olha quero muito ler esse livro, obviamente ler o primeiro antes desse, me parece ser muito bom, ja que se trata de Gayle Forman

    ResponderExcluir
  15. Esse livro está na minha lista de leitura a muito tempo mas vivo adiando a leitura mas após ler essa resenha quero pegar ele para ler logo.
    Eu adoro os livros da autora e essas capas no estilo "Se eu Ficar" são lindas.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.