Resenha: Até você ser minha


Nem tudo é o que parece!

Até você ser minha é um título que não gostei, no início; criei diversas possibilidades para a história por conta do nome, mas nenhuma era o que de fato é. Esse elemento foi um dos fatores positivos da obra – embora não seja assim o tempo todo.

Alguns detalhes me incomodaram no decorrer da leitura e, por esse fator, demorei uns longos meses para ler. Não foram três ou quatro, foram uns seis meses enrolando para dar continuidade e não abandonar a obra.

Claudia Morgan é assistente social e está prestes a realizar o seu maior sonho: ser mãe de uma menina. Seu marido, James, é oficial da Marinha e passa semanas longe de casa, mas, quando retorna, o carinho e atenção é sempre o mesmo.


Ela está sozinha...

Além de sua profissão, Claudia cuida dos gêmeos, filhos do primeiro casamento de James. Pelo fato de ter uma vida corrida, ela e James decidem contratar uma babá. Zoe Harper possui as melhores recomendações e, de cara, já conquista as crianças com seu jeito encantador. No entanto, há algo nela que Claudia não consegue entender, mas acredita ter outros motivos para ela se aproximar da família.

A autora já demonstra que a babá não é quem diz ser; pensamos que ela possivelmente forjou sua identidade e tem outros propósitos naquele lugar. Depois de tantos argumentos, fica difícil não acreditar no que a grávida imagina.


Vulnerável...

Claudia começa a suspeitar quando vários ataques brutais começam a ocorrer e assassinam mulheres grávidas. Ela passa a ter medo da babá e decide investigar alguns de seus objetos. Os investigadores, Lorraine Fisher e Adam Scott, precisam descobrir quem é esse serial killer que tortura essas gestantes.

O leitor não está preparado para tudo, nem mesmo para a narrativa que se torna bastante confusa (e essa é a real intenção da autora, acredito). Acontece que essa narrativa intercalada deixa o leitor cansado e, quando descobrimos a verdade, vimos que fomos enganados totalmente. É até difícil enxergar a realidade quando estamos diante de um conflito na hora da leitura. Achei que essa mistura foi uma jogada da autora para ninguém gritar: xeque-mate.

Muito me incomoda o fato de as respostas para as perguntas estarem na última página do livro, é como se fosse uma forma de prender o leitor com 500 mil páginas e, na última, revelar tudo o que precisamos saber. Perde a graça, perde a essência e a história perde um pouco da sua naturalidade.


E tem algo que outra pessoa quer...

O Skoob indica que a trama terá continuação e isso conforta meu pobre coração. Não é que o livro tenha acabado sem sentido; ele apenas permite um segundo volume a fim de que muitas respostas sejam dadas, as quais ficaram pendentes e, com isso, preencher lacunas que um leitor, detalhista como eu, desejaria.

Não se pode aprofundar muito no contexto, pois os spoilers podem surgir. A trama foi bem trancada e qualquer coisa solta poderá servir de informações a quem vai ler, o que pode perder a graça.

A qualquer custo!

O fato de a obra conter esses pontos negativos não quer dizer que não haja positivos. A obra conquista o leitor pela capacidade de convencer e mostrar que nem tudo é como imaginamos, e não existe nada na história que nos faça crer o contrário disso, ao concluirmos a leitura. Por esse fator, indico o livro, pois, por mais que eu tenha pensado em abandonar, a obra ainda ganhou 4 estrelas por sua qualidade.

Quote:
“–Vocês têm sorte. Não sabem como é querer tanto um bebê. Na verdade, é uma dor na alma, um enorme buraco em sua própria existência. É o verdadeiro significado de coração despedaçado.” (p. 142)

Outras fotos:


  
Título: Até você ser minha
Autora: Samantha Heyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Ano: 2015

32 Revelaram sentimentos:

  1. Natália!
    Bem, durante todo enredo tive a impressão de que a premissa é boa, carregada de mistérios, agora quanto a forma da escrita, daí tive a impressão que ficou a desejar, principalmente porque só tem um desfecho na última página e ainda deixando a possibilidade para um novo exemplar...
    Bem na dúvida sobre essa leitura.
    Desejo uma semana de luz e paz!
    “A dúvida é o princípio da sabedoria.” (Aristóteles)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muitos mistérios, sim, Rudy. É isso que faz a obra valer a pena.

      Excluir
  2. Que livro mais estranho, principalmente porque a leitura não flui, por ser confusa, apesar da autora ter desejado isso, talvez ela poderia ter optado, por um desenrolar mais rápido, sem enrolação como acontece nesse livro. Enfim, a premissa cheia de mistério, queria conhecer mais sobre as personagens, porém não sei se daria chance para essa leitura, tão lenta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é que não flui, Lana.
      Eu demorei a engatar porque estava lendo várias coisas para faculdade e acabei que não me prendi à história.

