16 setembro 2019

Resenha: A Cidade de Bronze


A Cidade de Bronze é um livro que traz mitologia árabe e tem referencias na religião islã, e isso já foi mais do que suficiente para me fazer querer conhecer a história. Eu amo fantasias que saem das mitologias mais conhecidas e nos mostram, além de um mundo fantástico, costumes e religiões diferentes.

Aqui vamos acompanhar a Nahri, que é uma órfã que vive nas ruas do Cairo. Ela precisa sobreviver, e para isso, comete furtos e dá alguns golpes em pessoas ricas, se aproveitado das tradições e das crenças dos demais. Ela é totalmente cética com isso, e fica muito surpresa quando, em um desses golpes, ela acaba acordando um djinn, que fica extremamente irritado por ter sido chamado por ela. Nahri mente bastante sobre seus dons, mas tem um em especial que é verdadeiro: ela consegue sentir e curar as doenças das pessoas, por isso seu grande sonho é ser médica. Ela também consegue falar várias línguas, uma em especial que nunca conseguiu entender de onde veio, pois ela não aprendeu escutando as pessoas como as outras, já nasceu com ela e ninguém mais fala. É com essa língua que ela convoca o djinn, e outras criaturas não agradáveis, e sua vida muda drasticamente. Esse djin se chama Dara, e ele leva Nahri embora do Cairo, rumo à Cidade de Bronze, onde ela vai saber mais sobre seus dons e tudo que ela sempre quis sobre si mesma. 

Na Cidade de Bronze vamos conhecer o terceiro personagem principal, príncipe Ali. Ele não é o príncipe herdeiro, mas está sendo treinado para ser a mão direita do futuro rei, seu irmão. É um personagem idealista, que não concorda com a divisão e preconceito presentes na cidade, e mesmo estando do lado do rei, consegue ver tudo de um ponto de vista diferente, o que faz dele um personagem incrível demais. Nahri, por outro lado, é levada pelo deslumbramento da cidade, mas só até certo ponto. Ela faz descobertas grandiosas sobre ela e sobre Dara, que ela passou a admirar mais do que uma simples amizade. Dara tem um passado conturbado e sombrio, e tenta de todas as formas fugir disso. Sua afeição por Nahri é combatida a muito custo, e ele é extremante sarcástico e sem paciência. De longe, o meu preferido. 


Ver os pontos de vista de cada um deixa a história ainda mais dinâmica. Você quer conhecer todos, o ponto de vista do palácio, o da forasteira, o do djinn. Quer entender como funciona a cidade e o que cada povo acha, por que as divisões, por que o preconceito. Quer aprender a lutar com Ali e abraçá-lo quando ele se vê entre o dever e a honra. Conversar com Dara sobre o que ele passou e como é difícil a vida de gênio, muito mais difícil do que qualquer lenda pode ter falado. Quer aprender com Nahri como funciona seu poder de cura, e quem ela realmente é. É empolgante, bem escrito, personagens reais e divididos, muitas lições para aprender e decisões para tomar. Os personagens vivem no oriente médio, o que traz muita representatividade de religião, costumes e etnia. Para mim, isso sempre ganha pontos. 

A Cidade de Bronze é perfeito. Eu não tenho nenhum comentário negativo sobre o livro, e isso é bem raro. Toda a mitologia, construção de personagens, escrita, lendas e mundo me agradam. Sendo o primeiro de uma trilogia, somos bombardeados com nomes próprios e lendas específicas para a construção da história. O livro tem um glossário no final que com certeza é muito útil. Por ser o primeiro, também, temos uma longa apresentação sobre tudo, e aqui os detalhes são o ponto principal do livro. O que para muitos foi ruim, para mim foi exemplar, pois Chakraborty tem uma escrita bem descritiva.

Como o mundo criado é rico em detalhes, eu achei válido e incrível essas descrições. As roupas e turbantes, as faixas na cintura sempre combinam e a autora sempre destaca. Quando entramos na cidade, conseguimos visualizar de forma brilhante tudo que está acontecendo, como são os prédios, como funciona a comunidade e como a cidade é dividida. A história é recheada de lendas lindas e originais, que me fizeram mergulhar na cultura. Nunca tinha lido sobre nenhuma, e fiquei deslumbrada. É tudo muito rico e interessante. Você pode achar um pouco intenso demais no começo, mas fique tranquilo, você vai conseguir entender.


