As marcas de uma infância

Foto retirada do DeviantART
Da janela do meu quarto avistei duas garotas se divertindo no parque, em frente a minha casa. Estavam sentadas na balança, feita de pneus, elas se movimentavam alegremente. Inclinavam seu corpo para trás, pegando assim mais impulso para um balanço maior.
De repente, notei que lágrimas escorriam em minha face e eu sabia exatamente o porquê. Porém ignorava a certeza e preferia acreditar na ausência dela.
Aquela cena tocou meu ego, fez-me lembrar dos momentos de quando era criança e de quando as pessoas me tratavam como uma pessoa normal.
Agora, entre minha infância e meu presente, restam apenas as lembranças e as dores de ser considerada “deficiente”. Um acidente mudou minha vida. Trouxe escuridão, onde havia luz, e agora só existe um feixe.
Minha infância foi mudada por negligência de um bêbado que dirigia em alta velocidade e jogou-me para o outro lado da rua. Meu corpo foi de encontro a um poste e, desse dia em diante, nunca mais pude dar um passo sequer.
Com um lápis e papel na mão comecei a desenhar aquela cena. Desde que sofri o acidente, faço aula de desenho e adquiri o hábito de passar para o papel toda beleza que vejo, por mais que isso me cause alguma dor.
- Venha jantar, filha – disse minha querida mãe, aparecendo na porta. – Largue esse papel um pouco e venha se alimentar, querida.
- Não posso parar com isso agora, mamãe. Vou terminar e já vou. Não posso deixar que visões como essas sejam esquecidas. Venha ver.
Ela aproximou-se de mim e com sábias palavras disse:
- Querida, a visão é linda. Tenho certeza que seu desenho ficará ótimo, mas não fique assim.
As lágrimas que percorriam em minha face, agora estavam perdidas por entre seus dedos, enquanto mamãe tirava qualquer vestígio existente.
- Eu sei, mamãe. Os balanços foram tomados de mim, assim como algumas pessoas que os considerei como amigos, também foram. Mas jamais tomarão a infância que tive. Sou uma eterna criança e nada poderá tirar isso de mim.


Pauta para OUAT e Palavras Mil (primeira participação).
Natalia Araújo - 06/04.

27 Revelaram sentimentos:

  1. Que lindo, Naty!
    Andei ausente, mas agora estou voltando...

    "...de passar para o papel toda beleza que vejo, por mais que isso me cause alguma dor..." Inevitável, Naty, inevitável.

    Beijos, minha amiga.

    ResponderExcluir
  2. Realmente é triste...
    Pela inresponsábilidade de um bebâdo...
    Casos que ocorrem aos montes.

    Mais um texto com palavras que nos emocionam.

    bjim :**

    ResponderExcluir
  3. Naty, sinto tanta falta da minha infância, ai como era bom..acho que ela passou por mim e eu nem vi! gosto também de me lembrar dos momentos sabe de brincadeiras na chuva, ah sem preocupação alguma, bom neh!
    Um beijo da Ju

    ResponderExcluir
  4. Tocante seu texto!!!
    Muito belo!

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  5. Mais um lindo texto.
    Infelizmente existem muitas histórias como estas, infelizmente as pessoas conduzem bêbedas e estragam a vidas das outras.
    Bjocas
    Patty

    ResponderExcluir
  6. Naty...
    a vida é injusta...por muitas razões...
    a vida é dura...e não tem dó...
    somos nós que precisamos buscar diariamente a criança que existe lá fundo de nosso ser...
    somos só nós que podemos...vasculhar e reencontrar...as belezas...as alegrias...as conquistas...e a nossa pureza...
    beijos...
    uma ótima viagem...
    Leca

    ResponderExcluir
  7. Naty,

    fiquei emocionada com este texto..Sinceramente. Eu adoro balanço, mas também não tenho uma boa lembrança não..Também quase morri ...Era bem pequena e acordei com a freira toda de branquinho na enfermaria do meu colegio rezando... Eu com muitas dores e ensanguentada e ela rezando, rezando...Aff Maria! Pensei estar morta..Tudo branco e eu estirada numa mesa kkkkkkkkkkk. Mas felizmente tudo ficou bem...


    Não acreditooooooooo ! Você não ganhou um chocolate!? Ahhhhhhhhh, não! Eu trouxe um...Virtual, mas é melhor que não engorda hahahahaha.

    Beijão, linda!


