Resenha: Eleanor & Park

Por Giovanna Prates •
15 julho 2020

Você já experimentou aquele primeiro amor, de torcer o coração, espremer a alma? Aquele que esmaga o ar pelos pulmões e você não pode nem ficar separada da pessoa amada que já lhe dói o coração? Bom, este livro vai te dar um belo “tapa na cara” em relação a tudo.

Neste romance, aprendemos a história de dois passarinhos estranhos. Eleanor, dos cabelos ruivos vibrantes, cor de fogo, que se veste desajeitadamente, com roupas largas. Aquela garota que todos zombam por ser diferente e por estar acima do peso, mas NINGUÉM sabe o que ela passa quando está em sua casa. E Park, um garoto estranho, silencioso, asiático, que só quer ficar sozinho para fazer suas próprias coisas. Dois pequenos desajustados, que lentamente se conhecem durante a viagem de ônibus para a escola. De um insulto de saudação irritado até um amor incondicional incompreensível, eles criam um laço forte e intenso.

Eu tenho que dizer que amo esse livro. É minha segunda vez lendo depois de tanto tempo, e meus sentimentos não mudaram. Amo o calor e a vibração que a narrativa traz, a mágoa e a dor, o humor, a maldade, a feiura, a beleza, o choro, o riso, o sarcasmo...é um turbilhão de emoções que te envolvem em um abraço bem apertado e te acolhe, mas também, te machuca. É uma das melhores coisas que eu já li e se você tiver sentimentos, precisa ler este livro. Eleanor e Park estão definitivamente na minha lista de casais favoritos e acho que nunca vou superar esse livro incrível ou a inundação de emoções que me varre ao falar sobre ele.

Um belo romance YA (Young Adults) best-seller. Uma aposta bastante segura para quem gosta do gênero Jovens-Adultos. Muitos belos momentos agradáveis ​​para lembrar, e alguns trechos muito engraçados também, com um humor sarcástico especial – que eu particularmente, amo. Uma trama que traz a lembrança da juventude e o milagre daquele primeiro amor, e todos os medos e emoções que ele carrega. Embora seja moderadamente curto, digo que é altamente recomendável.


A história foi escrita com habilidade e cada capítulo foi igualmente maravilhoso. Cada palavra da autora Rainbow Rowell é como mágica e a história, linda, além da compreensão. Os personagens são quase tudo de bom neste mundo amontoado, dois seres humanos que se encaixam como peças de um quebra-cabeça. Mas como esse livro é essencialmente uma história de amor, não se pode esperar muito além dos termos de drama familiar, drama de adolescentes no ensino médio e tantos outros sentimentos que não são nada românticos por natureza.

Eleanor e Park têm vidas fundamentalmente muito diferentes, e ver suas histórias individuais colidirem nessa impressionante explosão não foi nada além de agitado. À primeira vista, suas personalidades são tão diferentes e sua educação, tão variada, e mesmo assim, você continua lendo e começa a ver essas pequenas semelhanças na maneira como pensam e que suas diferentes personalidades servem apenas para enfatizar o quão bem combinadas elas são.

Eu amo que Rainbow Rowell não tenha tentado escrever uma história de amor que fosse muito suave ou muito complicada. Ela encontrou a combinação perfeita dos dois e pousou em algum lugar no meio. Ela não encobriu os mal-entendidos e o constrangimento. Nem as dúvidas ou as repercussões. -Mas ela não se demorou neles por muito tempo também. - Ela criou dois dos melhores personagens do mundo e os deixou cantar em um mundo de dificuldades e decepções, mas que ainda lhes permitia encontrar o amor. É uma história de amizade, intimidações, dor, medo, amor, necessidade e conforto tingidos com um pouco de histeria.

Depois que terminei de ler o livro – mais uma vez -, pensei em como a história é direta e complexa em todos os aspectos que realmente importam. Você olha para trás e vê a história de amor mais fofa da vida de duas almas incríveis em um mundo que talvez nunca as apoie de verdade. Pessoalmente, olho para trás e me pergunto como sobrevivi a algo tão maravilhoso. Então, se você não estiver entre as trezentas mil pessoas que leram esse livro até agora, não hesite e corre ler.

