TARDIS de Quinta: Eu Nunca...

Por Luana Gobbo •
16 julho 2020

"Eu nunca" achei que a série "Eu Nunca..." fosse tão legal!

A série “Never Have I Ever” (“Eu Nunca...” como foi traduzida aqui no Brasil) é o que chamamos de “drama adolescente” com uma boa pitada de humor. É original Netflix, criada por Mindy Kaling e Lang Fisher, tendo a primeira temporada disponibilizada no catálogo em 27 de Abril de 2020. A classificação indicativa é +14. 

A personagem principal, Devi Vishwakumar, junto com suas duas melhores amigas, querem se descobrir no ensino médio e têm a ideia inusitada de que serão populares se tiverem namorados. Então, bora à caça aos crushes! Devi, que narra sua história para a gente com um humor único, é uma jovem de origem indiana que passa a morar nos EUA com seus pais desde o início de sua infância. Ao longo da história, fica nítido a forma como a personagem mascara o turbilhão de sentimentos conflitantes acerca da perda precoce e inesperada do pai, bem como inúmeras questões sobre sua autoestima e demais anseios que serão mostrados no decorrer de cada episódio, com seu jeito descontraído, espontâneo, e, mais uma vez, bem humorado, criando uma montanha russa de sensações – inclusive ao telespectador. 

A série tinha tudo para ser mais uma trama comum de entretenimento voltado para o público adolescente, mas... deixa eu fazer uma perguntinha aqui: sabe aquele ditado “nunca julgues um livro pela capa”? Pois bem, seria bastante deselegante julgar a série “Eu Nunca...” apenas por essa primeira impressão que ela nos dá. Apenas se permitam assistir os 10 episódios de aproximadamente 20 minutos, ou ao menos dar play no 1° só para ver como é, e quando menos esperar, já vai estar no último e completamente imerso pelas muitas camadas que essa série possui além de uma trama – relativamente – clichê. 

A protagonista, assim como muitas adolescentes nessa fase, se encontra confusa e perdida procurando “válvulas de escape” para fugir dos seus problemas e de alguns traumas familiares recentes. Com a ideia “genial” do seu plano infalível para ganhar, junto com suas amigas, popularidade na escola, surge uma paixão repentina pelo garoto atleta, popular, e mais gato da escola: Paxton Hall Yoshida. Mas Devi, por mais que seja uma personagem que muitas garotas podem se identificar com seus anseios, também não é tratada na série como uma “fada sem defeitos”. Ela também erra, e muito. 

Sua paixão repentina por Paxton desvia total sua atenção das pessoas ao redor, e, muitas vezes, Devi até diz que “seu problema é maior do que o delas”, sendo esta, uma atitude deveras egoísta. As melhores amigas da personagem são Eleanor, que possui vocação para o teatro e busca superar a falta que sua mãe faz em sua vida após ser deixada por ela, ainda criança, para seguir sua carreira independente de atriz; e Fabiola, uma jovem gênio da tecnologia que começa a questionar a sua sexualidade e não sabe muito bem como lidar com isso. As três, apesar de hora ou outra estarem em conflito, possuem uma personalidade forte e se veem na mesma posição de querer evitar falar sobre seus problemas. 

“Eu Nunca...”, apesar do pouco tempo em tela, promete – e cumpre – a exposição de temas importantíssimos a se passar, principalmente para o público adolescente. Outro fator super interessante é a diversidade de culturas, abstraindo aquela atmosfera “EUA – Inglaterra” mega comum na maioria dos filmes e seriados, e dando destaque para a cultura indiana, além de muitos outros tópicos de representatividade que a série aborda. 

Apenas se deixem levar por essa história super gostosinha de maratonar e, de quebra, ainda querer que muitos dos personagens ali sejam seus amigos – e talvez passar raiva com outros também. A Netflix anunciou no Twitter recentemente que “Eu Nunca...” foi renovada para a segunda temporada, ainda sem previsão de lançamento.

