Resenha: Into the Void

Por Fabio Pedreira •
29 julho 2020

Em uma galáxia muito, muito distante
Desde pequena Lanoree Brock já tinha afinidade com a força. Filha de Jedis (leiam Jedáis), ela já parecia estar com o caminho traçado pelos templos de aprendizado de Tython - planeta onde a ordem foi fundada. Mas, ao contrário dela, seu irmão mais novo - Dal - repudia a força, achando que os Jedis acabam ficando reféns dela.

Mesmo assim os dois são enviados para começar seus treinamentos como Jedis e eles acabam passando por várias provações, que vão aprofundando mais e mais a relação de cada um com a força, seja ela de aceitação ou de exclusão. O que no fim pode acabar levando a um perigo mortal para o jovem Dal (não é spoiler).

Anos depois, já uma Ranger, Lanoree é convocada por sua antiga mestra Jedi - Dam-Powl para resolver uma situação de urgência. Um líder de um culto está manipulando objetos que fazem o uso de matéria escura com o intuito de abrir um suposto portal que possibilitaria viagens através do hiperespaço. O problema é que a matéria escura pode acabar consumindo não só Tython como também todos os planetas ao seu redor, e cabe a Lanoree rastrear e caçar esse sujeito pelo espaço.

Into the Void foi o primeiro livro do universo de Star Wars que li, e gostei bastante. Já vi os filmes - menos o último -, uma série ou outra, mas ainda não tinha lido nenhum dos seus livros. Felizmente, tive o prazer de encontrar uma leitura divertida e com uma vibe bem aventuresca, lembrando muito a sensação de ver alguns dos filmes.

Achei bem interessante notar que na época do livro os Jedis ainda não tinham os seus famosos sabres de luz, utilizando de espadas na hora de se defender, assim como as viagens espaciais, que apesar de existirem viagens entre planetas, elas não existiam - não para eles pelo menos - através das galáxias como estamos acostumados a ver nos filmes. Inclusive esse tipo de prática era vista com maus olhos, já que não se sabia o que poderia acontecer ao buscar um conhecimento sobre as origens dos seres que originalmente colonizaram Tython. Isso é interessante, já que vira e mexe Star Wars tem algum paralelo com com a religião, e isso de busca das origens e do desconhecido brinca muito com esse fato, deixando o leitor fazer as associações que entender.

Mas, deixando as metáforas de lado, o livro é bem divertido, trazendo uma trama cheia de aventura e de certa forma até meio clichê, com uma protagonista solitária que se junta a um outro personagem cujo passado revela ações que ele se arrepende e que hoje faz o bem buscando redenção. Não é realmente uma trama original, porém, a diferença toda está na execução.

Lanoree é uma excelente personagem e Tre Sana - personagem que se junta a ela - é aquele típico personagem que faz piadas nos filmes. A química dos dois é muito boa durante a jornada. O contrário acontece com Lanoree e Dal, seu irmão. Durante a narrativa o livro vai intercalando entre presente e passado, onde no passado temos os irmãos fazendo suas jornadas para o caminho Jedi. Não achei chato, mas algumas vezes eu cheguei a me perguntar o por que forçar o garoto a fazer uma jornada que ele claramente não queria, parecia meio que sem sentido, mas enfim.

Esse foi o principal ponto negativo na minha opinião, e um pouquinho do fato de que, apesar de ter ação, eu gostaria que tivesse um pouquinho mais. Para quem gosta de Star Wars e lê em inglês, fica aí a dica. Pra quem quer treinar também é uma boa, já que a linguagem aqui é bem tranquila. Recomendo a leitura e que a força esteja com você.


