Resenha: Jane Eyre

Por Giovanna Prates •
30 agosto 2021

Aviso de gatilhos. Este livro contém bullying, abuso, abandono.
“Eu não sou um pássaro e nenhuma rede me enlaça. Eu sou um ser humano livre com vontade independente.”
Jane suporta sofrimentos terríveis: ela é órfã; sua tia diz que ela é "menos que uma serva, pois você não faz nada para seu sustento" e invoca a ira de Deus que "pode ​​matá-la em um de seus acessos de raiva"; ela suporta a injustiça enquanto se esforça para ser boa, mas é sempre condenada, enquanto as falhas de seus primos são toleradas ou ignoradas. Então, ela é enviada para Lowood, e algumas coisas se tornam mais realistas do que o esperado.
“Eu me lembrava de que o mundo real era vasto, e que uma quantidade enorme de esperanças e medos, de sensações e emoções, estava à espera daqueles que ousassem sair por ele agora, buscando, em meio a seus perigos, o verdadeiro conhecimento do que é a vida.”

Essa é minha primeira vez lendo Jane Eyre e eu não imaginava que seria tão...injusto. É extremamente triste e difícil lidar com as tremendas dificuldades e abusos que Jane sofre ao crescer. Entendo que este livro é para ser uma grande história de amor, mas há mérito em prestar atenção aos seus anos de formação como um elemento essencial para explicar o que a Jane se tornou.

Creio que esse livro seja protofeminista. Jane tem muita raiva dentro dela, por causa dos papéis e expectativas de gênero que sempre são colocados nela. Além de sempre ser enviada para lugares onde é forçada a se moldar com o esperado. Jane defende-se constantemente, e em todas as idades ao longo desta história, mas vê-la vir ao seu próprio, e nunca desistir de suas crenças sobre o que é certo, é algo muito inspirador .
“Mas eu continuava viva, e a vida, com suas necessidades e dores e responsabilidades, me chamava. O fardo precisava ser carregado, as necessidades satisfeitas, o sofrimento enfrentado, as responsabilidades assumidas.”

No geral, eu me apaixonei completamente por Jane Eyre. Consigo perceber que foi escrito de forma extremamente inteligente e tecido de forma tão hábil. Todos os sentimentos sombrios e vibrações realmente tornam essa experiência de leitura única e incrível. E acho que este é um livro que poderei ler e reler indefinidamente, pelo resto da minha vida. É melhor você também acreditar que, se algum dia eu tiver filhos, essa leitura será obrigatória quando eles ficarem um pouco mais velhos, porque este livro realmente tem um poder imenso. E eu realmente acredito que este é meu clássico favorito de todos os tempos agora. E jamais desejo que uma mulher se sinta um pássaro preso em uma gaiola.

Título: Jane Eyre (exemplar cedido pela editora)
Autor: Charlotte Brontë
Editora: Penguin
Páginas: 712
Ano: 2021
Compre: aqui

Comentários via Facebook

11 Revelaram sentimentos:

  1. Existem alguns clássicos que parecem quase obrigatórios da gente conhecer ne? Esse livro é isso pra mim. Já vi inúmeras resenhas e sempre fico pensando em tudo que acontece com ela. A gente acaba imaginado acontecendo com a gente mesma ne? Nossa que indignação! Sua resenha me deu ainda mais motivos pra conhecer a obra.

    ResponderExcluir
  2. Giovanna!
    Tenho lido um livro por mês da autora e agora em setembro será esse e já estou ansiosa porque parece um enredo conquistador e carregado de mensagem que podemos aprender e usar no nosso dia a dia.
    Fascinante!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Descobri este site essa semana e já estou adorando os conteúdos, são ótimos!

    Parabéns! 👏

    Meu Blog: Sonhei Com

    ResponderExcluir
  4. Li Jane Eyre no projeto #LendoClassicoCP e foi uma grata surpresa.
    Não esperava curtir tanto
    Achei bem fluido, em relação a outros clássicos.
    E me apaixonei e sofri por e com Jane

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Tive a oportunidade de adquirir esse livro recentemente .Mas ainda náo comecei a leitura
    Só vejo elogios a obra de Charlotte Brontë e me encantar também com essa personagem forte e determinada.

    ResponderExcluir
  6. Jane apesar de tudo o que passou, deixou um legado não somente de aprendizado, resiliência,mas de esperança!
    Eu nunca tive oportunidade de ler o livro,só vi duas adaptações que claro que não chegam nem perto do que foi e é essa mulher.
    Mesmo sendo um calhamaço, é um clássico e sim, passará de geração em geração, com louvor!!!
    Espero muito poder ler!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  7. To tão curiosa pra ler esse livro. Espero gostar tanto quanto voce e varios outros leitores que adoraram essa leitura.
    Essa capa nao gostei dele no inicio, mas agora acho que ela tem bem a vibe desses classicos romanticos ingleses.
    Espero conseguir ler esse livro esse ano ainda.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Ahhh que esse é um dos meus livros favoritos da VIDA, acompanhar por tudo que a Jane teve que enfrentar, as injustiças eram de uma revolta ímpar, mas apesar de todos os percalços ela seguia de cabeça erguida e isso foi o mais inspirador, a leitura foi quase como um bate papo com a personagem e eu me encantei ainda mais com isso. E ao terminar a leitura a vontade que ficou, foi de ler tudo outra vez.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Giovanna
    Tenho o livro e ainda não li. Mas quero ler em breve.
    Jane é uma personagem que sofre muito, se molda e anula para estar a altura do que espera dela. É uma mulher forte e batalhadora.
    Imagino que reler deve ser encantador, beijos.

    ResponderExcluir
  10. Sempre tive muita vontade de ler os clássicos ingleses. Já li 'Orgulho e preconceito' e até perdi a conta de quantas vezes vi o filme, de tanto que assisti.
    Já peguei a adaptação para assistir, para ter uma ideia de como seria o livro, mas não entendi nada do que estava acontecendo até que chegou na metade e desisti. Sei que não foi justo da minha parte haha
    Mas espero daqui um tempo ter a oportunidade de ler e apreciar a obra como ela deve ser apreciada.

    ResponderExcluir
  11. Tenho muita vontade de ler esse livro, mas ainda não comecei por receio de ser uma história cansativa e de difícil compreensão. Mas gostei da resenha apresentada é só eu tomar coragem e inviciar a leitura.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in