Criadores: Mindy Kalling e Lang Fisher
País de origem: EUA
Distribuição: Netflix
Temporadas: 1 até o momento
TARDIS de Quinta. O título faz referência à “TARDIS”, cabine telefônica e nave do Doutor na série Doctor Who. Nada mais justo do que uma junção de uma série clássica e aclamadíssima para nossas tardes aqui indicando séries que gostamos, não é mesmo?!

Comentários via Facebook

12 Revelaram sentimentos:

  1. Oi Lu!!
    Adoro a Mindy, tanto como atriz quanto como produtora e diretora.
    Realmente, julgar livro pela capa ou série por apenas um episódio é muito precipitado e podemos deixar de assistir algo muito interessante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi ❤️
      Ahhh com certeza! Essa série cresce muito no decorrer dos episódios

      Excluir
  2. Luana!
    Acho importante série e filmes (e livros) que discutem os problemas e dúvidas adolescentes.
    Só que para mim, no momento, não é uma série que me interesse muito assistir, quem sabe mais para frente.
    Valeu a indicação.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi, Rudy! ❤️
      Ah super entendo! Tem séries que não nos chamam atenção logo de cara mesmo ou simplesmente não é nossa praia hahahah. Mas se um dia decidir dar uma chance, espero que goste!

      Excluir
  3. Olá, visitem meu blog! Ficarei muito feliz em vê-los por lá! http://daymalmeida.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Eu amei a frase inicial pois também "Nunca imaginei que a série Eu Nunca seria tão legal" rs
    Eu a vi num fôlego só, mas confesso que quase não comecei a ver. Sei lá, mesmo amando cenários juvenis, parece tão vazia esse lance de só crushs e afins.
    Mas aí a gente começa a ver e não é apenas isso, é bem além. São problemas familiares, culturais, amizades.
    É tudo muito gostoso e fácil de ir assistindo até chegar no final e se pegar ali, esperando por mais!
    Tomara que a segunda temporada não demore a chegar!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. Como eu mal acesso a Netflix, eu ainda não conhecia essa série. Adorei saber que a série, mesmo aparentando ser só mais uma série voltada para o público adolescente, é boa e prende o telespectador. Além do conteúdo, eu adorei que os EPs são curtinhos, pois confesso que to correndo de série com EPs longos hahah

    ResponderExcluir
  6. Eu também não esperava que Eu nunca... fosse me agradar tanto, não coloquei tanta fé no hype, até que assisti. A série é mesmo muito boa, e o mais legal é como ela mostra o quão cada personagem tem seu lado e suas questões problemáticas, além das qualidades. Além da cultura indiana como destaque em todos os episódios, o que é maravilhoso. Estou muito curioso para a próxima temporada!

    ResponderExcluir
  7. Olá! Com certeza não é uma série que eu olharia duas vezes se estivesse navegando pela minha TV, mas lendo seu post dá para perceber que a série apesar de ser um drama adolescente cheio de clichês, inova por possuir essa diversidade cultural, isso somado aos episódios curtinhos me animam em dar uma chance à série.

    ResponderExcluir
  8. Ahh! Quero muito ver. Valeu pela resenha.

    Bom fim de semana!

    OBS.: O JOVEM JORNALISTA está em quarentena de 22 de julho à 31 de agosto, mas comentarei nos blogs amigos nesse período.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Oi, Luana
    Eu vi assim que foi lançado na Netflix e gostei muito, dei muitas risadas, pensei em quando tinha a idade dos personagens e tal.
    Fiquei feliz que terá a segunda temporada. Além das 3 protagonistas amei a irmã de Paxton, além de trabalhar com moda ela fala a verdade para o irmão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Luana
    Nossa, também não conhecia essa série.
    Mas é o drama adolescente divertido bem como gosto.
    E por mostrar essas adolescentes, com defeitos, medos e descobertas deixou ainda mais legal, diferente dos personagens perfeitos dos filmes Hollywoodianos.
    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in