Quotes de julho

Por Naty Araújo •
31 julho 2020

Olá, leitores. Como foram as suas leituras no mês de julho? Hoje trouxemos alguns quotes para vocês. Esperamos que gostem.

Giovanna
“Um homem pode desejar algo por alguns instantes, mas uma grande parte dele rejeita esse desejo. Você deve aprender a julgar as pessoas por seus atos, não por seus pensamentos” (WECKER, Helene. Golem e o Gênio, p. 55).


Luana
“Lilith pode ajudar as mulheres a lembrar-se de que:
‘Houve um tempo em que não era uma escrava, lembra-te disso. Caminhavas sozinha, alegre, e banhavas-te com o ventre nu. Dizes que perdeste toda e qualquer lembrança disso, recorda-te... Dizes que não há palavras para descrevê-lo, dizes que isso não existe. Mas lembra-te. Faze um esforço e recorda-te. Ou, se não conseguires, inventa’” (KOLTUV, Barbara Black. O Livro de Lilith, p. 173).


Carol
“Eles vão se reerguer, pirralha. A vida é mais resiliente do que aparenta ser. O ser humano já esteve à beira da destruição antes, mas, de alguma forma, sempre nos reerguemos - disse Átila, bagunçando o cabelo da amiga.
Elise enxugou os olhos e abriu um sorriso.
- Vocês têm razão…
- É claro que temos - brincou Átila. - Ao invés de chorar, se esforce para que isso não volte a acontecer. Honre os que partiram com o seu serviço, não com sua pena” (LESSA, Jefferson. Cerberus, p. 268).


Fábio
“‘Não é conveniente”, Harry continuou, “que num mundo onde os homens ditam as regras a coisa mais desprezada seja a que representa a maior ameaça? Imagine se todas as mulheres solteiras do planeta exigissem alguma coisa em troca de seus corpos. Vocês seriam as donas do mundo. Um exército de pessoas comuns. Só homens como eu teriam alguma chance contra vocês. E isso é a última coisa que esses cretinos querem: um mundo comandado por gente como eu e você’” (REID, Taylor Jenkins. Os sete maridos de Evelyn Hugo, p. 178 e 179)


Marcos
“Antes porém que vos vades, assim como ouvistes os vossos louvores, ouvi também agora as vossas repreensões. Servir-vos-ão de confusão, já que não seja de emenda. A primeira cousa que me desedifica, peixes, de vós, é que vos comeis uns aos outros. Grande escândalo é este, mas a circunstância o faz ainda maior. Não só vos comeis uns aos outros, senão que os grandes comem os pequenos. Se fora pelo contrário era menos mau. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande. [...] Os homens, com suas más e perversas cobiças, vêm a ser como os peixes que se comem uns aos outros. Tão alheia cousa é não só da razão, mas da mesma natureza, que sendo todos criados no mesmo elemento, todos cidadãos da mesma pátria, e todos finalmente irmãos, vivais de vos comer” (VIEIRA, Antônio. Sermão de Santo Antônio aos Peixes. In: Padre Antônio Vieira – Essencial, p.289-90, e-book). 


Natalia
“Provavelmente abortar uma criança para Steve seria igual a abandoná-la, e ele jurava nunca fazer nada que se assemelhasse ao comportamento de seu pai para com sua família. Então Steve e Tabby decidiram encarar as dificuldades. Ainda que Steve nunca tivesse tido problema para encontrar motivação para escrever, agora ele tinha ainda mais incentivos. Escrever, para ele, seria a porta de saída de uma vida difícil” (ROGAK, Lisa. A Biografia - Coração Assombrado, p. 68).

Comentários via Facebook

7 Revelaram sentimentos:

  1. Olá! Eita que em julho eu até que li bastante, e foi uma verdadeira overdose de livros de época, estou relendo Os Bridgertons (li até o sexto), Uma noiva Rebelde, Codinome V, Alguém para amar da Mary Balogh (amei) e os livros da série As Damas Da Sociedade, da Julie Lopo que são bem curtinhos, o único livro que fugiu do gênero foi Eleanor e Grey da Brittainy C. Cherry, que me fez chorar bastante e entrou para a lista dos meus favoritos. Esse quote de Cerberus bem que serve para ser dito na realidade que estamos vivendo hein, e sempre que leio algo da Taylor Jenkins tenho mais vontade ainda de conferir seus livros.

    ResponderExcluir
  2. Só quotes que me deixaram reflexiva....
    E o quote de Evelyn Hugo me deixou ainda mais com vontade de ler o livro

    ResponderExcluir
  3. Oi, Naty
    Gostei de todos, mas o primeiro achei sensacional!! Muito bom mesmo.
    O da Evelyn Hugo me deixou curiosa. Eu comecei o livro, mas parei porque achei ela chatinha kkkkk agora me deu vontade de tentar ler novamente.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Naty!
    Gosto sempre de ver os quotes dos livros lidos pelos colaboradores e o seu.
    Um agosto cheio de boa leituras.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Oi, Naty
    Adoro esse post dos quotes porque vocês sempre trazem com eles reflexão e claro a vontade de ler os livros.
    Se já queria ler Os sete maridos de Evelyn Hugo depois de quote preciso para ontem desse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Julho foi um mês de leituras até que proveitosas por aqui. Li (e gostei) de bastantes livros. Inclusive, marquei alguns quotes com flags nos meus também. Dentre os listados, o meu favorito foi o de Os sete maridos de Evelyn Hugo ♥. Perfeito!

    ResponderExcluir
  7. Julho já era. Agora é torcer para que Agosto não demore mais 5 anos. Jesus amado! rs
    Amo essa coluna e puxa, Fábio lendo Os Sete Maridos?? Esse livro é desejado demais da conta. Naty pra variar, trazendo King e o coração da gente fã de terror, fica borbulhando de amor e vontade já conferir resenha completa!
    Vocês arrasaram e muito!!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in