Resenha: A biblioteca da meia-noite

Por Je Vasques •
25 outubro 2021

Nora não quer mais viver. Ela chegou num ponto da sua vida em que tem muitos arrependimentos, e acredita piamente que sua vida não faz mais sentido. Entre um noivado fracassado, um irmão que não tem contato e um trabalho que não faz nenhum sentido para ela, ela decide terminar com a própria vida em uma noite sozinha em casa. Mas ao invés de morrer, ela vai para a Biblioteca da meia-noite, onde cada livro na estante é uma escolha que ela poderia ter feito, uma vida que poderia ter vivido. Mesmo não querendo, ela começa a tirar esses livros da prateleira e experimentar essas vidas e tudo que poderia ter feito.

Esse é um livro bem lento e contemplativo. Nora tem um livro inteiro só de arrependimentos, e a tristeza profunda em que está me tocou bastante. Ela sente muita falta do irmão, não tem um relacionamento que deu certo, e é a pessoa que deixou muitas oportunidades escaparem. E se tivesse se dedicado à natação? E se tivesse se dedicado à banda? E se tivesse casado e seguido o noivo para outro país? Cada livro vai mostrar para ela versões dela mesmo que tinha esquecido, e ela vai perceber aos poucos que as escolhas que deixou de fazer, eram escolhas do seu noivo, pai, irmão. Nada era dela.


Então, ela começa o processo mais doloroso e necessário: o de se conhecer. Quem é Nora? O que ela quer exatamente fazer com a vida? O que ela gosta? Quais expectativas alheias ela não vai mais cumprir? Saber dizer não para as pessoas que ama, saber pedir perdão, ter a coragem de seguir uma vida que não é o que os outros esperavam, mas é o que te faz feliz. Você conseguiria isso? É um livro que te faz pensar em tudo isso, em todas as pequenas belezas do nosso dia a dia que nos passam despercebidas.

Nora teve uma segunda chance, e o livro é basicamente sobre isso. Segundas chances que damos para nós mesmos. Todo mundo tem arrependimentos, e muito provavelmente não vive a vida dos sonhos. Mas ainda sim é uma vida e uma oportunidade para fazer o melhor possível com ela. Eu amo livros assim, sempre são meus favoritos. Em um determinado momento, achei que a história ficou repetitiva, que poderia ter sido mais rápida. Porém, continua sendo um livro maravilhoso, que recomendo bastante.

Título: A biblioteca da meia-noite
Autor: Matt Haig
Editora: Bertrand
Páginas: 308
Ano: 2021
Compre: aqui

Comentários via Facebook

7 Revelaram sentimentos:

  1. Já era para eu ter lido ele em uma Leitura Coletiva que estou participando rs mas? O correio atrasou a entrega do livro rs
    Mas assim que chegar, eu corro, pois já li que é bem fluído e pelo que li acima, não é tão difícil sentir Nora e querer saber de todas as suas possíveis escolhas e com isso, nos fazer refletir também sobre as nossas próprias escolhas!
    Lerei com toda certeza do mundo e quero muito, me emocionar!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Olá! Caramba, não tinha ideia do que se tratava esse livro e fiquei extremamente impactada depois dessa resenha (imagina lendo o livro), acho que é impossível não se identificar, nem que seja um pouquinho com a Nora e pelas coisas que ela vem enfrentando, então ter a oportunidade de acompanhar esse processo vai ser bem inspirador.

    ResponderExcluir
  3. Je!
    Gosto demais de livros assim, que nos fazem refletir sobre nossas escolhas, sobre quem somos realmente e como podemos melhorar para nos tornamos pessoas mais felizes, mesmo que não sejam as coisas que as pessoas pensem ser boas.
    Anotado para leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Até então só tinha visto o livro e não sabia a premissa #ShameOnMe. Agora entendo o hype.
    E quero muito ler.
    Que história tocante e sensível

    ResponderExcluir
  5. Compre esse livro e ainda não li, mas quero ler logo. A história me encantou com essa questão "e se tivesse feito isso?". Acredito que irei refletir muito com esse livro.
    A capa também é a coisa mais linda né.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Para mim que sempre fico me cobrando e relembrando erros, até mesmo os mais pequenos, parece um livro que vai trazer muito pensamentos e reflexões de mudanças. Além que o livro parece ter um formado bastante diferente e legal.

    ResponderExcluir
  7. Olá
    É a vida é feita de escolhas .as vezes me arrependo das coisas que deixei de fazer e até mesmo das coisas que fiz.
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro tão hypado.
    A autora constrói um enredo bem reflexivo .Até então não tinha ficado interessada no livro mas depois de ler a sua resenha fiquei curiosa para saber como a autora construiu essa trama é como Nora termina.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.

Instagram

© Revelando Sentimentos – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in