Resenha: A queda dos Reinos



A queda dos reinos é o primeiro de seis livros que compõe a série, que leva o mesmo nome, escrita por Morgan Rhodes. Uma fantasia que fala sobre magia adormecida e sobre reinos que precisam se reerguer, mesmo que a custo de uma guerra.

Mytica é uma terra mágica e é nela que a história se passa. Composta por três reinos distintos entre si, Mytica já foi uma região próspera, rica, onde seus habitantes viviam em harmonia, onde bruxas e guardiões da magia eram facilmente encontrados, pois sua existência tinha um propósito: manter a Tétrade em segurança. E essa Tétrade, nada mais era, do que pedras especiais, que guardavam dentro de si toda a magia advinda dos quatro elementos da natureza: água, fogo, terra e ar. Era essa magia que tornava Mytica um lugar tão afortunado.

Acontece que as bruxas e guardiões, embora muito poderosos, eram também humanos. E como qualquer ser humano, sujeitos a serem corrompidos. Pelo amor, pela cobiça, pela necessidade de poder, pelo que fazia sentido para cada um. E por conta disso a Tétrade se desfez. E partir daí a Mytica como se conhecia, ruiu. E foi nesse ponto que os reinos começaram a se diferenciar entre si, pois cada um lidou com o sumiço da magia de maneira diferente. E desses reinos saem os quatro protagonistas da história.

Auranos é o Reino do sul, e a região que menos sofreu com o sumiço da Tétrade. É um lugar capaz de manter plantações diversas e luxos dispensáveis. Seus habitantes contam com um rei que é bondoso e justo. Nesse local conhecemos uma das protagonistas, a princesa Cleiona. Uma jovem prometida a um lorde que odeia, vista como impulsiva e voluntariosa, mas que carrega no coração força e pureza em quantidades suficientes para torná-la a líder que precisa ser.

Paelsia é o Reino médio, uma região miserável, sem perspectivas além de manter a plantação de uvas, o único alimento capaz de se desenvolver nas terras secas e sem vida do local. Isso afeta seus habitantes, que se tornam pessoas brutas, tidas como selvagens. Essa região não tem um rei, mas uma espécie de líder espiritual, que não compartilha da pobreza de seus seguidores, pelo contrário. É nesse cenário que conhecemos Jonas Agallon, o filho mais novo de um comerciante de vinhos. Um jovem que sonha em tornar Paelsia um lugar melhor e, para isso, se arma com força bruta, inteligência e uma necessidade de vingança proporcional à dor que sente.

Por último temos Limeros, o Reino do norte. Nessa região o inverno não dá trégua, e o clima frio e insípido se assemelha muito comportamento do Rei Sanguinário. Um tirano ganancioso que mantém o apoio de seus súditos através de matança e injustiça. Ele é pai dos dois últimos protagonistas.O  Príncipe Magnus, um jovem que mantém seus desejos e emoções escondidos, nem que para isso precise se mostrar cada vez mais parecido com o pai.  E Lúcia, a princesa de Limeros, o trunfo do rei. Uma jovem bondosa e bela, que vai se transformando e se descobrindo no decorrer da trama.


Em dado momento, esses jovens se encontram. Cada um de uma maneira, por um motivo. E a partir daí seus destinos se entrelaçam de tal maneira, que todas as expectativas relacionadas ao futuro de seus reinos passam a estar em suas mãos. Lutas e batalhas acontecem, a guerra tem início. Não apenas a guerra entre os reinos, mas a batalha interna travada por cada um dos protagonistas. É um livro que fala sobre a necessidade de ser forte, resiliente, esperto. Fala sobre a importância de manter o coração aberto, mesmo correndo o risco de sofrer pela dor da perda ou decepção.

A queda dos reinos é um livro cheio de pontos fortes, que deixa possibilidades para o amadurecimento da história nos livros seguintes. E embora eu tenha gostado da leitura, não posso dizer que de fato fiquei encantada e com aquela necessidade vital de virar as páginas. Talvez por ter se mostrado um pouco previsível. Talvez pela história ter se arrastado em determinados momentos. Ou pelo fato de ter me confundido algumas vezes, pois a história narrada em terceira pessoa mostra o ponto de vista dos quatro protagonistas. O que posso dizer, no fim das contas, é que é um livro legal, mas não meu favorito do gênero. Torço para que os próximos despertem sentimentos mais positivos em mim.

Com relação à edição da Seguinte, só tenho elogios. Fonte e gramatura do papel confortáveis à leitura, capa bonita. O leitor tem acesso ao mapa de Mytica, além de uma relação sobre os personagens principais de cada reino, um ponto positivo para quando o leitor se sentir confuso com a narrativa.

Quotes:
 “Se quiser algo, precisa ir atrás. Porque não vai cair do céu em suas mãos. Então vamos pegar de volta o que foi tirado de nós. E assim criaremos um futuro melhor para Paelsia.”

