Resenha: Meu nome é memória


Olá pessoal,

Às vezes, eu gosto de ler aquele livro que mais ninguém parece querer ler. Isso aconteceu com Meu nome é memória. A capa é meio piegas, mas okay, a sinopse era interessante e o preço na hora de comprar foi melhor ainda (11,90), então resolvi dar uma chance.

A história é contada em partes pela memória. O nosso protagonista, Daniel, consegue lembrar-se de suas vidas anteriores. Elas mudam toda vez que ele reencarna, países diferentes, famílias diferentes, problemas diferentes e diferentes formas de morrer em cada uma, porém, sempre uma constante: Lucy.


Daniel e Lucy lutam em todas as vidas para ficar juntos, porém, existe uma força que sempre os separa. Lucy não consegue se lembrar de suas outras vidas, então Daniel tem a tarefa de procurá-la e conquistá-la toda vez. Em algumas vidas funciona, em outras não, pois às vezes existem empecilhos: Lucy já está casada com outra pessoa, a idade de ambos diverge muito impedindo assim um relacionamento. Mas dessa vez eles têm a mesma idade, estudam na mesma escola, tem tudo para dar certo. Porém, Daniel sabe que aquela força nunca desistiu, ela ainda os persegue e com isso acaba com medo de que novamente eles não possam viver o seu amor. 

Você vai entendendo os fatos a partir de flashes que estão intercalados entre passado e presente. Como eles se conheceram, porque nunca conseguem ficar juntos, apesar de obviamente estarem ligados.


Uma coisa que me cansou um pouco foi a parte indecisa que o personagem Daniel viveu: estava em dúvida se lutava por Lucy nessa vida, agora que as coisas pareciam se encaixar, ou se deixava as coisas como estão, pois aquilo com certeza iria encontrá-los e poderia acabar com tudo novamente. Confesso que esse dilema foi um tanto desnecessário e cansativo, mas o livro valeu a pena mesmo assim.


Escrito pela norte americana Ann Brashares (autora também do livro Quatro amigas e um jeans viajante), Meu nome é memória trata sobre vidas passadas, almas gêmeas e reencarnação, um tema do qual não havia lido muita coisa até então, mas resolvi arriscar, e simplesmente me apaixonei pelo tema e por esse livro curto, fofo e que diverte muito.

Abraços



Título: Meu nome é memória
Autora: Ann Brashares
Editora: Suma de Letras
Páginas: 280
Ano: 2014

16 Revelaram sentimentos:

  1. Oi Silvana, tudo bem?
    Achei a premissa bem interessante apesar de já ter visto isso em algum outro livro. A capa é até fofinha hahaha não achei tão ruim assim. A indecisão do personagem pode até ser compreendida poxa, imagina lutar por alguém várias vezes e sempre ser impedido de viver aquilo? Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro. Mas achei muito bom. Bem interessante essa ideia com a memoria, eu gosto quando uns livros são assim. E tem toda uma dinâmica de mudança, sempre com coisas diferentes pra explorar, outros tempos, outras vidas...fica bem legal. Acho que iria gostar bastante de ler e se puder vou tentar dar uma olhada.
    Mas gente, essa história me lembrou muito de Fallen! Será que é doideira minha?

    ResponderExcluir
  3. Olá, Silvana.
    Achei essa capa bem fraca e por ela e pleo nome eu nunca pegaria para ler hehe. Mas é assim que a gente acaba descobrindo livros bons hehe. Mas ainda assim eu não leria ele porque esse tema, reencarnação, alma gêmea e vidas passadas é uma constante do espiritismo e não leio livros espíritas.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Conhecia esse livro, porém ele e realmente uma obra que quase ninguém lê, por isso não me lembro de ter lido resenha deles anteriormente. A história não e aquelas de arrebentar corações, porém ainda sim conseguiu me conquistar por falar sobre memória, e outras vidas, e a luta para poder ficar junto da pessoa que amamos, e ter de conquista-la. Fiquei bastante entusiasmada que esse livro seja da mesma autora de quatro amigas e um jeans viajante, pois e um dos meus filmes preferidos, isso me deixou com mais vontade e curiosidade de adquirir essa obra.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro me lembrou um pouco "Todo Dia" (bom pelo menos na minha cabeça eles tem pontos em comuns).
    Parece uma leitura gostosa e que vale a pena, não costumo gostar de romances mas de uns tempos para cá comecei a dar chance para alguns títulos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Silvana!!
    Já faz muito tempo que li algum livro sobre vidas passadas, almas gêmeas ou reencarnação. Até gostei da premissa, mas é uma pena que o livro não é tão bom quanto o esperado.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Adoro esse tema... é sempre tão misterioso e envolvente!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Silvana
    Eu gostei muito da capa, mas acho que não leria pela descrição. Não sou a maior fã de livros sobre reencarnação, então passaria a dica.
    Ainda mais sabendo que o protagonista é assim indeciso. Mas não deixa de ser um livro bom, né.

    ResponderExcluir
  9. Olá o livro me remeteu a A Hospedeira, só que aqui se trata de humanos e no anteror sobre aliens, gostei que a história é contada em flashes pois é bem mais fácil de compreender os acontecimentos. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Silvana!
    Adoro livros com temas como: vidas passadas, almas gêmeas e reencarnação... nos mostram um mundo desconhecido e traz muitos questionamentos.
    Deve ser um romance bom de ser lido, apesar da indecisão de Daniel, principalmente agora que estão com a mesma idade e estudam no mesmo local e podem curtir um pouco, mesmo com as forças que querem separá-los.
    Desejo uma semana repleta de realizações!
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  11. Silvana, que achado hein?! Não havia visto esse livro ou lido algo sobre ele em lugar nenhuma mas eu o achei tão lindo, fofo. Ele me lembrou muito uma lenda egípcia, onde uma rainha e um rei se apaixonaram mas não conseguiam ficar juntos mas eles sempre se encontravam em outras vidas, e o único que lembrava do passado era o rei. Pois bem, me encantei por sua resenha, ela me fez ficar com uma vontade imensa de começar a ler o livro de imediato.

    ResponderExcluir
  12. Nossa, que incrível esse livro!Que bom que eu visito o site, e agora conheco esse livro...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Até que gostei da capa rs. Li poucos livros assim que falem de reencarnação e gosto é muito bom abrir a mente para novos horizontes, achei a historia muito linda, pois mesmo em outras vidas ele continua amando-a, mesmo nem sempre ficando com ela, isso deve ser um sofrimento e tanto vê-la com outro, fiquei pensando se fosse assim na vida real ou é e não sabemos.

    ResponderExcluir
  14. Gostei do livro e realmente ele estava com um preço bacana. Achei legal Daniel sempre procurar Lucy, ele se lembrar de suas vidas passadas e lutar em todas elas para viver esse amor, já fiquei torcendo por um final feliz. Ótima resenha e dica.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  15. Oi Silvana...
    Parabéns pela sua resenha... Ficou incrível... Não acredito em reencarnação, mas esse livro parece ser um daqueles amorzinhos... Uma leitura leve que nos deixa bem curiosos para descobrir se Daniel realmente vai lutar por Lucy ou vai tentar manter sua vida confortável na mesmice sem ela... Quero ler esse livro em algum momento...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  16. OI Silvana.
    Adorei sua sinceridade,m achei a história um tanto que absurda mas tudo bem.
    por outro lado também achei interessante essa coisa de reencarnação e tudo mais, o livro me lembrou um pouco de Fallen, mas enfim eu curtir, mas não sei se leria.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.