Resenha: Trilogia das Cartas


Oi, pessoal. Hoje vamos falar um pouco sobre a Trilogia das Cartas da brasileira Bianca Carvalho.

A saga de Trilogia das Cartas começa contando os últimos momentos de vida de Lolla DeWitt, a matriarca de uma família onde as mulheres são abençoadas (ou amaldiçoadas, dependendo do ponto de vista) por algum dom especial.

Lolla DeWitt é uma clarividente e já sabe que tem pouco tempo de vida. Com isso em mente ela escreve uma carta para cada uma de suas netas. Nessas cartas ela diz que cada uma delas teria que fazer algo que mudaria todo o seu destino.

Cada uma das DeWitt tem um dom especifico. Faith "fala" com as flores, Cailey escreve poesias visionárias e Tatiana, apesar de ainda não saber qual seu dom, tem uma aptidão muito grande com culinária.

Bianca criou personagens muito interessantes e envolveu as meninas em tramas cheias de segredos, morte, assassinos, mentiras e investigações. Tudo isso para levá-las a descobrir o amor e a felicidade.

No primeiro livro Jardim da Escuridão vamos acompanhar Faith que, por causa de seu dom com as flores, é instruída na carta da avó a levar uma flor em seu túmulo em uma data específica. Por conta disso, ela conhece Rowan, um homem pra lá de especial, e um tanto quanto suspeito, que é atormentado pela morte de sua irmã assassinada por um serial killer. Faith é jovem, mas também tem um passado marcado. Perdeu os pais quando era jovem e logo depois perdeu o marido em um acidente de carro, que também levou o bebê que ela esperava.

Faith se sente conectada a Rowan, e quando menos espera se vê ajudando o rapaz nas investigações. Tudo lindo e maravilhoso, mas seus destinos estão ligados de forma perigosa... e talvez fatal.

Em Versos Sombrios, Cailey tem o dom de colocar em palavras os sentimentos de outras pessoas, o que a ajuda muito na hora de escrever os cartões para a Floricultura de Faith. O dom dela é tamanho que ela consegue conectar pessoas e acaba ajudando a consertar alguns corações partidos. Por causa desse dom, a avó deixa uma tarefa pra ela: mandar uma poesia para Jayce, um detetive atormentado pela morte da esposa. Jacey é amigo de Rowan e Cailey não é sua fã número um... nem número 100. Mesmo assim ela faz o que a avó pediu e sua mensagem dá esperança ao policial. Então, quando Cailey começa a ser perseguida por um assassino que consegue se comunicar telepaticamente com ela, entra Jayce protegendo nossa mocinha. Mas o que ela não contava era que os segredos que iria descobrir poderiam mudar sua vida para sempre.


Passamos para Sabores Mortais e de longe o meu favorito, porque a Tatiana é top. Tatiana não é irmã de Faith e Cailey. É prima das meninas, e foi abandonada pela mãe quando jovem. Por quê? Vai saber... nem Tati sabe. Mas Lolla deixa uma instrução bem tensa pra Tati - ela tem que ir para outra cidade, e trabalhar no mesmo restaurante onde sua mãe trabalhou depois de fugir. Lá ela conhece Sebastian, que apesar de se sentir atraído por ela, mantém uma distância e parece guardar um grande segredo. E é nesse restaurante que ela vai descobrir o seu dom e surpreender a todos enquanto luta para descobrir o que aconteceu de verdade com a sua mãe.


Bianca criou heroínas fortes e centradas. Apaixonadas mas não desmioladas. Todas têm um passado mexido e meio dolorido e ainda assim estão dispostas a seguir em frente, se apaixonar, e viver. Se você está esperando apenas um romance, pode esquecer, as tramas tem muito mistério, ação e investigação e vale a pena mencionar que não são ambientadas no Brasil. Ótimo para ler no aconchego do lar com um café quentinho.

Esses foram os primeiros livros da Bia, e a escrita dela vem se aprimorando a cada lançamento.  Sem mencionar as capas que tiveram trabalho gráfico lindo!