Sei que não é um livro muito barato, mas fique de olho nas promoções, pois nenhuma foto fará jus à beleza dessa edição que é em capa dura, e vale cada centavo. Certeza que você vai gostar da história, e se apaixonar pelos personagens. É um livro único, que estou ansiosa demais em ler a continuação. Que inclusive, fiquei sabendo pela editora, sai ano que vem! 

 
Título: A Cidade de Bronze
Autora: S.A. Chakraborty
Editora: Morro Branco
Páginas: 608
Ano: 2018

22 comentários

  1. Muito feliz com o trabalho que a Morro Branco tem feito com seus livros. Engraçado isso né? As Editoras que eram consideradas "pequenas" evoluindo assim e trazendo capas, títulos e diagramações impecáveis!!!
    Ainda não tinha lido ou visto muita coisa a respeito desta obra, mas falou que tem mitologia, djin's, crença e cultura de outros países, o coração acelera também.
    Por isso, já amei tudo que li acima e fiquei curiosa em relação ao poder que Nahri possui e pelo que percebi, ela passará a entender sobre isso e evoluir.
    Fiquei visualizando tudo isso numa adaptação..rs
    Com certeza, vai para a lista dos mais desejados!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      A morro branco é minha editora preferida, livros com muita representatividade e edições lindas! Eu já imaginei esse livro com série tantas vezes, rs. Seria LINDO!
      Leiam assim que tiver oportunidade!
      Beijos

      Excluir
  2. Uau! Seu primeiro parágrafo já me fisgou. Mitologia das árabias é apaixonante para mim. Gosto de tudo o que vem daquele lado de lá.
    Achei tudo muito interessante e fiquei bem curiosa. Ainda bem que a autora conseguiu descrever tudo com grandes detalhes, assim a gente vai aprendendo tudo sobre essa mitologia e esse mundo criados.
    A edição realmente parece linda. Nem vi o preço ainda mas vou procurar por promoção, com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nil!

      Que bom que ficou interessada! Aproveita uma promoção sim, mas mesmo se estiver um pouco caro, ele vale a pena. Se gosta da mitologia Árabe então, não vai ter erro.
      Bjs

      Excluir
  3. Oi, Jessica!

    De início a história não tinha me interessado muito, mas a sua resenha repleta de elogios me deixou curiosa em conferir a obra, certamente foi muito bem escrita e os eventos deixam o leitor envolvido e ansioso pelos próximos capítulos. Adorei a resenha!!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!

      É muito bem escrito, você se envolve muito com a história, e ama os personagens e mundo. Dê uma chance assim que puder, fico feliz que a resenha despertou sua curiosidade!
      Bjs

      Excluir
  4. Jéssica!
    Bom ver que o livro traz vários pontos de vista, poprque assim podemos ter uma visão mais panarâmica de todo enredo.
    Nunca li nenhum livro que traz a mitologia árabe, curiosa por saber como tudo acontece no Islã.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudy!

      Esse é uma ótima fantasia para conhecer essa mitologia, traz muitas lendas, é tudo bem explicado, e os personagens são cativantes! Espero que consiga ler logo!
      Bjs

      Excluir
  5. A editora Morro Branco anda fazendo um trabalho maravilhosa em relação aos livros de fantasia. Gosto bastante de livros de fantasia, confesso que nunca li nada sobre a mitologia árabe, mas seria uma ótima oportunidade de conhecer mais. Gostei do fato do livro não ser focado em apenas uma personagem principal, acho que isso leva a um bom dinamismo.
    Obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Samanta.

      Sim, a Morro Branco arrasa muito! Você vai amar a mitologia árabe, é cheia de detalhes e lendas maravilhosas!
      Bjs

      Excluir
    2. Je, cada vez que entro no blog, a minha lista de desejados aumenta. Rs...
      Beijos!