Ninguém nunca havia olhado para ela daquele jeito. Irado, brutal e extremamente hostil... mas havia algo mais ali. Como se ela fosse a única garota do mundo inteiro e agora ele possuísse uma parte dela. Ele a fazia perder o fôlego e ficar com o peito apertado.”

“Foi quando seu coração, partido em milhares de pedaços, lentamente começou a se transformar em gelo.”

Outras fotos:





 

 

Título: A Queda dos Reinos
Autor: Morgan Rhodes
Editora: Seguinte
Páginas: 400
Ano: 2013

15 Revelaram sentimentos:

  1. Oláa!!! Não li muitos do gênero, mas adorei os que eu li! Esse aí por exemplo parece ser MARA! E que capa linda!!! Fiquei super curiosa com a história desse livro!
    Bju!!

    www.lendo1bomlivro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Gostei da capa, lembra um pouco Assassin's Creed. Não sei se leria, apesar de pela resenha não ter nada a ver, não consigo não comparar esse tipo de leitura com As Cronicas de Gelo e Fogo :(
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - Participe do nosso SORTEIO do ANIME FRIENDS <3

    ResponderExcluir
  3. Oi, Krisna

    Adoro livros com mapas, sempre fico indo e voltando para ver onde os personagens estão! Hehehe
    Eu acho que vc sentiu essa previsibilidade pq ultimamente muitos livros com propostas parecidas com essa têm sido lançados, né?
    Apesar disso, as histórias sempre são bem ricas em aventuras. Eu não leria agora pq tenho outras prioridades, mas quem sabe no futuro...

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Esse livro tem tudo que eu amo em histórias de fantasias, fiquei com muita vontade de ler mas depois de ter terminado As Crônicas Saxônicas estou dando um tempo de series, principalmente longas desse jeito.

    ResponderExcluir
  5. Amo livros com magia,guerra,reinos,descobertas... essa série parece ser uma bela junção de todos esses aspectos, mesmo que deixe muito a desejar na função de entreter o leitor, também não gosto de leituras previsíveis, então acho que não conseguiria ler todos livros

    ResponderExcluir
  6. Realmente a capa é muito linda!
    Quando comecei a ler a resenha,já fiquei um pouco desanimada por ser uma série longa. Tenho dado preferência por livros que não são séries.
    Todas as vezes que começo a ler desisto de adquirir a sequência.
    Não gostei muito do enredo desse livro,e não entra para minha extensa lista de desejados.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    A capa desse livro está muito bonita e gosto muto desse gênero literário. Mas lendo sua resenha, que está ótima, não sei se leria a serie. Pelo menos no momento, pois series longas, estou evitando, caso contrário nunca chegarei a ler a minha lista infinita de leituras! Mas quem sabe em outro momento. Obrigada pela dica. Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Krisna.
    Eu quero muito ler essa série. Mas está dificil comprar, nunca vejo em promoção hehe. Adoro os livros do gênero e acho que iria gostar mais do que você hehe. As capas são sensacionais mesmo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Oii Krisna!
    Adorei a sinopse do livro, não conhecia e já qro ler! Me chamou bastante atenção, enredo fácil e parece ser bem agradável tbm...
    Qro mto conhecer essa série que me parece mto boa...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Já li alguns livros do gênero e essa premissa me agradou muito, ainda mais por cada reino possuir um personagem que o represente. A edição está mesmo muito bonita. Gostei muito da dica e da resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  11. Fantasia é um dos meu gêneros favoritos de literatura. Adorei o enredo desse, pois como você bem disse, traz vários pontos fortes e que podem amadurecer nos próximos livros da série. Porém, como eu estou fugindo de séries, principalmente aquelas longas demais, vou deixar pra conhecer em alguma outra oportunidade. Adorei a sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amei a resenha e as fotos *__*
    Esperava bem mais do livro, achei que ia ser uma história mara pena que ele não supera as expectativas, mas essa capa achei super linda <3
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. São seis livros então. Ah, respondeu a pergunta que vivo me fazendo quando vejo essa série. Tenho os três primeiros e queria o 4º pra ver se lia logo. Esse primeiro parece um tantinho confuso mesmo, algumas vezes meio arrastado, mas acho que pra um começo de série ele até que é bom. Vai introduzindo umas coisinhas, te ambientando...
    Vi muita gente falando bem dos próximos, então espero que a série cresça em relação a conteúdo, escrita e graça. Pode ser muito boa, mas aí só lendo mesmo pra gente ver o que acha né. Eu gostei do jeito dela e do que vi o pessoal falando. Acho que é dessas histórias que acabo curtindo muito ler.

    ResponderExcluir
  14. Olá. Fiquei curioso para ler esse livro. Realmente esse universo literário é muito explorado, mas depende da criatividade do autor e da capacidade dele de nos cativar para o livro obter sucesso. Espero que a trama se desenvolva melhor nos próximos livros, pois A Queda dos Reinos tem tudo para ser uma série magnífica. Abraços

    ResponderExcluir
  15. Adoro livros de fantasia e esse parece ser bem legal!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.