Resenha: Vertigo (Um corpo que cai)


Vertigo – Um corpo que cai acaba de chegar ao Brasil com uma edição de luxo lindíssima da coleção de Hitchcock. Capa dura, alto relevo e um trabalho estético para encantar qualquer leitor, principalmente os fãs de Hitchcock como eu. Este romance noir foi adaptado por Alec Coppel e Samuel A. Taylor e filmado por Alfred Hitchcock em 1958.

Gévigne, um antigo colega dos tempos de faculdade, pede ao detetive Flavières que investigue Madeleine sua mulher. O que Flavières jamais poderia prever é que essa investigação causaria o tamanho transtorno na relação de amizade entre os dois e nos sentimentos dele, afinal, o jovem se vê perdidamente apaixonado por ela. E agora? O que fazer?

Seu cliente pede para investigar o motivo da mudança de comportamento de sua esposa, suas ausências, seus mistérios, uma melancolia que a leva a olhar para as águas do Sena por horas a fio. O que há de mais estranho é que não há sinal algum de amante, nenhuma doença e nenhuma simulação. Há apenas uma relação estranha com a bisavó.


É difícil não querer finalizar a leitura no mesmo instante em que começamos. Boileay e Narcejac nos prendem, nos arrastam para a história e não nos solta enquanto não queremos acalentar o coração de Flavières, descobrir os desconfortos de Madeleine e o tormento de Gévigne.

Ao finalizar a leitura é possível sentir dó, pena, raiva, agonia e medo. Seria mentira se dissesse que não senti, tanto desta história quanto de alguns personagens. Um medo inexplicável e, ainda, quando finalizei a leitura, apaguei as luzes do quarto e senti que tinha mais alguém nele, como se Flavières estivesse nele procurando Madeleine.

Foi uma leitura que li rapidamente, embora os diálogos não ocorressem o tempo inteiro, já que em muitos momentos temos as divagações de Flavières. Porém, a narrativa excelente proporcionou uma leitura ágil e fluida. Não tenho do que reclamar. Cinco estrelas e com o desejo de que tivesse mais um volume dessa obra – uma pena que as pontas tenham ficado tão fechadas com tudo resolvido e não existe essa possibilidade. Adeus, Flavières, Gévigne e Madeleine!

Quotes:
“- Você me dá medo – ele disse. – Mas preciso de você... Talvez precise ter medo... para desprezar essa vida que levo... Se ao menos tivesse certeza de que não está enganada” (p. 67).

“Há rostos que esquecemos; eles se gastam; o tempo os rói como aquelas figuras de pedra, nos umbrais de catedrais, cujas testas e faces pouco a pouco perderam o modelado, a palpitação da vida. Mas ela continuava intacta no fundo dos olhos de Flavières. O sol das tardes brilhava outrora ao redor dela como um nimbo” (pps. 105-106).
“Só os olhos continuavam perfeitos; só eles traíam Madeleine. Flavières pagou e foi até ela. Sentia vontade de abrir os braços, para abraçá-la ou para estrangulá-la” (p. 137).

Outras fotos:


Título: Vertigo - Um corpo que cai (exemplar cedido pela editora)
Autor:
Boileau-Narcejac
Editora: Vestígio
Páginas: 192
Ano: 2016

25 Revelaram sentimentos:

  1. Olá, Naty.
    Eu me interessei por esse livro quando vi aqui nos lançamentos. Nunca vi nada do Hitchcock e bem que poderia começar por esse. Achei a história interessante, só fiquei com um pouco de medo hehe. A edição está muito linda. Adoro livros de capa dura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Naty! Que livro lindo! A capa é bem ilustrada, super diferente!
    Adorei o enredo, quotes estão bons tbm, qro mto conhecer esse livro!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. É bom quando um livro não sai da cabeça assim. A história dele parece despertar muitos sentimentos e adoro isso. Mas confesso que foi o apelo à Hitchcock que me deu vontade de ler. Parece ser um livro muito bom e quem é fã tem aí uma história interessante para conferir lendo. Além de estar com uma edição belíssima.

    ResponderExcluir
  4. Não conheçia nem o livro e nem o filme, e meu interesse pelo enredo começou agora pela resenha- que, por sinal, está maravilhosa. Adorei sua resenha, me fez ter uma ideia melhor da trama e ter muita vontade de ler!

    ResponderExcluir
  5. Oii Naty!
    que fotos lindas! eu não conhecia este livro, mas bateu aquela curiosidade de saber mais sobre ele, espero lê-lo em breve
    grande abraço e uma ótima semana
    http://febredelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei a sua resenha! Essas fotos do livro ficaram muito boas. A capa desse livro é maravilhosa. Com certeza seria um livro que eu leria. Forte abraço!