      Excluir
  3. Oi, Natalia.
    Não sei bem se leria o livro justamente pelos pontos que você citou. Sou daquelas que quando a história não me prende, eu enrolo, empurro com a barriga mas não leio. Não quero que a obra entre nesta lista.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro não é exatamente assim, Miriã. Acho que vale a pena dar uma chance.
      No final de tudo, a gente se surpreende e isso é um ponto positivo.

      Excluir
  4. Oi Natalia, essa história parece conter um bom suspense e acho positivo o fato de não ter sido o esperado, mais assim como você não curto soluções na última página, prefiro ter várias surpresas ao longo do livro. Suspenses dificilmente figuram entre minhas leituras, mas vou anotar a dica e ficar de olho nas resenhas da continuação, quando for lançada, pra ver se arrisco :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, esse é o problema, os mistérios são respondidos bem assim, o que não gosto.
      Incomoda um pouco, mas não vi como totalmente ruim para esse livro em si.

      Excluir
  5. Oi Natália! A premissa é ótima, mas tive a impressão de que a leitura é um tanto chata e enfadonha. Me pareceu terrível a idéia de ler um livro inteiro cheio de mistérios e só encontrar as respostas na última página e ainda ter que esperar um segundo volume para amarrar totalmente a trama :-P. Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um pouco terrível isso sim. Teve uma parte que tive de ler 2 vezes, pois não estava acreditando naquilo, que aquilo era o que eu entendi ou se eu estava confusa. E era realmente aquilo.

      Excluir
  6. Olá, Natalia.
    Pelo título eu imaginava que fosse alguns livro New Adult ou erótico hehe. Mesmo com os pontos negativos que você mostrou, é uma obra que me interessa. Então vou deixar anotado para ler mais para frente, já que agora só estou lendo os que já estão parados na minha estante e os de parceria hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IIIIIIIIIIIIIIIISSSSSO, Sil. Foi por isso que no início eu disse que não gostei do título. Eita hahaha. Era para eu ser clara, mas você entendeu kkkkkkk

      Excluir
  7. Quando vi esse livro gostei da sinopse dele e me pareceu ser uma boa história. Ainda acho isso, apesar de que por tudo que falou me deixou um tantinho desanimada. E nossa, demorou pra ler MESMO heim! Mas acho que entendo o que sentiu. Tem umas leituras que fica até difícil de ler, que cansam mesmo e só dando um tempo pra poder continuar e não abandonar. Aí a gente acaba arrastando tudo. Mas achei meio zoado deixar as respostas pra tudo na ultima página. Imagino se não ficaria meio fula da vida com isso....Talvez não, mas sei lá né. Só lendo pra entender tudo isso. Tem seus lados ruins, mas acho que no geral é uma boa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é assim mesmo, Cris. Só lendo para entender e, às vezes, a pessoa pode gostar mais e achar a narrativa melhor.

      Excluir
  8. O livro tinha tudo para ser aquele do tipo que vc não consegue largar até descobrir tudo, achei a premissa interessante, pena que seja tão enrolado.
    Outra coisa que me incomodou foi o fato de ter continuação, para mim faria mais sentido o livro ser menos enrolado e esclarecer tudo num volume único.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a continuação não é de todo ruim. De fato, poderia acabar tudo naquele livro e pronto final, mas deve vir mais suspense por aí. Vamos ver rs

      Excluir
  9. Oooi!!

    Eu ainda não conhecia a obra, mas pela capa e titulo eu achei que fosse ou um romance agua com açucar ou um hot hahahaha
    De fato, acho interessante esse tipo de mistério- com serial killer e tal- e fiquei com muita vontade de ler, mesmo tendo continuação e mesmo vc tendo demorado seis meses pra ler hahaha

    bjbj


    Lá... E de volta outra vez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo nome é o que parece mesmo hahaha.
      Acho que muita gente pensa isso rs

      Excluir
  10. Oi Nathy!
    Eu já estava doida pra ler esse livro, agora sua resenha só aumentou minha vontade!
    É lindo!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi o motivo, mas que bom então hahaha

      Excluir
    2. Desde q conheci através de uma amiga eu estava interessada em ler, li apenas essa resenha sobre a obra e me interessei mais ainda em ler...

      Excluir
  11. Oi, Naty
    Muito ruim não ter as respostas no decorrer do livro e ter somente no final. Gosto quando o livro nos pega de surpresa e acontece o que não imaginávamos, mas ficar sem respostas é ruim. Confesso que não sabia que esse livro tinha continuação. Gostei da dica, só não sei se leria no momento.

    ResponderExcluir
  12. Parece ser bem misterioso, com esse assassino a solta o estranho é que só vai atrás das grávidas e essa babá misteriosa que é perfeita demais, deve ter algum segredo ou ela própria é a assassina fiquei curiosa em saber o desenrolar da trama. Só não gostei de deixar as resposta pra última página deve ser um final corrido devia ir dando as respostas aos poucos.