Título: Into the Void
Autor: Tim Lebbon
Editora: Del Rey Books
Páginas: 320
Ano: 2013
Compre: aqui

Comentários via Facebook

16 Revelaram sentimentos:

  1. Sou completamente leiga no universo Star Wars.
    Porém acho super legal a expansão desse universo através dos livros, com possibilidade de expandir histórias e dar vez a personagens secundários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chelle

      Recomendo ver os filmes, vai que gosta =D.
      Sim, é bem legal. O mal é só que no caso de Star Wars tem uns 8493623 livros kkkkkkk

      Excluir
  2. Olá! Esse é um universo que eu sempre gosto de acompanhar um pouco mais, ainda mais sabendo que esse teve uma construção tão bacana, além dos mais estou me arriscando a ler em inglês, então claro que a dica está anotadíssima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elizete

      Opa, olha ai a chance de unir o útil ao agradável. A linguagem desse é tranquila, então dá para arriscar tranquilo.

      Excluir
  3. ola Fabio
    sou totalmente por fora desse universo ,nem os filmes assisti e tambem não leio em ingles então dessa vez deixo passar a dica
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliane

      Tranquilo. Mas se der tenta ver os filmes. Vai que acaba gostando?
      Bjs

      Excluir
  4. Acredita que nunca li um livro e nem vi um filme inteiro da saga?? Não me jogue pedras. Mas admito que desse universo que o mundo dá a vida quando sai um livro ou filme novos, eu não entenda nadinha rs
    Se eu ainda pretendo mudar isso em algum momento? Sim! Tanto na parte dos livros quanto dos filmes, só para tentar chegar perto de entender esse amor e quase devoção que os fãs tem por tudo que vai saindo!
    Parece um bom começo esse livro rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela

      Acredito sim kkkk. Não jogarei pedras, mas talvez eu fale com o Darth Vader sobre vc kkkkk. Eu admito que gosto, mas não sou esse fã doido também não kkk. Tenta ver os filmes,, quem sabe?
      Bjs =*

      Excluir
  5. Boa tarde,
    Tudo bem?
    Nossa, não conhecia este livro :O Gostei da dica, vou procurar. Bom para treinar o inglês também kkkk
    E os filmes eu vi todos ( tá, menos Han Solo kkkkkk)

    Abraços
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandro

      Boa, procura sim. Sim kkkk ajuda bastante esse ai. O inglês é tranquilo, e os capítulos são curtos. Não vi o último, mas Han Solo você não está perdendo nada kkkkk

      Abraço

      Excluir
  6. Minha única referência a Star Wars foi um filme lançamento da época que assisti. Rogue One, se não me engano? De resto, conheço o básico do básico. Mas, enfim, pra quem é fã da saga deve ser um prato cheio se aventurar em diversas histórias apresentadas pelos livros. Que curioso nessa história ainda não existir os sabres de luz, algo tão icônico que imaginava ser desde o começo das histórias. Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ycaro

      Recomendo. Rogue One é um dos melhores, e cronologicamente é o primeiro da saga. Sim, pra quem gosta deve ser bem interessante saber mais. E é bem curioso mesmo o fato de não ter sabres de luz. Gostei.

      Excluir
  7. Oi, Fabio
    Ainda não assisti nenhum filme, nem li nada de Star wars. Kkkk
    Mas quero muito o fazer em breve.
    A Lanoree parece ser uma personagem cativante e passará por várias aventuras.
    Tendo passado e presente já me ganha. Adoro livros assim.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana

      Recomendo assistir kkkk. Ela é sim, pelo menos a versão atual kkkk. Ela criança não achei tanto kkkk. Vale a pena arriscar a leitura =D.
      Bjs

      Excluir
  8. Olá, Fábio
    Não li nenhum livro da saga e os filmes vi só os 2 primeiros.
    A adaptação é um pouco diferente do livro, mas parece que não influencia na leitura.
    Infelizmente assim como Dal muitos filhos são obrigados a seguir tradição ou regras que para eles não fazem sentido.
    Uma pena que não leio em inglês, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luana

      Na verdade esse não é a adaptação dos filmes. É outra historia. Sim, infelizmente tem muita gente que acaba indo fazer o que não quer por pressão dos pais.
      Mas tem muitos livros da saga em português também, da uma arriscada =D.

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in