Resenha: Unicelular

Por Fabio Pedreira •
06 abril 2020

Projeto Unicelular (sinopse)
Rosa Villar, agente da ABIN, é chamada às pressas para investigar o atípico envenenamento de uma criança em uma praia isolada no nordeste brasileiro. O que Rosa não imaginava é que o bem-estar desse jovem estaria ligado a membros do alto escalão da embaixada americana. Para sanar os problemas diplomáticos que surgem, Rosa corre contra o tempo à procura do antídoto. A agente tem fortes indícios de que a Biotech, uma farmacêutica chinesa que comanda uma empreitada gigantesca no país, está envolvida no incidente. Sua investigação leva ao centro de controle da corporação, na distante Ilha de Trindade. Lá, Rosa é apresentada à Iniciativa Unicelular, um projeto que imaginou existir somente em histórias fantásticas. No entanto, ela sente que algo mais está à espreita, capaz de colocar não só a sua vida, mas de todos em risco. Envolta em uma teia de mentiras e conspirações, Rosa, para conseguir o que quer, deve descobrir os mistérios escondidos em um lugar onde não só o homem, mas também a natureza serão seus piores inimigos.

Jurassic Park brasileiro
Geralmente não acredito nos blurbs - aquelas recomendações de autores que vem na capa - que vem nos livros antes de ler. Muitas vezes já li que o livro era maravilhoso e quando fiz a leitura mostrou-se uma decepção total. Então, quando li os do Raphael Montes e do Marcus Barcelos comparando o livro a Jurassic Park e Dan Brown, fiquei com um pé atrás. Mas meus amigos, a coisa é real, Unicelular é sim um Jurassic Park brasileiro… sem dinossauros.

O livro é dividido em quatro partes, onde a primeira parte mostra certos ataques a turistas e moradores locais nas praias do nordeste e do Rio de Janeiro. São ataques produzidos por criaturas nunca antes vistas e logo de cara a tensão que passa é enorme, impossível desgrudar do livro até acabar a primeira parte inteira e, detalhe, uma mistura de tensão, repulsa e por que não um pouquinho de medo? Já faz você ter uma noção do que pode vir por aí nesse livro.


Isso faz com que duas investigações paralelas sejam feitas, uma por Alex e Eder, dois professores e cientistas que testemunham um desses ataques; e outro por Rosa, a protagonista, uma agente da ABIN - tipo a CIA brasileira - que foi direcionada para o caso após uma criança americana ter sido uma das vítimas, e assim provocar uma investigação e tomada de providências para evitar situações diplomáticas. Na investigação, Rosa descobre o projeto Unicelular atuando em duas ilhas onde teoricamente eles não deveriam estar, mas tudo com a aprovação do governo. E com isso descobre o que a empresa anda criando ali naquela ilha que a faz ser tão confidencial.

Como eu disse, o livro é um Jurassic Park brasileiro sem dinossauros, mas se você sabe o que são seres unicelulares, então é só fazer as contas. Muita referência aos livros de Michael Crichton e a Ilha do Dr. Moreau, do H. G. Wells, estão presentes. Não só nas criaturas encontradas como também nas situações. As ilhas, os laboratórios, a tensão enorme de perigo quando as coisas começam a acontecer e muito mais.

Ligado a isso está o fato de que o livro não se trata apenas de ficção científica, mas também de um livro policial, então a trama se complementa ainda mais. O autor não deixa nenhuma ponta solta, e as duas histórias se ligam de forma bem fluida. Mortes vão acontecendo e muita ação também. Das quatro partes presentes, apenas a terceira acaba tendo momentos mais lentos, devido ao fato de ser um pouco introdutório em certos aspectos, mas ainda assim bem interessante.


De quebra, ainda existe um espaço pequeno para certos questionamentos, como o papel da mulher, o eterno debate entre cientistas e religião, origem dos seres vivos, transexualidade e por aí vai. Bem de leve, mas que vão complementando a trama. Coisa que é facilitada pelo livro conter personagens bem cativantes, que podem ou não acabar vivos no fim da história.

A edição também está belíssima, capa dura - e linda, diga-se de passagem - corte verde e com o nome UNICELULAR escrito e, para complementar, o livro ainda traz um QR code onde você é levado para o site da iniciativa unicelular e pode acompanhar enquanto lê todas as criaturas citadas no texto. É um trabalho incrível da Martin Claret.

Unicelular é trabalho nacional de qualidade. Um livro que vai te proporcionar vários tipos de emoções, para qualquer tipo de leitor, seja você fã de ficção científica ou não, fã de literatura policial ou não, pois o livro conta com uma linguagem simples e capítulos curtos que te fisgam do início ao fim. É uma ótima pedida e ainda um bônus para os adoradores de Jurassic Park. Só tem um porém… Dificilmente vocês vão encarar um banho de praia da mesma forma depois que ler esse livro.



