Resenha: Pax


Olá gente linda,

sabe quando você está lendo um livro, e no decorrer da leitura fica chutando possíveis finais? Eu faço isso o tempo todo. Quando comecei a ler Pax não foi diferente. Na minha opinião, estava lendo um livro fofo, porém previsível. Então veio o final do livro e a autora me deu uma rasteira que me quebrou as pernas hahaha. 

O final desse livro definitivamente não estava dentre os meus palpites. Às vezes, eu acho que os autores ficam horas da noite, acordados na cama, pensando em formas literárias de nos surpreender ou fazer sofrer. “Bora” falar da história?


Pax e Peter são amigos inseparáveis. Peter salvou e acolheu a pequena raposa quando esta tinha apena alguns dias de vida. Pax foi o único da sua família que sobreviveu e com certeza também teria morrido se o menino não o tivesse encontrado. Desde então, os dois têm sido assim: inseparáveis. 

Sempre brincando juntos, companheiros de aventuras e de peraltices. Mas com a chegada da guerra, o pai de Peter se alista no exército e Peter é obrigado a morar com seu avô. Em consequência disso, precisa deixar Pax para trás, pois o velho não aceitaria a raposa em sua casa. Após chegar à casa do avô, Peter não consegue ficar em paz consigo mesmo. Ele sabe que foi errado abandonar Pax e sente que o seu lugar é ao lado da sua raposa. Resolve então largar tudo e procurar seu melhor amigo. Enquanto isso, Pax descobre, aos poucos, as vantagens e desvantagens da vida livre na natureza. Mas ele não se conforma, Peter jamais o abandonaria. E decide a todo custo encontrá-lo. Mas será que as coisas são assim tão simples?


Vou confessar pra vocês que imaginei o Pax sendo o meu querido Max, e meu coração bateu mais rápido. Acho que por esse motivo o livro me fisgou. E quando Pax percebeu que Peter “agiu com falsidade”, deu um aperto muito forte no meu peito. 

Defensora maluca dos Pets como sou, o abandono é algo inadmissível para mim. Um pet é um membro da família. Se alguém não enxerga dessa forma, é porque alguma coisa está errada e garanto que não é com o bichinho. Quando o livro atingiu o ápice, a autora olhou pra mim e disse: “Você não sabe de nada, Silvana Hornburg” hahaha. Então fiquei ali, com todas as minhas previsões espalhadas pelo vento, pois a autora deu um fim que eu não cheguei a cogitar. Veja bem, pode não ser algo inédito para muitas pessoas, mas para mim foi uma grande surpresa.


Um livro lindo, com ilustrações fofíssimas, a fonte super confortável, capa dura… Tudo lindo! Palmas pra Intrínseca \o/

Uma curiosidade: Eu não sabia até então, mas nos EUA você pode ter uma raposa de estimação em casa, sem ser considerado um fora da lei.

Abraços

Quote:

"Deve ter sido difícil para você. Um dia qualquer, sua mãe pega o carro para ir ao mercado e não volta mais."


Título: Pax
Autor: Sara Pennypacker
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Ano: 2016

24 Revelaram sentimentos:

  1. Oi, Sil! Tudo bem?
    Desde que esse livro foi anunciado, só vejo as pessoas com corações derretidos e chorosos, não tinha tanto interesse assim para ler ele, mas a cada foto, a cada comentário ou resenha, fico com vontade hahaha
    Adorei sua resenha, foi incrível, assim como o livro deve ser.
    Bjs!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo,
      leia sim. Mas não é um livro com muito drama. É um livro fofo, que nos mostra uma amizade muito forte, nos mostra o peso do arrependimento e o respeito com os animais. Não espere tragédias.
      Beijoss

      Excluir
  2. Oi, Sil!
    Devo confessar que até agora não consigo imaginar um final pra esse livro que não seja previsível e fofinho, mas sempre vejo resenhas dizendo como é inesperado e tudo mais. Por enquanto não me interessei pelo livro, acho que talvez saber qual foi a tal reviravolta despertasse meu interesse, mas enquanto isso apenas acho uma capa bonita com uma história fofa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciana,
      também achei que seria previsível. Acho que por isso me surpreendeu. Não deixa de ser uma capa bonita com uma historia fofa, mas nos traz também lições de respeito, amizade e culpa.
      Abraços

      Excluir
  3. Quero muito ler este livro, assim como você gosto muito dos animais, e amo história que trazem eles em seu enredo, principalmente quando são domésticos. Fiquei com muita pena da Pax e fiquei super curiosa para descobrir qual foi esse final que te surpreendeu tanto. Amei a resenha e a dica.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mayla,

      quando ler, compartilhe conosco sua opinião.