    Marcas literárias
    leootaciano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Naty, o trabalho da editora com o livro ficou lindo, eu não conhecia essa obra, acho que é a primeira vez que me deparo com ela. Gostei, ela chamou minha atenção e talvez eu acabe lendo.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  8. Oie,
    não conhecia o livro, e confesso que a capa não me chamou atenção, mas gostei da sua resenha

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  9. Achei muito bonita a capa do livro. Apesar de gostar de suspense a história me pareceu meio parada, livros com poucos diálogos geralmente me cansam um pouco, então não sei se leria ele.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Naty
    Não conhecia esse livro, acredita? Gostei bastante da premissa e saber que é tao envolvente. Só não gosto de sentir medo rs. Me assusto com tudo por isso às vezes evito leituras assim. Mas gostei bastante de saber que gostou e deu tantos elogios, acho que até teria coragem de ler.

    ResponderExcluir
  11. Por incrível que pareça ainda não vi esse filme. Eu gostei dessa capa e as fotos ficaram perfeitas. A resenha, por si só, já nos passa uma angústia e um desespero e me deixou suficientemente curioso para querer ler logo esse livro. Se por um lado é maravilhoso encontrar um livro que não deixa pontas soltas, por outro, saber que terminou com a última página nos deixa mesmo tristes, mas no fundo prefiro assim. rsrs Parabéns pela resenha.

    www.atraentemente.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Naty,
    Adorei conhecer esse livro, não faz tanto meu estilo de leitura, mas, fiquei interessada na obra.
    Bjs e uma ótima tarde!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  13. Oi
    que bom que gostou da leitura e que o livro te proporcionou vários sentimentos, isso é bom porque significa que a leitura conseguiu realmente envolver e a edição parece estar realmente bem feita,

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Alo Naty!
    Olha eu sinceramente só conhecia o filme e o livro que ele foi baseado. Essa é uma especie de novelização? Deve ser bem interessante.
    Gostei da resenha, muito bacana mesmo, mas não sei, vedo adaptações de hqs para livros eu não fui muito feliz, será que fica bom mesmo?
    bjos LP
    quatroselos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pergunta, Paulo.
      Eu gostei tanto do livro que nem me importei com a questão de ser diferente ou não.
      Eu não vi, mas dizem que apenas algumas partes (bem insignificantes) não seguem à risca. Não sei precisar.
      Mas leia, leia mesmo. Vale cada minuto.

      Excluir
  15. Uau! Não conhecia o livro, mas me interessei será que ficarei decepcionada? Sua resenha está ótima!
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  16. Não faz meu estilo.. Mas assumo que eu compraria pra usar na decoração! hahaha porque achei ele lindo!

    Te convido pra visitar o meu blog:
    Blog: http://dentrodamochila.blogspot.com.br/
    Página do Facebook: https://www.facebook.com/dentrodamochila

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia esse livro, mas fiquei super interessada. Pelas fotos, a edição está maravilhosa! Adoro romances noir. Com certeza irei lê-lo.

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Menina, estou apaixonada por esse livro! E essas fotos ficaram show! Capa maravilhosa. A premissa, sem comentários. Quero muito essa coleção do Hitchcock, os livros estão maravilhosos. Não vejo a hora de ler. E sua resenha está perfeita, mais ansiosa fiquei pela leitura. Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oi Naty,
    Nossa! Não conhecia esse livro e nem o filme, mas como gosto de uma boa história envolvente e com uma pitada de suspense já fiquei intrigada para ler. Adoro quando a história desperta sentimentos variados, isso torna a leitura bem surpreendente, e adoro isso. Os quotes deixaram um gostinho de quero mais, já quero essa lindíssima edição de luxo na minha estante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Deve ser uma leitura fantasística mesmo se o livro consegue despertar tantos sentimentos diferentes ao ser finalizado. A edição parece estar lindíssima mesmo. Embora não curta muito este tipo de leitura, este é um livro que daria a importunidade por se tratar de um clássico filmado por Alfred Hitchcock.

    ResponderExcluir
  21. Só em ser capa dura já quero na minha estante kkkk
    Eu gosto muito dos filmes de Hitchcock, então o livro deve ser ótimo!

    ResponderExcluir
  22. A edição é muito bonita, mas a história não me chamou atenção, acho que não lerei, não é bem pra mim não kkkkkk
    bjs e ótimas leituras em setembro!!

    ResponderExcluir
  23. Nossa, que edição maravilhosa! Só aí eu já me senti empurrada a comprar esse livro o mais rápido possível, mas irei me controlar hahaha. Por mais que as vezes a gente queira um novo volume, é melhor manter apenas um, porque aí não perde o encanto da história, e acho que poderia ser o caso desse livro. Fico imaginando os mistérios que rondam esses personagens, e estou muito curiosa.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Adorei a edição desse livro!! Linda demais!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.