Resenha: Segredo de sangue


Se tem uma coisa que gosto é de pegar num livro e saber que estou diante de uma obra de um escritor renomado e que sabe o que faz. Isso acontece, por exemplo, com os livros de Stephen King, Agatha Christie, dentre outros.

Quando cheguei em casa e vi o livro de Tess Gerritsen eu não fazia ideia do estilo de sua escrita, porém, uma coisa era certa: surgiu um sorriso enorme no rosto quando abri a caixa recebida pela Record. E devo confessar que foi uma das minhas maiores expectativas. Tenho outros livros de Tess, mas, perdoem-me, nunca tinha lido nada dela, então estava muito ansiosa.

Para quem não sabe, e eu até então não fazia ideia, esse livro é o 12º de uma série com a dupla Rizzoli & Isles. Porém, calma, não se preocupem... Ele não é necessário ler em ordem, até porque eu não tinha lido nenhum, como já falei. É inegável que algumas informações da detetive e da legista ficaram sem respostas para mim, mas isso não me prejudicou. O importante é o conteúdo da história principal que não há lacunas, não há falhas e podemos entender tudo perfeitamente. E, é claro, amarmos a escrita da autora a partir da primeira leitura.


Segredo de sangue nos apresenta a história de dois assassinatos e, num primeiro momento, pensamos que não há ligação entre eles, todavia, é aí que estamos enganados. Completamente enganados. É necessário apenas pensarmos um pouquinho mais, lermos adiante e teremos respostas, afinal, Cassandra Coyle e Timothy Mcdougal foram assassinados de forma cruel; seus corpos foram encontrados mutilados.

Cassandra tinha apenas 26 anos, roteirista e produtora executiva de filmes de terror, foi encontrada morta na cama de seu quarto com os dois globos oculares arrancados e deixados na palma de sua mão esquerda. Já Timothy tinha 25 anos, contador, e foi encontrado morto na véspera de Natal num píer com três flechas enfiadas em seu peito nu.

A dupla imbatível, Rizzoli & Isles precisam lidar com ambos os casos desafiadores já que elas passam por momentos delicados em suas vidas pessoais. Quem não as tem, não é? Enquanto Jane está envolvida com a mãe, tentando salvá-la de seu casamento, Isles precisa enfrentar a sua mãe insuportável biológica, também considerada uma serial killer que está com seus dias contados.


Ao falar do enredo não há críticas negativas a serem feitas. Aliás, o livro em si não há crítica alguma. Temos uma história bem contada, os capítulos são bem amarrados e chegamos a imaginar que o assassino está em nossa cara. Entretanto, nem tudo é tão fácil quanto parece. Ou é?

Ao falar da narrativa fica difícil não elogiar também. Há mais de um narrador, um em terceira pessoa e outro em primeira, dessa forma podemos compreender visões distintas e até mesmo de forma mais fria e duvidosa, pois não sabemos exatamente a identidade de algum deles e esse mistério nos mantém firme na leitura.

Um detalhe interessante é que Tess abriu mão da medicina para se dedicar à literatura e, sem medo de errar, posso afirmar que foi uma das melhores leituras que fiz no ano. A autora sabe descrever cada detalhe com maestria. E não se enganem, pelo fato de ela ser médica e narrar coisas bem técnicas, a história não se torna cansativa, pelo contrário.


Falando da estética, o título está em relevo, o nome da autora me chamou a atenção pois fugiu das táticas utilizadas pelas editoras de deixar o nome escritor maior do que o título – este fator me estressa muito nos livros; sem contar casos em que o próprio autor que está indicando a obra tem seu nome em maior destaque do que quem escreveu. Isso é um absurdo! A diagramação é excelente e as páginas amareladas facilitam a agilidade na conclusão da leitura. Sem dúvidas, não preciso nem recomendar mais. É necessário ler e ter em nossa estante.

Quote:

“Monstros podem aparecer em diferentes formas e tamanhos, e os mais perigosos são aqueles que passam insuspeitos, aqueles em que se acha que pode confiar.”