      Abraço

      Excluir
  4. Silvana!
    Livros com bichinhos sempre me comovem.
    Tenho meus pets e são como da família também, nem sei o que faria se por acaso eles não estiverem por perto, que dirá abandoná-las...
    Espero poder ler Pax e me emocionar com a história.
    “Das coisas que a sabedoria proporciona para tornar a vida inteiramente feliz, a maior de todas é uma amizade”.(Epicuro)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudy,
      prepare o coração. Mas não espere tragédias.
      Abraços

      Excluir
  5. Ai esse livro! Parece ser tão fofo e tenho uma vontade louca de ler. A história é cheia de coisas legais e também gosto de animais, então só isso já deu vontade de ler. E quero só ver se ele tem um final que surpreende mesmo. Me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cris,
      leia e compartilhe o que achou.
      Abraços

      Excluir
  6. Oi, Silvana!
    Resenha linda e perfeita! Concordo plenamente, um pet é um membro da família, para ser amado e respeitado!
    Tenho muita vontade de ler esse livro. A capa é linda e a premissa já toca fundo no meu coração. Sua resenha me deixou mais ansiosa pela leitura!
    Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Márcia,

      que bom que gostou!!! "Bora" ler? \o/
      Beijos

      Excluir
  7. Livros com animais são meu ponto fraco, eu geralmente evito a leitura pq sei que vou sofrer muito.
    Esse parece ser muito lindo mas sei que vai me fazer sofrer por um tempo e no momento quero fugir de sofrimento hahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maíra,

      sei como é isso de não querer sofrer com um livro.
      Abraços

      Excluir
  8. Olá! Tô louca pra ler esse livro, o enredo é excelente, e assim como louca por animais, e claro pelo meu filho de 4 patas, concordo com vc...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline,

      leia e nos conte o que achou \o/
      beijos

      Excluir
  9. Olá, Sil.
    Não sabia que lá raposa era animal de estimação hehe. A gente não é acostumado com esse tipo de animal. também não me conformo com as pessoas que abandonam seus animais. para mim são como se fossem membros da minha família. Eu não tinha me interessado pro esse livro, mas agora quero ele. E ainda mais se é de capa dura hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil,

      leia sim!!! Pra quem gosta de animais, esse livro serve como uma luva.
      Abraços

      Excluir
  10. Oi Silvana!
    Concordo com você, um pet é um membro da família sim, eu tenho 2 cachorros que são os amores da minha vida, não vivo sem eles ♥
    Esse livro já havia me conquistado desde o lançamento, a sinopse me fisgou, um livro que fala sobre o verdadeiro valor da amizade de um menino e sua raposa, com uma trama repleta de lições valiosas com certeza vai ganhar o meu coração. Como uma apaixonada e protetora de animais, sei que não é fácil ter que se separar do fiel amigo, com certeza vou ficar cativada por essa amizade tão pura e sincera entre o Peter e Pax.
    Capa dura, ilustrações lindas, tudo para deixa o livro ainda mais amorzinho. A diagramação do livro está impecável, a editora caprichou mais uma vez
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Micheli,
      tenho seis, e os lazarentos dão um trabalho danado! Mas não penso nunca em abandonar algum deles. Todos amados também :)
      Leia e compartilhe conosco o que achou.
      Beijos

      Excluir
  11. Sério que o final é de surpreender?
    Minha primeira impressão é daqueles livros bem fofos,pelos pontos mostrados na resenha,ele é mais profundo que imaginei.
    Tem ilustrações também?! *.*
    Pode ter raposa de estimação nos EUA,não sabia o.O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helen,
      sim, parecia um livro previsivel, mas me surpreendeu.
      Abraços

      Excluir
  12. Esse é um livro que eu tenho namorado de longe já faz algum tempo. Se quer saber, sempre me lembrou muito o desenho do cão e a raposa. No entanto, percebe-se que é tão fofo quanto, mas tem uma história bem diferente. E concordo com você, para mim os pets são parte da família, ai de quem disser o contrário.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Além de amar animais, eu amo qualquer livro que os tenha como personagem (quer dizer, eu faço veterinária, né. Aí tu imagina hahaha), então desde o momento em que eu vi sobre o lançamento desse livro eu o desejei. Saber que é um livro bem escrito e q a autora consegue nos surpreender com o final simplesmente aumentou ainda mais minha vontade de ler.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.