Resenha: Sem Ar

Por Maiani •
26 maio 2021

Sem Ar conta a história de Claude, uma garota comum que está se formando no colégio e se preparando para uma viagem de despedida com sua melhor amiga. Seus planos para o verão mudam quando os seus pais anunciam que estão se separando e ela terá que passar as férias numa ilha isolada com a mãe. Esse é o terceiro livro da Jennifer Niven que leio e posso afirmar que é o mais responsável até o momento. Sempre dou uma chance para os livros da autora pois ela traz assuntos espinhosos de forma "leve", com uma linguagem simples, para jovens.

Acho interessante o fato de a autora mostrar os conflitos familiares como plano de fundo para toda a descoberta que essa fase traz para os jovens, várias primeiras vezes são mostradas nessa história e toda implicação que isso traz para a pessoa que nos tornamos. Acompanhar o amadurecimento de Claude, o entendimento de seus desejos e lugar no mundo, nos traz um quentinho no coração e acredito que fale com todos que já passaram por essa fase e aqueles que ainda estão nela.
"É uma dessas tragédias às quais minha mãe, a escritora, se refere como um momento definidor: aquele momento em que a vida muda de repente e você tem que juntar os pedaços. Ela diz que é como você junta os pedaços que define quem você é."
Para mim uma das melhores coisas foi o relacionamento de mãe e filha construído, nos acostumamos a ver nos livros de YA pais ausentes ou que não ligam para seus filhos, mas isso não se aplica aqui. O amor em comum pelos livros e pela escrita transborda sentimento e identificação, cria um laço que faz entendermos as atitudes de ambas personagens ao decorrer da história.
"A escrita pode nos salvar."
Em alguns momentos o livro me perdeu, pois havia muita repetição de situações e frases já ditas pela protagonista, tornando o meio do livro cansativo, principalmente em relação ao romance. Por falar nele, apesar de ser praticamente um instalove (a história se passa em pouco mais de 30 dias), é um romance gostoso de acompanhar, mesmo com todo o drama adolescente que às vezes parecem um nível acima em contraste com a realidade.
"O agora é suficiente. Não precisamos ser mais nada além do agora."
Como era o esperado o livro fala de forma leve sobre os conflitos familiares, as descobertas e mudanças na vida de uma adolescente, mas sem cair no lugar comum ou romantizar situações tóxicas. Apesar de pouco explorados, os personagens secundários também chamam nossa atenção e trazem ainda mais diversidade para essa história um tanto clichê.

Título: Sem ar (edição cedida pela editora)
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Páginas: 392
Ano: 2021
Compre: aqui

Comentários via Facebook

9 Revelaram sentimentos:

  1. Oi Maiani,
    Curto muito a escrita da Jennifer. Meu primeiro contato com ela, como todo mundo, foi com Por Lugares Incríveis. Em seguida li, o meu fav dela até o momento, Juntando os Pedaços. Livro que me apresentou Shirley Jackson com Sempre Vivemos no Castelo.
    Ganhei o livro em um sorteio e mal posso esperar para ler

    ResponderExcluir
  2. Maiani!
    Já tive oportunidade de ler um outro livro da autora e gostei, justamente por abordar problemas do cotidiano e de alguma forma, acabamos nos identificando.
    Gosto dos dramas familiares e de acompanhar o desenvolvimento de um romance, mesmo que seja adolescente.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de livros que trazem assuntos que vão me fazer refletir de alguma forma, mesmo que seja leve. Imagino que seja melhor ainda quando o próprio público-alvo faz esse tipo de leitura, porque aí sabemos que o objetivo chegou aos interessados. E que bom que não romantiza algumas situações, já basta tantos livros que vemos por aí que só Jesus na causa.

    ResponderExcluir
  4. Eu só conheço Por Lugares Incríveis da autora, que vou reler em breve, pois a primeira vez foi com um livro emprestado,aí tive que correr um bocado rs
    Eu amo esse se centrar nos dramas familiares, muito comuns sim na juventude. E que causam estragos à vida adulta.
    Gostei de saber que nesse livro a relação mãe e filha não é caótica, como quase sempre é.
    Mesmo com as ressalvas, é um livro que quero muito ter a oportunidade de ler!!!
    beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Ainda não li nada da autora e que bom que mesmo sendo um livro clichê a autora foge um pouco ao criar essa relação de mãe e filha e náo romantizar relações tóxicas. Gosto muito de livros que abordam as relações familiares e espero um dia poder conhecer a escrita da autora

    ResponderExcluir
  6. To bem curiosa pra ler essa histora. Pelas resenhas que ja vi ta sendo bem 8 ou 80, mas ainda assim quero muito ler. Gosto muito da escrita da autora e ela disse que é algo ate pessoal a historia desse livro, entao acho que vai valer a pena.

    ResponderExcluir
  7. Oi Maiani,
    Não conhecia esse livro, mas acho muito válido quando o enredo traz situações verossímeis e dignas de reflexão de forma leve.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá! Confesso que quando se trata da autora, fico com os meus dois pés atrás, tenho um certo trauma em relação aos seus trabalhos, por isso, meio que risquei ela da minha lista, eu sei que é um pouco drástico, mas por enquanto ela vai continuar no meu freezer por mais um tempo, não será dessa vez que isso mudará. #sorry.

    ResponderExcluir
  9. Oiiie,
    Eu quero demais ler esse livro.. A autora é minha favorita e os livros delas trazem temas muito importantes que vale muito pena e que devem ser debatidos.

    Beijocas:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos | Resenhas de livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in