Resenha: O morro dos ventos uivantes


Sabe aquele livro que tem a capacidade de despertar a nossa raiva interior? Aquele livro que você quer parar de ler e fazer uma fogueira de São João com ele? Ou mesmo jogar na água e dizer: volta para o mar oferenda?! O morro dos ventos uivantes tem esse poder! Esse livro consegue nos tirar do sério com seus personagens desequilibrados e violentos.

A história é em grande parte narrada pela governanta da família Earnshaw, Ellen Dean. Nos primeiros capítulos, o pai da família Earnshaw, viaja e traz consigo um pequeno órfão, o qual decidem chamar de Heathcliff. O Sr. Earnshaw logo se afeiçoa ao menino, deixando Hindley, seu filho legítimo, com muito ciúmes. A irmã de Hindley, Catherine, logo se apega a Heathcliff também, e então a guerra é declarada. Nessa fase do livro, todos ainda são crianças, mas o tempo passa para todos, e existem feridas que carregamos conosco o resto da vida (tô poética hoje).


A personagem principal, Catherine, vive por ai com Heathcliff, eles brincam, brigam, e ela sempre o acompanha. Ela também tem a mania de torturar emocional e fisicamente (beliscando, puxando cabelo), seu tão amado Heathcliff. São dois personagens intensos, que vivem entre tapas e beijos ♪♫ aquele amor bandido, aquele casal amor e ódio, mas sem nunca terem sido um casal de verdade.

Heathcliff consegue ser um dos personagens mais detestáveis que já vi na vida, o coração dele é obscuro, capaz de guardar muito ódio, e carregar um desejo de vingança. Dá raiva do livro, dos personagens, de tudo! Mas acho que é exatamente isso que faz o livro ser tão bom, ele te traz para dentro daquele universo de infelicidade e desgraça constante, que você simplesmente mergulha. Claro que quando você volta desse mergulho, uma baita ressaca literária te acompanha. Mas o livro não se resume a isso, muitas vidas são afetadas por esse amor proibido de Heathcliff e Catherine.

Não é um livro de romance clichê, mas sim de como o ódio pode afetar gerações e mudar o destino de algumas pessoas. Uma demonstração das melhores e piores coisas que podemos carregar dentro de nós.


Escrito por Emily, uma das irmãs Brönte, esse livro já passou por várias gerações, e teve algumas adaptações para o cinema.

Detalhe: Emily Brönte é britânica e tem duas irmãs que também se tornaram escritoras: Charlotte e Anne Brönte, eita família boa essa.

Abraços

Título: O morro dos ventos uivantes
Autora: Emily Brontë
Editora: Leya
Páginas: 292
Ano: 2009

22 Revelaram sentimentos:

  1. Já tinha ouvido falar desse livro e muito bem, com uma trama bem construida e uma narrativa diferente, além de não ser nada clichê como você comentou, e sim algo que envolve ódio e violência. Já tem um tempo que está na minha lista de desejados e agora vou passar ele na frente de todos os outros depois de ler a sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduarda,

      leia siim! Você vai amar!!
      Abraços

      Excluir
  2. Não simpatizei com o enredo do livro nem um pouco. Acho que não iria gostar se lesse, então prefiro não arriscar rs.
    Foi a primeira vez que eu fiquei sabendo sobre a trama e os personagens, pois eu só conheci esse título através da Bella da S.Meyer que amava esse livro; mas nunca me interessei em pesquisar sobre.
    Aguardo o próximo clássico!
    Até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana,

      passe para o próximo post nesse caso :)
      Abraços

      Excluir
  3. Ah gente, meu livro preferido pela vida é esse. Se tenho que escolher um é sempre esse que digo xD
    Foi um dos primeiros livros que li quando comecei a viciar em leitura. E o que acho tão bom nele é a capacidade de mudar a impressão que tenho da história. Da primeira vez que li pensei mais no romance, depois fiz uma releitura e já reparei mais na vingança e rancor dos personagens, nas birras da garota, o lado mesquinho deles dois, os defeitos e tudo o que aconteceu na vida de ambos por causa desse amor...
    Acho que isso é bem bacana no livro, que a cada leitura que faço dele vou tendo uma impressão diferente do que a história queria passar. Pode ser meio irritante se você for esperando uma história épica de amor e coisa assim. Porque os personagens não são as melhores pessoas mesmo...mas é isso que torna ele tão bom, que explore todas essas personalidades e facetas de cada um. Faz a gente refletir, acho. É uma experiência legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cristiane,

      pretendo ler esse livro novamente em 2018, tomara que assim como você, consiga ter cada vez mais impressões diferentes.

