Resenha: Peter Pan


Olá pessoal! Tudo bem com vocês?

Quem não conhece ainda as aventuras de Peter Pan e Wendy na Terra do Nunca? Pode até ser que você não tenha lido a obra de J. M. Barrie, mas deve ter visto nem que seja um pedacinho da adaptação da Disney que fez parte da infância de quem nasceu a partir da década de 90.

Não é novidade que o menino que não queria crescer encanta a todos com suas aventuras tão singulares, não é mesmo? E fazer parte dessas aventuras através da leitura para mim foi uma novidade e me senti fascinada por finalmente ter essa experiência.
Quando os pais de Wendy deixam ela e os irmãos aos cuidados de Naná, a cachorra-babá, eles não poderiam imaginar que justo naquele dia Peter iria aparecer acompanhado da fada Sininho e convencer a todos de que uma visita a Terra do Nunca seria uma boa ideia.


A Terra do Nunca é um lugar mágico formado pelos sonhos das crianças e é por isso que quando as crianças lá chegam, encontram vestígios de suas próprias criações. De todos, Wendy é a única sensata o suficiente para perceber quando algo é perigoso ou está errado, claro que seria assim, pois sendo a única menina entre os garotos perdidos, assumiria a função de mãe, algo que Wendy aprecia, pois, o instinto materno dela é muito forte e foi tratado como certo pelo autor, que foi bastante influenciado pela época em que vivia, quando a maior realização de uma mulher era ser mãe.

E assim as crianças partem nessa aventura, nadando com sereias, salvando princesas indígenas e sendo perseguidas pelo Capitão Gancho, maior inimigo de Peter, tudo porque Peter decepou sua mão e jogou para um jacaré comer. Algo bem natural não é mesmo? E também é muito natural que o jacaré, tendo provado de algo tão saboroso, persiga o Capitão Gancho em busca de mais um gostinho, por sorte o jacaré engoliu um relógio e toda vez que se aproxima, ouve-se um tic-tac-tic-tac que deixa o pirata se tremendo de medo.

Sempre fui fascinada pelo desenho, mas com certeza ler foi outra experiência, outra sensação. Percebemos, além de toda a fábula, uma pretensão muito grande do autor em mostrar como uma mãe é importante na vida de um filho e o quanto ela pode fazer falta. Em muitos momentos, quando algo de ruim acontece, o autor nos lembra de que se ali houvesse uma mãe, aquilo não teria acontecido e Peter, apesar de odiar adultos, não rejeita a ideia de ter Wendy como sua mãe também.


As edições especiais da editora Martin Claret são sempre muito bonitas, mas com essa edição de Peter Pan a editora se superou. Em capa dura, é deslumbrante por fora e por dentro só vai nos encantando mais e mais, da folha de guarda as entradas de capítulo ricamente ilustradas com gravuras do ilustrador Weberson Santiago que vieram para arrematar o que já estava perfeito. Tudo de brilhar os olhos. Essa edição é aquela famosa “tem que ter” mesmo que já tenha em outra edição, essa é perfeita demais para não ter na estante.


O que mais me agradou em Peter Pan foi a narrativa de “avô” do autor, a forma como ele trata o leitor com a singeleza dirigida a uma criança fazendo com que nos imaginemos fazendo parte das aventuras e que nos deixa tremendo de ansiedade a cada tic-tacs, que nos esforcemos para acreditar nas fadas e que um dia, se tivermos sorte, Peter virá nos buscar e nos levará para a nossa própria Terra do Nunca, aquela que construímos em nossos sonhos na infância e que ainda estão lá nos esperando. Infelizmente só vim descobrir quão linda é essa fábula agora, se você ainda não leu esse livro, experimente! Vale a pena mergulhar os dedinhos nessa obra e desfrutar da  pureza de uma estória que nos remete a tempos de inocência e pureza.



Título: Peter Pan (exemplar cedido pela editora)
Autora: J. M. Barrie
Editora: Martin Claret
Páginas: 256
Ano: 2017

18 Revelaram sentimentos:

  1. Eu amei essa resenha!
    Amo Peter Pan. Juro mesmo!
    Mas não conhecia esse livro!
    Tenho que comprar urgentemente!
    Valeu a super dica!
    <3

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jéssica
    Nossa, que edição mais linda!
    Confesso que Peter Pan nunca foi meu desenho preferido. Mas com esse livro tão lindo publicado meu deu até vontade de ler. Fico feliz em saber que o livro é tão bom e você se encantou em lê-lo. Adorei. Bela resenha!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jéssica!
    Que edição maravilhosa, não conhecia, estou encantada e já quero pra mim!
    Eu adoro Peter Pan, fiquei com muita vontade de ler esse livro, adorei sua resenha!