Título: Unicelular (exemplar cedido pelo autor e editora)
Autor: Tarsis Magellan
Editora: Martin Claret
Páginas: 448
Ano: 2020
Compre: aqui

Comentários via Facebook

20 Revelaram sentimentos:

  1. Eu nunca vou me cansar de exaltar nossa literatura nacional e olha aí um dos motivos! Andei espiando sobre este livro no seu Insta e claro, já amei. Até por ter recomendação do Raphael e do Marcus(dois monstros da nossa literatura)mas por trazer ficção científica(que não é meu forte)mas também isso do policial junto. Essa parte sim, me interessa muito.
    Com certeza, já foi para a lista de desejados!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela.

      Tem muita literatura nacional boa mesmo. Ahh, mas a parte da ficção científica é tranquila, pode ir sem medo. É mais policial do que científico.

      Bjs

      Excluir
  2. Oi, Fábio
    Que capa lindíssima! Adorei as fotos, podemos ver mais detalhes da edição que tá um capricho.
    Muito orgulho da nossa literatura, obrigada por apresentar mais um nacional que eu não conhecia.
    Um enredo surpreendente com biologia, crimes, conspirações, estou curiosa para ler.
    Vai para a lista de desejos, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana

      Obrigado =D, sim, essa edição é linda.
      É um lançamento fresquinho ai. Pode ler sem medo que é qualidade garantida.

      Excluir
  3. Fabio!
    Não conhecia o trabalho do autor e achei o enredo super interessante.
    Sempre me interessei muito pelos trabalhos de genética e claro pelos filmes e livros que abordam, inclusive, esse deve ter sido um grande trabalho de pesquisa para poder trazer tantos detalhes críveis.
    Já vai lista dos desejados.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudy

      Também gosto bastante. Imagino também que tenha que ter tido muita pesquisa.
      Se todos os fatos estão corretos, admito que não sei kkkkk, mas que vale a pena a leitura vale.
      Bjs

      Excluir
  4. Olá! Olha que eu já não curto muito ir à praia, e depois desse livro acho que vou gostar menos ainda, gostei bastante da oportunidade de visualizar os seres citados no livro, através do QR code, acredito que torna a leitura ainda mais intensa, e essa mistura de ficção científica (que não sou muito fã) com suspense policial (que eu gosto) parece ser muito boa, ainda mais sabendo que o autor é brasileiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elizete

      Certeza que depois dessa leitura você não volta mais para a praia kkkkk
      A parte da ficção científica aqui é muito pouca, é mais uma questão estilo Jurassic Park. Mas é um excelente livro.

      Excluir
  5. OLA
    me deu um medinho agora rsrs
    que bom ver a literatura nacional trazer uma obra tão boa como voce relata na sua resenha

    a capa está belissima mas confesso que o que mais me chamou atençao são as nacionalidades dessa trama
    otima resenha
    dica anotada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliane

      kkkk Olha, dá medo de ir na praia depois sim.
      Muito obrigado =D
      Sim, bom ver uma obra nacional tão bem feita =D
      Espero que possa ler em breve.

      Excluir
  6. Hey Fábio, sua resenha está sensacional! Eu já nem gostava de praia antes, agora definitivamente prefiro ir pra Serra Gaúcha! Brincadeira a parte, UNICELULAR é um livro completo, com uma trama rica e super bem construída!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nalí

      Obrigado =D. kkkk pois é, mais seguro viu.
      Sim, bem completo mesmo, gostei bastante =D

      Bjs

      Excluir
  7. Livro nacional sempre é bem vindo, temos que valorizar ao máximo. Gostei da resenha, parece ser muito interessante. Mudar minha opinião sobre banho de praia não muda muito, não curto muito praia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Verdade, tem muita coisa boa =D. Ele é, bem interessante, muito massa, recomendo. kkkk ainda bem, porque depois de ler ai que não vai querer mesmo. kkkk.

      Excluir
  8. Me ganhou no jurassic park brasileiro. Brota aqui na mamãe é vai ser só sucesso. Gostei da proposta do livro e site.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina

      kkkkkk te garanto que vai sim. Tomara que consiga ler.

      Excluir
  9. Olá!
    Não sou muito fã de Jurassic mas fiquei bastante curiosa por esse livro. Tem uma ótima premissa e mistura um mistério com ciência. Espero ler algum dia!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lily

      Esse livro é muito bom =D. Sim, é um thriller cheio de ação, com personagens muito bons. Recomendo.

      Excluir
  10. Oi, Fabio
    Uaaau, que história!
    Parece ser incrível mesmo!
    E se lembra Jurassic park já quero!
    Esse não lerei mais ficção científica e esse vai pra lista.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Sim, cheio de ação e suspense, muito boa. Lembra demais, tem até referencia direta kkkkk.
      Bjs.

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in