20 agosto 2018

Resenha: A volta ao mundo em 80 dias


Oi, gente!! Sabe aquele livro que tu realmente se sente dentro da história? Pois bem, A volta ao mundo em 80 dias de Júlio Verne é um desses livros. Vamos falar sobre ele?

Tudo começa com um simples comentário. Phileas é um homem metódico que vive a sua vida com base em regras próprias e que nunca se desvia delas, cada minuto do seu dia é controlado e, para ele, um atraso no cronograma diário é algo pior que a morte. E é num desses dias milimetricamente cronometrados que ele faz uma aposta com seus amigos do Reform-Club: provará que é possível dar a volta ao mundo em 80 dias e caso não consiga completar essa jornada, lhes pagará 20 mil libras (metade de sua fortuna) e se ganhar receberá deles igual valor.

Passepartout, o empregado francês recém-contratado pelo senhor Fogg, esperava um serviço tranquilo e sem grandes surpresas, mas acaba sendo arrastado ao redor do globo pelo patrão e se vê no centro da grande aposta. Logo atrás deles, segue um inspetor de polícia, o motivo: dias antes alguém roubou o Banco da Inglaterra e ele acredita que Phileas Fogg é o ladrão e que a aposta é apenas um pretexto para fugir sem levantar suspeitas.


Phileas permanece meticuloso e impertubável do início até praticamente os eventos finais dessa aventura, mostrando sinais de que possui alguma humanidade somente quando se desvia do itinerário para salvar uma senhora cuja vida corre perigo, sobre a sua personalidade não cabe falar mais que isso, apenas que sua generosidade lhe rendeu uma admiradora quase tão dedicada quanto o criado Passepartout.
“ – Caramba! O senhor é um homem de coração sensível! –, disse Sir Francis Cromarty.
– Às vezes –, respondeu Phileas Fogg, – quando tenho tempo. ”
“Decididamente Phileas Fogg só tinha coração para se comportar heroicamente, mas não apaixonadamente! Quanto as preocupações que as oportunidades dessa viagem poderiam provocar nele, não havia nem sinal. ”
Já o inspetor e o empregado guerreiam a todo momento mostrando intensa paixão por seus ofícios. Enquanto um se dedica de corpo e alma a efetuar a prisão do “bandido”, encerrando assim a volta ao mundo o outro luta com igual fervor para garantir que seu patrão siga adiante e vença a aposta e prove sua inocência, mas qual deles terá sucesso e em que ponto o mal-entendido será esclarecido é algo que só lendo para descobrir.


Já que estamos falando de uma aventura por países e colônias inglesas até então pouco conhecidas, esperava que o autor fosse se estender em longas descrições o que tornaria a leitura cansativa mas ao contrário, ele focou em passar apenas informações essenciais pra história.

Com personagens espirituosos e focados na missão – retornar à Inglaterra o mais rápido possível –, o livro foi divertido do primeiro até o último capítulo e nos faz querer lutar contra o tempo quase tanto quanto os personagens, apenas com um objetivo diferente, fazer com que a leitura dure mais. Recomendo a leitura para os amantes da literatura francesa e para os que não conhecem, pois não sabem o que estão perdendo, A volta ao mundo em oitenta dias é um livro para viajar sem sair do lugar enquanto se vive as mais loucas aventuras.

Sobre a edição: é uma edição em capa dura, com folhas de rosto e de guarda e de divisão de capítulos decoradas seguindo os tons usados na ilustração de capa que atrai os olhares por sua beleza, feita por Luciano Tasso, a ilustra dá vida aos personagens. As folhas amarelas são costuradas e o texto tem uma fonte confortável para leitura, além de uma tipografia especial na abertura dos capítulos que é a coisa mais linda e vocês podem conferir na foto abaixo. A revisão segue impecável como tem sido nessas novas publicações da editora.



Título: A volta ao mundo em 80 dias (exemplar cedido pela editora)
Autor: Júlio Verne
Editora: Martin Claret
Páginas: 345
Ano: 2018

12 comentários

  1. Jéssica!
    razer um clássico como esse com ilustrações, mapas e detalhes explícitos, é uma maravilha.
    Foi um grande insigth da editora e facilita a leitura e o entendimento.
    Adorei sua resenha bem completinha, parabéns!
    Uma ótima semana!
    “O amor é a força mais sutil do mundo.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA AGOSTO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, é sempre bom ver você por aqui <3
      Houve uma confusão aí, o livro não é ilustrado. Meus elogios quanto a ilustração se referem apenas a ilustra de capa e de divisão dos capítulos mostradas nas fotos. O que não tira o mérito da espertisse da editora. Obrigada pelo elogio!

      Cheirinhos,
      Jess :))

      Excluir
  2. Oi, Jessica!
    Que edição lindaaaaaaa!
    A Volta Ao Mundo em 80 Dias é um dos meus livros preferidos, assim como Viagem ao Centro da Terra.
    O Julio Verne fez parte da minha "criação" literária e esse é um livro que eu guardo com o maior carinho do mundo.
    Ver sua resenha toda apaixonada me deu muita vontade de ler outra vez, já que quando li eu devia ter uns 12 anos.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que entrada maravilhosa então no mundo literário hein?!! Me apaixonei mesmo e não foi pouco, "Viagem ao centro da Terra" já está na minha lista de leituras futuras.

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi, Jéssica!
    Eu não tenho muita vontade de ler esse livro, mas a edição está maravilhosa!
    Meus olhos encheram só de ver essa capa hahaha Pode ser que isso me dê um empurrãozinho pra ler algo do autor!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari do céu! Fale isso não, substitui esse "pode ser que eu leia" por um "certeza que lerei" e vamos ser bff pra vida toda...

      Beijinhos

      Excluir
  4. Olá Jéssica,

    Eu li faz um tempinho o livro 20 mil léguas submarinas do autor e achei demais, quero ler outros livros dele e esse está na lista, essa edição é show, ótima dica....bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos na mesma Marcos, li um e agora quero/necessito ler todos. Vamos juntos nessa?

      Bjs

      Excluir
  5. Hey Jessica! Tudo bom?
    Só ouço elogios desse autor, mas nunca li nada dele.
    Essa edição em capa dura é muito linda.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris, adorei a grafia do teu nome <3
      Agora depois de mais esse elogio e numa edição tão maravilhosa dessas acho que tá na hora de tu ler né não: Risos :))

      Beijão!

      Excluir
  6. Eu adoro esse livro e é um dos meus favoritos não sou sua fã do livro como também sou grande apreciadora do autor Simplesmente muito à frente do seu tempo mas o que mais me deixou Encantada foi essa edição linda da Martin Claret que eu não sabia que existia

    ResponderExcluir
  7. Conheço esse livro desde a minha infância, mas nunca tinha me interessado por esse clàssico, que é muito bom. Essa capa está bem diferente das demais, gostei bastante.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.