Resenha: Os Cem Mil Reinos

by - março 23, 2022


Yeine foi convocada pelo avô para comparecer a Cidade Céu. Esse avô, que ela jamais conheceu, a torna herdeira e de um dia para outro, ela vê sua vida mudar totalmente. Sua mãe fugiu do reino há vinte anos atrás com o pai dela, e por isso foi deserdada. Há alguns anos ela morreu de uma forma misteriosa, deixando Yeine sozinha. Ela foi criada pelo povo do pai, aprendendo a ser uma guerreira e chefe do seu clã. Quando chega na cidade Céu, as políticas e tramas a envolvem. Yeine tem suspeitas sobre a morte da mãe e usa o poder adquirido para achar respostas.

Esse livro é o primeiro escrito pela NK. Aqui nós já conseguimos ver quem ela se tornaria pois o livro, mesmo sendo tranquilo, não é tão fácil assim com seus vários pontos temporais e tramas acontecendo. Para quem nunca leu nada dela, é uma ótima oportunidade de começar, já que a trilogia da terra partida é bem mais difícil.

Yeine tem dezenove anos, mas foi criada para ser líder. Ela é inteligente, entende de jogos políticos e não tem medo de correr atrás da verdade. Tentando sobreviver nessa cidade e entender o seu papel, ela conhece os deuses caídos que hoje são escravizados pelos humanos. É por eles que ela vai descobrir mais sobre sua mãe e sobre ela mesma.

Eu gostei muito dessa personagem, e gostei ainda mais dos deuses caídos. A N.K usa muito bem os detalhes para contar essa história. Como o fato da família da mãe da Yeine ser branca e ela ter a pele escura do pai. A forma como as pessoas veem ela como selvagem por isso, como se ela não fosse digna de nada. Eu gosto como ela vai levando a história a se abrir, intercalando a linha temporal, trazendo romance, discussões raciais, colonialismo e uma fantasia com um plot final excelente.

É uma histórica rica como tudo que a autora escreve, eu torci pela Yeine o tempo todo, sofri pelos deuses e pela forma que eles são tratados. Amei as lendas e a forma como que ela me surpreendeu no final. Fiquei muito envolvida com a narrativa e não parei até terminar. Apesar dele finalizar de uma forma bem fechada, é só o primeiro de uma trilogia, então sigo ansiosa pelo que a autora fará nos próximos.

Título: Os Cem Mil Reinos
Série: Trilogia da Herança #1
Autora: N.K Jemisin
Editora: Galera Record
Páginas: 378
Ano: 2021
Compre: aqui

You May Also Like

10 comments

  1. Mesmo sem ter lido nada, sei que NK é muito aclamada e a trilogia da cidade perdida tem um ótimo hype.
    Falando de Cem Mil Reinos, feliz de saber que Yeine já demonstra sua força e madurez,que ela enfrenta essa nova vida inesperada de frente, de igual pra igual.

    ResponderExcluir
  2. Eu não tinha dado muita atenção a esse livro até ontem quando li uma resenha que me deixou assim, sem entender os motivos de eu ainda não ter procurado o livro para ler.
    O protagonismo feminino, a representatividade, parece tudo muito fechadinho realmente para um primeiro livro e chegar aqui hoje e encontrar mais essa resenha, vou levar como um sinal de: leia logo!!! rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Curioso que o livro é do ano passado mas de repente muitas pessoas começaram a falar dele.
    Fiquei curiosa com essa situação dos deuses caídos escravizados por humanos. Como isso aconteceu?!

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ainda nao li nada dela, mas quero muito ler seus livro e conhecer a escrita da autora. Quero começar com a outra, que apesar de ser mais densa como dizem, como ja esta finalizada por aqui, melhor neh. Mas essa to muuito curiosa também!

    ResponderExcluir
  5. Je!
    Nada li da autora ainda, mas parece ótima.
    Tanta coisa acontece em apenas um exemplar que parece estar acompanhando uma grande jornada e é mesmo, não é?
    Gostei de saber que tem representatividade e críticas sociais, é sempre muito interessante.
    Parece mais uma boa série.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosa com isso de deuses caídos e sendo escravizados pelos humanos.
    Essa é a segunda resenha que leio desse livro mas como fantasia é um gênero que não curto tanto acho que não lerei o livro.

    ResponderExcluir
  7. Olá! É a segunda vez que me deparo com esse livro e confesso que fiquei tentada com a leitura e agora com mais uma resenha positiva da história me vejo ainda mais tentada (risos), gosto bastante pelo fato de junto com uma ótima fantasia a autora tratar também de assuntos importantes e mais sérios, espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Desde do seu lançamento que desejo muito ler ele, já vi muitos comentários positivos e pelo que sei já tem o segundo livro.. Gostei bastante da premissa e já quero ler logo!

    ResponderExcluir
  9. Li resenhas desse livro em outros blogs e estão falando positivamente sobre ele. Mesmo não curtindo muito fantasias eu me interessei e quero ler em breve.

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Não conhecia, mas acho que vou gostar, pois amo fantasias.
    E esse parece ser ter bastante jogos políticos, além de várias reviravoltas e segredos alucinantes.
    Bjss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.