    Obrigada pelo carinho. Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jéssica!!
    Adorei a edição desse livro está fantástica!! Sou apaixonada pelas história de Peter Pan!! Fiquei babando por essa obra linda!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Jéssica!
    Que tão lindo esse exemplar de Peter Pan, um clássico infantil que veio carregado de ilustrações tão belas.
    Ler o livro como se fôssemos crianças através da linguagem do autor, nos remete mesmo a infância, concorda?
    “Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro a construir uma vida.” (Sandra Carey)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Olá Jéssica!
    Que edição mais linda! Tenho a da Zahar, to doida para ler!
    Bjs


    ...:::EntreLinhas Fantásticas - Sorteio no blog!s

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro no fim do ano passado, mas foi uma edição azul da Zahar. Achei essa bem bonita também e com certeza queria ter.
    A história é bem diferente do que eu lembrava de ver quando era criança. Isso foi muito legal. Poder relembrar algumas coisas e descobrir qual era a história real por trás do que tinha visto nos desenhos foi bom.
    E o autor parece mesmo ter essa ideia de destacar o quanto uma mãe é importante para o filho. Não pensava nesse tipo de coisa quando pensava na história do Peter Pan. Pra mim sempre foi uma coisa como o que seria se uma criança não tivesse os pais e pudesse só se divertir. Nunca crescer mesmo...
    Mas é legal as reflexões e lições que a história pode proporcionar ao conhecê-la melhor.
    Achei o final do livro a coisa mais linda também. Um amor *-*
    Vale muito a pena ler, não é? Tem esse gostinho de infância e é muito bom ter uma visão mais adulta desse conto.

    ResponderExcluir
  8. Oi Jéssica! Eu estou amando essa edição da Martin Claret! Lindíssima as ilustrações, sempre gostei do Peter Pane reler a obra está sendo uma ótima experiência! Amei as fotos e a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Essa edição é simplesmente maravilhosa desse livro e não posso negar que quando eu era mais nova também era apaixonada pelo Peter Pan e sempre tinha a esperança que ele iria vir e me levar para a terra do nunca. Eu tenho a curiosidade de ler esse livro porque isso séria tipo um complemento de uma história que eu sempre amei e quem sabe não seria uma forma de responder algumas perguntas que sempre tive. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  10. Achei essa edição muito bonita, a editora ta da parabéns.
    Eu nunca fui muito fã de Peter Pan, já vi os filmes, mas não é meu favorito. Mas acho que vale a leitura, sempre bom ver os clássicos com um novo olhar.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Jéssica!!
    Muito legal postar esse livro, pois amo Peter Pan, e esse livro parece ser incrível pela sua resenha!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Amo Peter Pan, acho o livro muito legal, li ano passado e amei ainda mais. A historia do livro é um pouco diferente do filme da Disney, mas ambas são apaixonantes. Esta edição esta linda de mais, deu até saudade. Uma coisa que vc escreveu me chamou a atenção, que a narrativa de avô do autor te agradou, eu também achei isso, é uma literatura bem legal.

    ResponderExcluir
  13. OI Jéssica.
    Peter Pan fez parte da minha infância.
    E é uma das minhas histórias preferidas, adorei o livro e apesar de não curtir quando tem ilustrações fui cativada, eu com certeza preciso ler.
    A coisa na narrativa ficar por conta do Avô me encantou, diferente né.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oi Jessica, tudo bem?
    Eu sempre gostei muito do Peter Pan, e assisti ao filme muitas vezes, mas eu nunca tinha lido a história. Acho que se eu lesse hoje em dia, eu teria um olhar totalmente diferente de quando eu era criança, pois criança não vê maldade nas coisas. Eu estou doida com essa edição da Martin!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Jéssica!
    Perdi as contas de quantas vezes e quantas versões assisti sobre as aventuras de Peter Pan e Wendy na Terra do Nunca, sempre fui encantada por essa história e até hoje quando vejo uma nova versão corro para assistir, mas confesso que nunca tive curiosidade em ler, não faz meu estilo de leitura, prefiro a versão nas telonas... Mas eu me encantei por essa edição de Peter Pan e estou babando por essas ilustrações!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Oi Jéssica, tudo bem?
    Eu só tive contato com a história por meios das adaptações pro cinema, e mesmo não tendo lido a obra, gosto muito da história e dos personagens. Tanto que eles fizeram parte da minha infância. Esse livro está uma graça *-* Muito lindinho!
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  17. É uma edição muito bonita, ainda não li nenhum livro do Peter Pan só assisti os filmes e fiquei curiosa para ler, também acho que se eles tivessem uma mãe as coisas seriam bem diferentes, deve ser fascinante o livro, achei ideal para presentear também.

    ResponderExcluir
  18. Oi Jéssica,
    Adoro Peter Pan, lembro que meu irmão mais velho tinha um livro quando éramos crianças, e como uma boa menina que era é claro que peguei “emprestado” para ler. Como faz anos que li o livro, e ainda por cima era uma versão bem infantil, pretendo comprar essa edição linda, que faz tempo que está na minha lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.