Compre os livros
Jardim da Escuridão - http://amzn.to/2fCicxN
Versos Sombrios - http://amzn.to/2xR7LR8
Sabores Mortais - http://amzn.to/2fDLNXN

Título da série: Trilogia das Cartas
Autor: Bianca Carvalho
Editora: EraEclipse Editora

11 Revelaram sentimentos:

  1. Nossa, mas que interessante essas tramas parecem ser. Gostei. E esse negócio do destino, de a avó falar o que devem fazer e quando e como tudo isso se conecta é bem legal. Adoro umas tramas assim e fica bem interessante por você poder perceber que era aquilo que iria acontecer, porque ela disse pra fazer tal coisa e etc. Os momentos importantes, as pessoas que precisavam conhecer...
    As personagens tem dons interessantes, dramas bons pelo visto e ver como isso afeta a vida das pessoas e as dela é legal. O mistério dessa ultima também chama atenção e dá curiosidade pra saber o dom dela. E tudo que se conecta na história, as investigações e mistérios e o romance... Tem bastante coisa legal e deve ser uma delícia ler um depois do outro e se jogar nessa família e no mundo delas. Gostei do jeito desses livros. Se puder ler vou tentar ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu gostei bastante. Foi a porta de entrada para ler todos os outros da Bia hehehe

      Excluir
  2. Sissi!
    Gostei de ver a resenhas de todos os livros da série juntos, porque podemos acompanhar um pouquinho de cada uma e já na sequência.
    É uma série que me deixou bem interessada, porque gosto do tema quando envolve poderes mediúnicos e como são desenvolvidos, bem como são desenvolvidos em todo desenrolar da trama, no caso aqui, cada livro traz uma protagonista e um poder diferenciado, achei fascinante.
    Parabéns pela resenha.
    Desejo um mês repleto de realizações e um final de semana de luz e paz!!
    “O que mais me interessa saber, não é se falhaste mas se soubeste aceitar o desaire.” (Abraham Lincoln)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso isso! E dai a gente sempre acaba tendo uma protagonista preferida ne!!!

      Excluir
  3. Tenho os dois primeiros volumes, mas ainda não li quero o terceiro para poder ler de uma vez. Fiquei bem interessada na historia gosto quando envolve poderes e adoro um bom mistério, essa investigação deve deixar o leitor ansioso por respostas e a leitura bem ágil. A segunda capa parece muito com A noiva Fantasma livro da DarkSide.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade Maria, a Noiva Fantasma que parece com Versos Sombrios, uma vez que ele foi lançado antes : ) Darkside que papou a mosca ai heheheh

      Excluir
  4. Gostei muito da premissa dos livros, gosto de histórias em que as coisas estão conectadas de alguma forma. Também gostei muito das protagonistas, parecem ser mulheres fortes e determinadas e isso já é um ponto super positivo. Se tiver a oportunidade com certeza vou ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TOmara que vc leia mesmo! Vai gostar!

      Excluir
  5. Oi, Sissi!
    Não conhecia essa autora nacional mas achei muito legal a premissa das três estórias. Fiquei encantada como a autora consegui conectar as estórias de acordo com o dom de cada uma!! E pelo que vi essas estórias estão disponíveis só no formato e-book então vou aproveitar e colocar na minha lista de compras para a BF!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveite e coloque Horas Noturas e Alvorada que sao dela tb!!!

      Excluir
  6. Olá, Sissi!

    Essa trilogia me lembrou muito as trilogias da Nora Roberts que envolvem magia, mistério e também um pouco de romance. E também me lembrou Charmed, mas por um pequeno detalhe: Quando uma das atrizes principais saiu da série, para completar o trio de bruxas da trama, foi chamada uma nova atriz e sua personagem era prima das outras duas protagonistas, mas que tinha também um dom mágico, em um caso bem parecido com a Tatiana de Sabores Mortais.
    Ah, sobre o que você e a Maria comentaram sobre a capa de A Noiva Fantasma ser parecida com a de Versos Sombrios, isso ocorreu porque é comum em muitas editoras usarem imagens de bancos de imagens (Shutterstock, Getty Images, etc.) para montarem as capas de seus livros. Os programas de edição até facilitam a tentarem tornar as imagens menos reconhecíveis, ao permitir mesclar imagens, mas mesmo assim, muitas capas acabam ficando parecidas. É possível ver até na página onde fica a ficha bibliográfica dos livros de algumas editoras os créditos em relação as fotos da capa, junto com a do capista. Acho que são poucas as editoras que fazem as suas próprias capas sem uso de imagens de bancos de imagens. Na minha cabeça vem como exemplo a Harlequin, já que os livros de banca da editora sempre tem as capas produzidas para que a foto fique parecida com os protagonistas do livro.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.