18 agosto 2018

Bienal Internacional do Livro de São Paulo


De 3 a 12 de agosto, o pavilhão do Anhembi se transformou na 25ª Bienal Internacional do livro de São Paulo. Mesmo não tendo alcançado o número de público esperado - que era de 700 mil para 684 mil - o número de livros vendidos aumentou e as editoras, que vem enfrentando uma crise, puderam até comemorar.

Credencial de imprensa a postos, lanchinho na mochila, roupas leves e muita disposição para visitar cada cantinho deste que é um dos eventos literários mais importantes do Brasil. Foi assim que nos preparamos para viver esta experiência.

Particularmente, eu achei a bienal do Rio de Janeiro no ano passado mais bonita, com estandes mais caprichados. Segundo o jornal a Folha de São Paulo, esta edição da Bienal de SP teve uma redução de 30% dos expositores em comparação com o ano passado, de 280 para 197. O número de autores também diminuiu de 388 para 313.

Mas tudo isso não tirou o charme do evento. Tinha estandes que estavam muito criativos. Com um túnel mágico dos livros o estande da Intrínseca foi um dos locais mais disputados. Além disso, a editora trouxe livros promocionais por 10, 5 e 2 reais.

 
A  editora Faro estava com um estande muito imponente numa decoração arrepiante. A editora trouxe diversos autores para mesas de autógrafos.

O estande do grupo Companhia das letras era um dos maiores. Uma loucura para os, que assim como eu, são apaixonados pelos livros da editora.


A editora Leya, além de promoções, produtos exclusivos e o jogo de descontos, trouxe mais uma vez o disputado trono de Ferro. Um alento para os fãs de Game of Thrones que estão órfãos da série nesse ano.

Falando em locais disputados, o espaço construído pela editora Pólen estava lindíssimo. Um local de magia para os amantes do universo literário.


Tivemos ainda o estande da Rocco com uma decoração bem bonita, porém mais simples do que na Bienal do Rio. 

A editora Autêntica quase me fez chorar com tantos livros maravilhosos. A Vestígio, com seus livros de não ficção e a Nemo com as HQ's que estavam incríveis. 

 

As editoras Aleph, Martin Claret, Globo Alt, Planeta, Grupo editorial Record também estiveram presentes. Senti falta da Saraiva e da DarkSide, mas de uma forma em geral as principais editoras estiveram presentes no evento. 

Os estandes de livros por 10 reais estavam disputadíssimos. Aliás, na minha opinião, eram os principais lugares de livros em promoção, porque de uma forma em geral, os livros não estavam com grandes descontos. 

 
Outro ponto alto foi a simpatia dos colaboradores de cada stand. Onde eu fui eu pude perceber o sorriso estampado em cada rosto, a disponibilidade de ajudar e de tornar a experiência ainda mais agradável.

Saindo do terminal de metrô do Tietê e do terminal da Barra Funda uma frota de ônibus gratuitos foi disponibilizada para os visitantes chegarem ao evento com conforto e segurança. Eu utilizei o serviço tanto na ida, quanto na volta e aprovei. 

Como primeira experiência de Bienal de São Paulo eu posso dizer que eu curti muito. Apesar de ter ficado muito cansada de tanto andar, o evento estava incrível e eu ainda aproveitei para fazer aquelas comprinhas. Voltei para casa com mais de 10 livros adquiridos. 

E vocês também foram à Bienal? Como foi a experiência? Compraram muitos livros?

Fotos: Sissi e Thaís

9 comentários

  1. Luana!
    Infelizmente não pude ir à Bienal e é um sonho que ainda quero concretizar na vida.
    Imagino o tanto que deva ter andado, mas valeu a pena, né?
    Pois é, as editoras andam reclamando de barriga cheia, porque os livros estão sendo vendidos cada vez mais.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Oi, Luana

    Infelizmente não consegui ir este ano, sofri com o povo no stories do Instagram! Hahahaha
    Espero que a Bienal do ano que vem não sofra os reflexos da crise e que as editoras voltem com seus estandes maravilhosos!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  3. Eu queria muito ter ido, mas infelizmente não deu. Bienal sempre é interessante para visitar.
    Big Beijos,
    Lulu
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Luana, eu adorei essa Bienal, fui em vários dias! Gostei muito do estande da Intrínseca, mas sempre estava bem cheio, né? E curti o da Faro e Autêntica também!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Nossa, eu sempre tive vontade de ir...mas aí penso na multidão de pessoas que deve ter e acabo desistindo hahaha.

    Beijos
    orangelily.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi
    que legal que teve a oportunidade de ir na Bienal, morrendo de vontade, mas infelizmente a falta de dinheiro e tempo não permitiu, já quero moro muito longe. Que bom a sua primeira experiência foi boa.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Luana, tudo bem?


    Essa Bienal foi show, fui quatro dias e me falta dinheiro para comprar tudo que eu queria.....kkk....bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Pelo visto você aproveitou muito a Bienal Infelizmente não pude ir porque moro em outro estado mas queria muito poder ter ido só para tirar uma foto linda Nessa entrada do estande da editora intrínseca simplesmente ficou show

    ResponderExcluir
  9. Evento maravilhoso, sonho em participar ao menos de uma bienal em minha vida.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.