    ResponderExcluir
  13. Poxa, eu não curto muito livros que deixam os mistérios e a resposta para serem resolvidos e descobertos apenas na última página. Gosto quando ao longo dos capítulos eles vão se desenrolando até que acabe. Apesar disso eu fiquei curiosa para saber qual o mistério daquela babá e das tragédias que estão acontecendo com as grávidas.

    ResponderExcluir
  14. O livro me lembrou um pouquinho um outro chamado Cuco, mas no caso de Cuco não é uma babá mas a amiga de uma mulher que ela a convida para morar com os filhos em sua casa depois que uma tragédia acontece, mas o que era pra ser um tempinho acabou ficando um tempão e muitas coisas acontecem e a amiga interfere muito na vida até um ponto que... não posso contar kkk
    Parece um livro cheio de mistérios e fiquei querendo saber o que tanto essa babá tem de misteriosa.

    ResponderExcluir
  15. Oi Natalia,livros em que se têm assassinatos e a trama gira em torno da suspeita de quem é o assassino e por que ele está fazendo isso me interessa bastante,mesmo não sendo o tipo de leitura prioritária,mas eu me interesso em ler pois acho demais ir tentando pegar as pistas e ver o desenrolar da trama p/ se chegar ao culpado,e o melhor,no geral esses livros sempre surpreendem,e uma das melhores coisas na leitura é ser surpreendido! Fiquei c/ um pé atrás com o fato de a grande revelação ficar p/ o final,ou melhor,pelo que eu entendi da sua resenha (desculpa se estiver errada),praticamente nada,durante a trama inteira do livro foi servindo de elemento e pista p/ o desenrolar do descobrimento do mistério final,e sim,o que desencadeou isso foi apenas fatos nos finais,então não parece uma trama que vai sendo desenrolada ao longo da história e sim só no fim. Achei estranho um livro desse jeito viu,gosto de ir tentando juntar as peças ao longo da trama.
    No mais,eu pensei que era a única que levei uns 3 meses p/ ler um livro,mas vc me superou kkk 6 meses :o Mas pelo menos temos algo em comum,não é que a trama seja ruim,e sim que por conta da falta de tempo,no meu caso tb faculdade,vc não consegue se concentrar e conectar com a trama de cara,ai só lendo aos pingados mesmo rsrs
    Beijoss

    ResponderExcluir
  16. Oi, Natália!!
    Já conhecia esse livro há algum tempo só que nunca tive oportunidade de lê-lo. Como sou uma grande fã de livros de mistério e suspense e esse livro tem, é muitos elementos desses dois quesitos. Foi por isso que esse livro chamou minha atenção. Espero ler esse livro em breve e fiquei mais tranquila quando soube que vai ter continuação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  17. tenho que concordar com vc: eu tb odiei o nome do livro, a primeira vez que eu vi foi numa das turnês, mas já achei estranho o nome está todo riscado na capa então vi que tinha algo de diferente
    e depois que apresentaram vi que não tinha era nada com o que eu tinha pensado e fiquei curiosa para ler, mas acabei me esquecendo dele
    ah, eu chamo descrevo esse tipo de história como novela da globo tudo aparece no cap final e as vezes acaba ficando meio corrido
    adorei sua resenha e como eu adoro livros de suspense vou colocar na minha lista

    ResponderExcluir
  18. Pelo título, eu esperava algo bem diferente dessa história hahaha
    A história do livro parece ser bem interessante, e me deixou muito curiosa. A narrativa realmente parece ser bem confusa, e acho que também não vou gostar de tudo sendo revelado só no final. Mas eu realmente fiquei bem curiosa, e acho que vou ler esse livro haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Natalia...
    Primeiramente preciso dizer que as fotos desse post ficaram lindas!!! Jamais imaginaria uma trama dessas com esse título... Preciso confessar que a história não chamou minha atenção e que além de confusa a obra deixa um pouco a desejar... Achoq ue esse livro não funcionaria pra mim...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  20. Fiquei super curiosa para descobrir quem é essa serial Killer. Gostei de saber que a autora brinca com o leitor, levando ele a crer em algo que não é, nos surpreendendo. Gostei muito da dica e resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  21. Não sei se é porque eu tava com a expectativa lá em cima com esse livro ou se ele foi mal escrito mesmo, mas eu odiei. Até fiz um vídeo na época dizendo isso eiuheiuehiueh (mas deixei oculto por motivos de: vergonha)
    A trama tinha tudo pra dar certo, o final foi surpreendente (pelo menos pra mim), mas não entendi por que focar tanto no drama da policial e o marido dela e tão pouco no que realmente importava ¬¬ eu não demorei tanto assim pra ler, mas definitivamente me obriguei a terminar só pela curiosidade, mesmo.
    Não ouvi nada sobre continuação, mas de qualquer forma não tenho o menor interesse em ler.

    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.