      Excluir
  6. Sempre achei a capa desse livro maravilhosa, mas não sabia sobre o que se tratava! Fiquei curiosa para ler mais sobre mitologia árabe, e adorei ler a suas impressões sobre o livro <3

    sorria sempre!
    www.janelaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu,

      Obrigada, espero que consiga fazer a leitura em breve!
      bjs

      Excluir
  7. Olá! ♡ Adorei saber sobre esse livro, eu ainda não o conhecia, mas confesso que estou fascinada pela trama do mesmo!
    Não me lembro de já ter lido algum livro sobre a mitologia árabe ou sobre a religião islã, acho muito interessante a autora trabalhar ambos os temas, deve ser mesmo uma leitura única! ♡ Eu amo Fantasia e saber que as mesmas se baseiam em uma religião e seus costumes torna a leitura ainda mais empolgante!
    Adorei o poder Nahri de poder curar as pessoas ♡ É interessante também a questão dessa língua que só ela fala. Tô curiosa para conhecer essa personagem maravilhosa!
    Também estou encantada pelo príncipe Ali, adorei que mesmo estando do lado do rei, ele tem opinião própria e discorda dos preconceitos e divisões da Cidade de Bronze.
    Também tô curiosa para conhecer Dara, eu simplesmente adoro personagens sarcásticos e acho que esse tem tudo para se tornar meu preferido também kkk.
    Estou fascinada pelo universo que Chakraborty criou nesse livro, não vejo a hora de conhecer mais sobre a Cidade de Bronze, sobre esses personagens maravilhosos e claro, sobre as lendas!
    Muitooo obrigada pela indicação, adorei a resenha!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayssa,

      Se nunca leu nada sobre, vai gostar de mergulhar nessa mitologia, é muito rico e cheio de detalhes. Dara é meu personagem preferido, eu amo a sua falta de paciência, rs.
      Tomara que você consiga fazer essa leitura em breve!
      Bjs

      Excluir
  8. Oiii ❤ Já fiquei interessada na história pelo fato de ter a ver com a mitologia árabe, que nunca li nada sobre, além de que me interesso muito por mitologia. Legal que a obra também aborda o Islã.
    Achei o poder de Nahri maravilhoso, poder sentir o que as pessoas têm e poder curá-las é realmente um dom, além de ela falar várias línguas também.
    Gostei que Ali é uma boa pessoa e que não fecha os olhos para as injustiças da cidade, já que isso não é uma coisa que muitas pessoas de sua posição social fazem.
    Estou curiosa para saber mais sobre Dara também, pois adoro um personagem sarcástico rsrsrs.
    Gostei que a obra tem mais de um ponto de vista, pois gosto bastante quando os livros são organizados dessa maneira.
    Já que você gostou tanto desse livro e que a trama parece maravilhosa, vou adicionar esse livro à minha lista de leituras.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane!
      É um mitologia rica mesmo, você vai gostar. O Ali é um perosnagem inspirador, sempre em dúvida, mas sempre com o coração e mente pendente para o lado correto. E o Dara é meu amorzinho <3
      Espero que consiga fazer essa leitura em breve!
      Bjs

      Excluir
  9. Olá!
    Adoro muito quando autores nos contas sobre mitologia e culturas diferentes. O livro tem uma premissa ótima, me deixou com muita curiosa para conhecer essa historia e poder navegar por esses lugares que ela conta. Espero muito ler logo!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily,

      É bem diferente dos livros que tenho lido ultimamente, eu amo conhecer um cultura nova também. Quando você ler, vai amar!
      Bjs

      Excluir
  10. Oi, Jessica
    Namoro esse livro já tem um tempo, a capa é lindíssima.
    Ainda tem mapas, adoro livros com eles assim podemos consultar conforme vai lendo.
    Gosto muito quando um livro me apresenta culturas diferentes. Nahri mesmo enganando as pessoas no começo ela parece ser uma personagem fantástica, que gostaria que fosse minha amiga pelo fato dela ajudar as pessoas.
    Espero que o terceiro livro não demore, já que o segundo está chegando.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Por curiosidade fui pesquisar o preço. Não achei tão caro não, já comprei livros mais caros só por conta da capa dura também. Com certeza isso deixa um ar bem mais sofisticado aos livros. Prezo muito pelos detalhes.

    ResponderExcluir
  12. A tinha lido a resenha desse livrovem outro blog e o que mais me interessou não foi a història e sim por ser relacionado a mitologia àrabe, algo que não conheço. Por curiosidade, mesmo o livro não sendo o estilo que sempre leio, com certeza daria uma chance.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.