Outras fotos:



Título: Segredo de sangue (exemplar cedido pela editora)
Autora: Tess Gerritsen
Editora: Record
Páginas: 350
Ano: 2017

15 Revelaram sentimentos:

  1. Não conhecia, mas vou tomar nota!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  2. Ai meu coração!! Sou fã da Tess. Depois que li o primeiro, fiquei procurando os outros livros dela haha
    A escrita dela realmente é maravilhosa, ainda anão li esse livro dela, mas claro que quero ler haha ainda mais depois da sua resenha. Está perfeita ❤️
    Beijos ❤

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada dela, mas esse livro parece bom demais! Adoro esse gênero!
    A série com esse mesmo nome foi baseada no livro? Acho que sim, né? xD

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Oi, Natalia.

    Será que a mãe da Isles, tem alguma ligação com os dois assassinatos? Muito previsível? Sim, mas não tem como descartar essa possibilidade.

    Muito brutal o assassinato desse casal...

    A mudança da narrativa por diversos personagens, é um pouco confuso, levando em conta que seus nomes não são revelados e fica difícil de encaixar todas as peças no jogo e desfecho do livro... Mas, por outro lado, instiga o leitor e até mesmo surpreende com o desfecho e não torna o livro previsível.

    ResponderExcluir
  5. Gosto do estilo de livro, mas também nunca li nada dessa autora apesar de ver muita coisa boa dela. Achei interessante esse e deu curiosidade pra saber a ligação dos assassinatos e como tudo se resolve, as investigações e coisa e tal. Gosto de ir descobrindo as coisas com eles, dá um ritmo bom na leitura essa curiosidade pra entender os casos. E nossa, a autora ser médica deve dar cada detalhe nas coisas de corpos e etc. Acho que assim consegue ficar até mais realístico, não é não? Parece uma boa leitura mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Natália.
    Não li nada da autora ainda e, confesso, que até hoje nenhum título tinha me aguçado a curiosidade não, viu? Mas aí, vendo você recomendar tão bem, além do enredo ter chamado minha atençao, quem sabe essa não será uma das minhas próximas leituras...
    Bjs*.*
    MaH

    O que disse, Alice?

    ResponderExcluir
  7. Nossa, eu nunca tinha ouvido falar desse livro, mas você na resenha, expressou uma opinião tão positiva que me deu muita vontade de ler..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Resenha ótima amei a dica do livro, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  9. Olá, Natalia.
    Eu li um livro dela que baixei grátis na Amazon e gostei muito, dai comecei a ler essa série dela na ordem em que foi escrita. Mas não achei todos eles para ler. Acho que li até o terceiro ou quarto. Eu gostei muito da escrita dela, mas tenho um pequeno problema com Isles, não vou com a cara dela hehe. Acho legal ler na ordem porque pelo menos nos primeiros livros os casos envolve a vida delas.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Olá Natália. Tudo bem? Nunca tinha ouvido falar nem da autora nem da obra. Realmente não faz meu estilo de leitura embora os pontos que você falou sobre a organização me deixou bastante interessada. O fato de ela ter sido médica provavelmente deixou os termos mais interessantes e com aquela pegada realista.

    Beijos,
    www.nerdabsoluta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Natália!
    Como não li nenhum livro da autora ainda, não conheço a dupla Rizzoli & Isles.
    A série parece longa, entretanto com enredo carregado de mistério e ainda com o entrelaçamento da vida pessoal dos protagonista, deve ser bem interessante de se fazer a leitura, mesmo que a priori, tenha de se ler pela ordem cronólgica para que se obtenha melhor entendimento.
    Gostei!
    Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia mas parece ser uma ótima leitura!
    Beijos, www.thefancycats.pt

    ResponderExcluir
  13. não conheço mas o titulo deixou me curiosa
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  14. Tenho muita vontade de conhecer a escrita dessa autora que é bem elogiada. Deve ser uma leitura bem envolvente, uma trama bem trabalhada nos mínimos detalhes deixando o leitor curioso com esses assassinatos. Fiquei impressionada com a mãe da Isles se uma serial killer.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Naty!!
    Nossa como ainda não li nada da autora Tess Gerritsen?!! E também não sabia que esse era o livro é o decimo segundo livro da série Rizzoli & Isles. Fiquei bem curiosa a história e agora ler esses livros.
    Bjos

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.