Resenha: Lendários

by - março 08, 2022


Bree sofreu uma perda enorme na sua vida: sua mãe morreu em um acidente e ela não consegue lidar com isso. Para fugir dessa dor, ela decide entrar para um programa de pré-universidade bem longe de casa e das lembranças que o lugar carrega. Só que a universidade acaba se tornando uma coisa que ela não esperava, quando um dia andando pelo campus vê um monstro atacando pessoas. Ela descobre que nem todos podem ver esse estranho animal, que a lenda de Arthur é mais do que uma lenda e que sua mãe pode estar envolvida. Será que foi realmente um acidente o que aconteceu com ela?

Lendários teve um hype enorme e eu fiquei muito feliz quando li pois para mim, o hype é totalmente justificável. Essa história vai juntar elementos das lendas de Arthur e ancestralidade, visto que a Bree é uma personagem preta, e isso traz o peso e a diferença da história para mim. Nós já vimos muitas histórias sobre Arthur e os cavaleiros da távola redonda, mas aqui eles caçam demônios e protegem as pessoas desses seres. Existe uma grande hierarquia de poder, poder esse que é passado de geração em geração há milhares de anos. Eles têm como lema “a linhagem é a lei” e tudo relacionado a sangue e raízes é importante.


Bree não sabe lidar com o luto, ela tem só 16 anos e perder a mãe foi demais pra ela. Na faculdade ela descobre que a mãe conhecia a lenda de Arthur e, as descobertas que faz por causa disso, a levam a ter certeza que a morte dela não foi um acidente. Ela se infiltra então nessa sociedade, mas nada é tão fácil. Ela é a única pessoa negra, e constantemente passa por situações por causa disso. Pessoas que tocam no cabelo dela sem permissão, pessoas que presumem que ela está naquele lugar como empregada.

Ela é uma pessoa que tem consciência racial, e isso faz com que ela critique e chame a atenção das pessoas com atitudes racistas, o que é incrível se acompanhar. Colocar uma personagem que sabe quem é, e que faz questão de deixar as pessoas desconfortáveis e pensativas, é muito legal. Chega de protagonistas sofrendo e tentando se diminuir. Bree também descobre uma magia de raiz, que tem a ver com sua ancestralidade e com todas as pessoas pretas que morreram e sofreram naquelas terras. Esse é um toque a mais na história e uma parte importante da Bree.


Eu gostei muito desse livro porque ele toca em pontos sobre racismo ao mesmo tempo que fala sobre magia. Ele traz a lenda de Arthur e coloca como protagonista uma garota negra. É muito importante que a gente ocupe esses espaços de forma positiva. O livro é bem construído com suas várias linhagens, e o plot final é diretamente ligado a isso e é genial. Tem um breve romance, que eu espero que seja melhor desenvolvido no segundo livro. Mesmo que a Bree tenha me irritado em alguns momentos pela sua personalidade de adolescente da qual eu tenho zero paciência, eu recomendo muito a leitura.

Título: Lendários
Série: Lendários #1
Autora: Tracy Deonn
Editora: Intrínseca
Páginas: 592
Ano: 2021
Compre: aqui

You May Also Like

11 comments

  1. Sim, o hype é merecido!
    Gosto quando temas importantes e necessários são inseridos de forma coesa e coerente nas tramas em que normalmente não seriam inseridos.
    Ao falar de racismo nesse contexto de fantasia, com um toque de história, afinal fala do famoso Rei Arthur, a autora foi muito feliz.
    Vi algumas críticas quanto a personalidade da Bree, mas pra mim é justificável, diante de tudo o que ela passou

    ResponderExcluir
  2. No início do livro eu fiquei com um certo receio de não me apegar a Bree e sua imaturidade. Mas ao correr das páginas, ela foi amadurecendo tanto,mas tanto que foi impossível não devorar o livro num gole só!
    Uma das melhores fantasias que li o ano passado. Leve, divertida, juvenil e? Lendária rs
    Aguardando o segundo livro!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Estao falando tao bem dessa fantasia, que quero muito ler. A cada resenha mais curiosa com essa leitura. Por ser protagonizada por mulher, falar de temas importantes, representatividade. Acho que vou gostar bastante!

    ResponderExcluir
  4. Je!
    Tenho esse livro aqui para leitura e estou me programando para tal.
    Achei bem interessante mesmo o plot que vem da época de Arthur e ainda com uma adolescente negra e temperamental.
    Desse ser uma mistura interessante de leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Eu quase nunca leio os livros no momento em que estão sendo muito falados. Ou leio depois, ou nem leio os mais famosos.
    Esse tenho vontade de ler por ser fantasia, gosto quando tem magia envolvida.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Vi muitos comentários positivos a respeito desse livro mas também vi algumas ressalvas devido a personagem Bree ser ainda uma adolescente e por isso ter algumas atitudes que irritam .Deve ser uma personagem muito determinada e corajosa para enfrentar toda uma sociedade racista .
    Muito bom ver os autores trazendo livros com personagens negros .Precisamos de mais obras assim .

    ResponderExcluir
  7. Amo quando a história tem lendas, amo mesmo. E eu me i interessei pelo livro de primeira, pelo enredo e pelos fatos levantados. Só esperava que a personagem fosse mais velha e não uma adolescente, mas está valendo e vou ler em breve.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Até mesmo eu, que não só lá a maior fã desse universo do rei Arthur, curti bastante a leitura, acredito que toda essa representatividade que o enredo possui, deixou a história muito bacana e atual, e apesar de também não ter simpatizado muito com a Bree no início, do meio para o fim do livro consegui mudar essa minha opinião e aquele final me deixou bastante curiosa pela continuação.

    ResponderExcluir
  9. AAAA, preciso muito conhecer esse livro logo... já vi muitos falarem super bem da historia, mas vi outros reclamando da personagem por ser chata, bom é adolescente, quem tem paciência né. kkkk
    Espero muito ler em breve!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Je!
    Confesso que não sou fã da lenda de Arthur, e sempre evito ler livros com protagonistas adolescentes por também não ter paciência rsrs... Mas quem sabe depois de ler a resenha do próximo volume eu acabe me interessando e decida ler a série Lendários!?
    Bjos!

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Quero lê-lo também!
    Achei a ideia genial.
    E falar de racismo junto da fantasia é muito bom e gostoso de acompanhar, pois fantasias são viciantes.
    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.