      Abraços

      Excluir
  4. Silvana!
    Não tem como não gostar do maior clássico de todos os tempos escritos pela Emily Bronte...
    Realmente é um livro que nos exausta ao lermos, pela intensidade do drama e porque (no meu caso) sempre espero finais felizes...kkkk
    Maravilhoso!
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá Rudy,

      também adorei! Muito amor e ódio :)

      Abraços

      Excluir
  5. Olá, Sil.
    Eu definitivamente não sei o porque desse livro ser tão famosos. Eu li ele na época do Crepúsculo e achei horrível. A linguagem é chata, os personagens piores ainda e o protagonista é igual você disse um dos personagens mais detestáveis. Nem deveria ser considerado uma história romântica porque romance é o que menos tem lá.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil,

      quando um livro é considerado romance, não significa que tem romance nele :)
      Mas pule para o próximo post nesse caso hahah
      Abraços

      Excluir
  6. Oi Silvana, você conseguiu abordar em um único post duas obras que sou apaixonada. O morro dos ventos uivantes foi um dos primeiros livros que li e que me fizeram ser apaixonada por livros. Já a Janne sabe como escrever né. Falta dois livros para completar a coleção, Orgulho e Preconceito é um dos melhores. Já leu Mansfield Park?
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Priscila,

      por enquanto só li orgulho e preconceito da Jane Austen, mas pretendo ler mais alguns dela :)
      Beijos

      Excluir
  7. Li e não gostei nenhum pouco, por ser um clássico a linguagem dificulta a leitura, achei a historia chata, os personagens principais achei bem intragáveis. As pessoas gostam e elogiam, mas pra mim não foi uma leitura prazerosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria,

      nesse caso, passe para o próximo post :)

      Abraços

      Excluir
  8. Eu vi o filme baseado no livro e gostei tanto da história que fui ler o livro, na época era bem novinha e não lia tanto assim então foi chocante saber que tinha um livro com a mesma história, a leitura na epoca não me agradou muito e acho que abandonei a leitura pela metade mas preciso parar e reler ele agora, sei que seria uma experiência diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maíra,

      releia sim, acho que você vai amar :)
      Abraços

      Excluir
  9. Já peguei este livro para ler mas acabei deixando de lado, a história é interessante, mas na época eu estava na universidade e a leitura é meio difícil, então foi por isso que deixei passar. Gostei da sua resenha, levantou bem os pontos fortes do livro e descreveu o sentimento que você sentiu ao lê-lo...rs...
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mayla,

      quem sabe lendo agora você irá gostar?
      Vale a pena dar mais uma chance :)
      Abraços

      Excluir
  10. Oi Silvana,
    Adoro esse livro! Foi um dos primeiros clássicos que li e está mais do que na hora de reler O Morro dos Ventos Uivantes. Mesmo com todos esses personagens bem desequilibrados e intensos, ainda assim, esse livro me conquistou. Nada de romance clichê mesmo, imagine a ousadia da autora escrever um romance assim naquela época.
    E que família talentosa a Brönte hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Micheli,
      Verdade! Ousada demais.
      Queria viver em uma familia assim haha beijos

      Excluir
  11. Olá!!
    Já li o livro, é perfeitamente perfeito!
    Eu amei!!
    Sempre q estou com as leituras em dia eu releio...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Silvana!!
    Nunca li O morro dos ventos uivantes!! E também não tenho interesse de ler no momento!!
    Bjoss

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.