Resenha: Flor do Ártico


Flor do Ártico é narrado por Alane, uma jovem que está se recuperando do luto pelo namorado que faleceu em um acidente de carro em que ela também estava. Só se passou um mês da tragédia e as memórias ainda a atormentam a ponto de não conseguir se alimentar direito, o que a deixa muito fraca, e é por isso que, durante uma caminhada no parque, ela desmaia e é salva por um estranho.

Ao acordar na casa desse estranho, ela se sente confusa e a assustada ao perceber que ele esconde parte do rosto com uma máscara, o homem é muito ranzinza mas consegue passar um pouco de segurança para a jovem ao explicar que a encontrou desacordada no parque perto do anoitecer. Ainda muito fraca, ela vai e volta à consciência enquanto esse homem está ali sempre presente para ajudá-la, assim que ela se recupera ele pede que um amigo a leve para casa e deixa-a sem nenhum tipo de informação pessoal, nem mesmo o seu nome.

Alane que tem um espírito impetuoso, decide que sua nova missão de vida é transformar esse homem misterioso e ranzinza em alguém mais agradável e acessível. Assim começa a visitá-lo e, curiosa, logo descobre que seu nome é Mathias e que por baixo da máscara ele esconde cicatrizes que se estendem por 30% do corpo. No início, Mathias a recebe com seu jeito malcomportado de sempre, mas ela com seu espírito jovem e teimosia não desiste; aos poucos ele se rende à presença dela e, mais do que isso, começa a ansiar por cada visita. Os dois desenvolvem uma amizade muito grande e com a insistência de Alane, Mathias começa a sair mais de casa, a rever os amigos e também aos poucos vai perdendo o medo de assustar as pessoas ao exibir suas cicatrizes. Quando Alane muda de cidade para cursar faculdade, Mathias percebe o quanto sua presença irritante faz falta e que ela não só conseguiu tirá-lo do esconderijo, mas que também preparou seu coração para o amor.

Logo os sentimentos de amizade vão se tornando algo mais, mas tanto Mathias quanto Alane ficam com medo de acabar com a amizade tão bonita que conseguiram criar e, nas poucas visitas da jovem, ele não diz o que sente, mas dá pequenas pistas que a levam à loucura.

Esconder seus sentimentos pode até ser uma boa escolha, pois Mathias guarda segredos que, quando descobertos, poderão levar Alane para longe e acabar com o precioso relacionamento que eles criaram.

A flor do ártico é conhecida por sobreviver a invernos rigorosos e considerando as provações pelas quais Mathias e Alane passam, vejo que a autora não poderia ter escolhido um título melhor, encontrei alguns erros gramaticais mas foram tão poucos que não diminuem nem um pouco o valor da obra. A diagramação é linda como vocês podem ver nas imagens. Esse foi o segundo livro da autora que eu li e sem dúvidas foi o melhor. A narrativa remete ao clássico A Bela e a Fera, mas a autora soube criar nessa base um romance atual e encantador, sabe aqueles mocinhos e mocinhas que implicam um com o outro o tempo todo e que a gente se apaixona pela personalidade deles e não quer mais que o livro acabe? Foi exatamente o que senti lendo esse livro. Quando terminei o maior sentimento que ficou foi o de saudade. Exatamente por ter me sentido assim, que digo: leiam esse livro pelamor.


Quotes:

“[...] parece que nada pode nos vencer, nada pode tirar nossa energia. Porém a morte se mostra uma inimiga bem rígida. Sem classe, sem idade, sem cor ou credo.” (p. 01)

“Ninguém fica calejado de repente. Nós nos protegemos dos outros quando o sofrimento é insuportável.” (pág. 31)

“[...] sou como uma roupa velha. Você pode remendar, passar e lavar, mas nunca vai deixar de ser velha. Meu espírito possui mais cicatrizes do que o meu corpo.” (p. 62)

“Quem disse que você sabe o que eu quero? A realidade é feita de sonhos construídos, seu tolo.” (p. 132)


Autora: Marcia Reis Macevan
Editora: Angel
Páginas: 234
Ano: 2016

18 Revelaram sentimentos:

  1. Que foto maravilhosa!!
    Eu tô bem precisando de uma leitura assim viu... Quero acrescentar mais em 2017... Adorei seu post flor!! Bjus!!!!

    lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day que bom que gostou! Leia mesmo e se lembrar volta aqui pra me dizer oq achou, que seu 2017 seja repleto de boas leituras 😘

      Excluir
  2. Oie, tudo bem?
    Adorei a resenha, é bem o meu tipo de livro! E as fotos estão maravilhosas!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    O tempo todo que li sua resenha fiquei pensando em Bela e a Fera. Adoro quando o autor mesmo baseando o livro em histórias clássicas consegue ser bem original.
    Beijos,
    teattimee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Humm, achei a história bem interessante. E se for desses romances com casal que implica e depois vira amor já acho que iria gostar, porque histórias assim tendem a me prender. Se remete até ao clássico de A Bela e A fera então deve ser uma boa história. Gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris, entao coloca na lista que esse livro tem exatamente isso. Tambem adoro romances com mocinhos e mocinhas brigões e bem humorados, me agarrei nele.

      Excluir
  5. Jéssica!
    Adoro as releituras dos contos de fadas e A Bela e a Fera é meu favorito.
    Bom ver uma releitura bem contemporânea, onde a paixão vai surgindo de forma crescente e melhorando a vida dos dois protagonistas.
    Nem os pequenos erros gramaticais me impedirá de fazer a leitura desse livro.
    “Desejo a você e a sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!”
    (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obgda Rudy, e são bem poucos viu, encontrei uns quatro apenas, já vi mais que isso em bestsellers de editora grande.

      Excluir
  6. Parece ser uma historia linda de superação, é muito bom quando encontramos alguém que nos ajuda a dar outro rumo em nossas vidas, bela atitude da personagem em ajudar o Mathias, fiquei intrigada com esses segredos que ele possui, que pode acabar com esse relacionamento que eles construíram.

    ResponderExcluir
  7. Ai que resenha linda! Acabei de ler com a sensação de: preciso desse livro para ontem! A história de superação e de redescoberta parece incrível. Dois estranhos que encontraram apoio e entendimento um no outro em momentos tão difíceis. Foi para a minha lista com certeza!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Jéssica.
    Quando comecei a ler logo percebei que era uma releitura de A Bela e A fera que amo e por isso fiquei bastante interessada na leitura. Só não gostei dessa capa. Já estou um pouco cheia de livros com casal na capa hehe. Mas gostei do nome do livro e da referencia. Se der eu vou ler ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. É assim que os leitores se vingam de nós, autores. Fazemos eles chorarem com a história, e os leitores nos fazem chorar com lindas resenhas. Bom Jéssica, eu tô emocionada. A Bela e a Fera é uma linda referência, mas também usei o Eric de o Fantasma da Ópera para criar meu Mathias. O que mais posso dizer? 10, 10, 10. Excelente resenha. Amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah essa pobre leitora não sabe nadika sobre o fantasma da ópera rss que bom que vc chorou porque eu desidratei em alguns momentos desse livro viu :/

      Excluir
  10. Não gostei da premissa do livro, me pareceu muito fórmula de filme de sessão da tarde, não que isso seja ruim mas é algo que não funciona para mim.
    Dessa vez eu passo a leitura.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas ao ler a resenha fiquei bem interessada para poder ler, gostei muito dessa historia que parece ser linda, e fiquei curiosa sobre esse segredo do Mathias, gostei da capa e adorei o nome do livro, parece combinar com a historia !!

    ResponderExcluir
  12. Percebe-se que o livro se trata de superação, e eu adoro livros que abordam esse tipo de tema, mostrando como as pessoas seguem em frente depois de certos acontecimentos. Apesar do enredo ser fraquinho, deve ser fofo.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  13. Olá...
    Confesso que a princípio não enxerguei o livro como uma releitura de A bela e a fera. Gostei bastante da resenha e fiquei bastante curiosa para fazer a leitura desse livro... Gostei também da relação do título do livro "Flor do Ártico" com as provações passadas por Mathias e Alane. Com certeza um livro que entrou para a minha lista de leituras...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  14. Oi, Jessica!!
    Adorei a resenha!! A premissa do livro parece ser muito legal!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.