Quotes:
“Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou as batidas do coração. Como segurar algo completo, e completamente vivo.”

“Ela só vinha quando queria mesmo, em sonhos, mentiras e dejá-vus fragmentados.”


Título: Eleanor & Park (edição cedida pela editora)
Autor: Rainbow Rowell 
Tradutor: Ligia Azevedo 
Editora: Seguinte
Páginas: 360
Ano: 2020
Compre: aqui

Comentários via Facebook

11 Revelaram sentimentos:

  1. Esse livro é tão lindo, delicado e triste!
    Chorei horrores com ele.
    Park um menino lindo e sensível.
    E Eleanor??? Vontade de colocar em um potinho e proteger do mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alou, Chelle! Concordo plenamente com você. Queria guardar os dois em um potinho e proteger do mundo. Fico feliz de compartilhar esse amor por aqui!

      Excluir
  2. ola
    nossa hoje mesmo eu vi esse livro só não o comprei porque p preço ainda está um pouco caro ,mas quero muito conhecer esses dois que tanto emociona e encanta
    está na minha lista de desejado sem duvida nenhuma

    ResponderExcluir
  3. Quando esse livro foi lançado eu morri de vontade de ler, mas não tive a oportunidade de comprá-lo. Confesso que não tinha vontade de voltar a ler coisas desse gênero, pois ele não me agrada mais (engraçado, né? como alguns gostos mudam radicalmente com o tempo hahah), mas sua resenha fez parecer que eu precisoooo ler esse livro. Amo quando as leituras me despertam um turbilhão de emoções!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Aquele livro que só da gente ver o título, o coração se enche de amor e carinho! Li o livro em outra versão há um tempo. Uma amiga me emprestou numa edição da revista Avon rs e ainda trago as dores e cores de Eleanor.
    Aquele tipo de menina que a gente quer abraçar a todo instante. E claro, Park não fica atrás.
    Não é uma história de amor, são histórias de vidas que se cruzam.
    Agora de todo o coração, preciso dessa edição da Seguinte, que está linda de viver e claro, para chamar de minha e poder reler essa perfeição!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. É incrível que TODAS as pessoas que já leram esse livro, que eu conheço, não teve uma que não gostou. Eu conheço esse livro há bastante tempo, mas nunca o li. Os diversos sentimentos que ele transmite é o que sempre me deixou com vontade de lê-lo. Além disso, os personagens parecem ser bem cativantes!

    ResponderExcluir
  6. Giovanna!
    Que bom que gostou tanto que já leu duas vezes.
    Delícia poder ler um livro onde os protagonista tem uma sintonia fina um com o outro e se ajudam a superar seus medos, frustrações e criar novas expectativas de vida.
    Não li ainda nenhum livro da autora, porém só leio elogios sobre ela e suas personagens bem construídas e sempre com a mensagem de fé, isso é importante.

    ResponderExcluir
  7. Nunca peguei esse livro por algumas questões... 1. Não tenho muito interesse na RR depois de odiar FanGirl; e 2. Algumas problemáticas racistas que vejo apontarem, mas nunca me aprofundei muito no assunto. Mas confesso que sua resenha me deixou empolgado pra ler por um momento, fiquei curioso em sentir esse tanto de emoções e sensações durante a leitura e conhecer os detalhes da individualidade de cada personagem. Quem sabe eu não leia?

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eu li esse livro há muito tempo, e me apaixonei pelos personagens, tanto que até me identifico um pouco com os protagonistas, realmente a autora soube trabalhar bem os temas abordados no livro, o único “porém” fica por conta do final que para mim, foi um pouco frustrante, eu esperava algo mais.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Giovanna
    Li o livro no ano passado e confesso que em certos momentos ainda estou nesse universo de Eleanor e Park.
    Estou namorando essa nova edição, quero muito.
    Eles são meu casal favorito, gostam de músicas, ler e ainda mesmo com suas diferenças e dificuldades eles conhecem o amor e transbordam quando estão juntos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Giovanna
    Nossa, que resenha mais linda!
    Sou louca para ler esse livro. Parece ser um casal fofo, intenso, que vive problemas, mas que atravessa tudo nos fazendo refletir tanto.
    Assim que der lerei.
    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in