    ..___ ........ ,-."'""-. ....... ___
    . \....."-. .. /............\ . ,-"...../
    ... >..-=.\/....BOM....\/.=-..<
    ... >..-='/\....BOM...../\'=-. <
    . /__..-´.. \............./.. `-.__\
    ...................'-........-'

    ResponderExcluir
  8. Adorei estas revelações da infancia, e que voce (tal como todas as pssoas) continuem cm o espirito d criança, q e mais q uma alegria d vida :)

    ResponderExcluir
  9. A vida muda sem nem avisar, né?

    Boa viagem!

    beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  10. Boa noite amada eu vim te deixar o meu beijo.
    Amanhã eu volto com mais calma.
    beijokas.

    ResponderExcluir
  11. infância: parte boa da vida, onde a alegria nunca acaba.

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw

    ResponderExcluir
  12. Está lindo, trágico, amoroso, dolorido, sentido, nostálgico, belo, forte, sensível, real...Nossa, está tanta coisa! Adoro os teus textos, muito muito muito mesmoo!

    Beijo Naty *________*

    ResponderExcluir
  13. Naty, antes de mais nada queria pedi desculpas pela demora em responder, mas a faculdade tem tomado todo o meu tempo, inclusive para postar lá no blog =/

    Mas estou me redimindo sendo o primeiro a comentar nessa postagem =]

    Nossa, achei um texto super forte, o texto fala por si só. E quando somos privados de algo sem nossa permissão... nossa, isso nos marca para sempre.

    Temo por isso em breve, com algo que está por vir =/

    Mas vou seguir, sem medos, apenas vivendo e me surpreendendo.

    Estava com saudade de voltar aqui, e mais uma vez fico admirado com tua forma de escrever =]

    Beijão pra ti!

    ResponderExcluir
  14. Tocante. Eu não tive infância AHUAHAUAH Então me calo.

    ResponderExcluir
  15. Realmente
    Podemos estar sofrendo em um presente, mas ninguém pode apagar a alegria de um passado.

    Lindo texto


    Bjs[Bom findi]
    ^^

    ResponderExcluir
  16. Eu realmente achei o texto lindo! Você não tem ideia do quanto isso me lembra um passado que não volta mais.
    Parabéns pelo Blorkutando!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. É verdade o que está escrito; do acidente?

    As lembranças que mais me fazem sentir saudades também é da minha infância, da nostalgia daqueles tempos, das pessoas, das coisas, do clima plítico e econômico. O que mais me emociona é os tempos do colégio, onde fiquei 13 anos em uma mesma instiuição. Sabe, acho que foram as pessoas e as relações que levamos desde então. Lá eu encontrei as pessoas amigas que são as melhores da minha vida.

    Até hoje visito o colégio e os professores, mas não é a mesma coisa do que os tempos da época. Isso é influenciado pelas pessoas que estavam conosco naquele tempo e não apenas pelo lugar em si. Se formos em um lugar em si sozinho, não será a mesma coisa, pois as principais saudades são das pessoas.

    Beijos e tudo de bom pra ti, querida amiga.

    Fique com Deus

    ResponderExcluir
  18. Infancia que passa muito rapido para perdermos tempo tentando entendelas....

    a cada semana o palho fica complicado...

    bjaoooo

    ResponderExcluir
  19. Ficou lindo demais! Você usou um exemplo muito bom para escrever o texto. Muita sorte, espero que consiga no Mil Palavras :D xx

    ResponderExcluir
  20. Belo texto!!!
    Balanços, crianças ... Eita nostalgia Boa!!!!
    me lembra a tanta coisa...

    Ameeei como sempre!
    Boa viagem moça!

    beijos!!!

    ResponderExcluir
  21. Natalia
    é um prazer estar aqui, assim como foi muito bom ter a sua companhia no meu blog. Por motivos alheios à minha vontade, nem sempre posso retribuir a gentileza das visitas que me fazem, mas meu coração guarda um carinho especial por cada um. Pérola é uma criatura encantadora, extremamente generosa comigo, enfeitando minhas palavras com a luz dela.
    Obrigada, beijo,
    Fátima Guerra

    ResponderExcluir
  22. OI MENINA DE SORRISO LINDO E DOE.. SAUDADE.. ESTOU DE VOLTA E MUITO BEM AGORA GRAÇAS A DEUS.. COMO SEMPRE VC CONTA SUAS HISTORIAS DE UM JEITO QUE ME ARREPIA INTEIRA. ESTÁ PERFEITA.. PARABENS.. ADORO TE LER..BEIJÃO

    ResponderExcluir
  23. passando rapidinho, fiquei emocionada com o texto...
    saudades

    um beijo

    ResponderExcluir
  24. Quelo ser quiança di novo!

    Que fofo, deu uma saudade...

    ResponderExcluir
  25. Lindo!!!
    Lembranças boas nunca devem ser esquecidas...

    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.