Resenha: Tudo e todas as coisas


 Olá pessoal!

Depois de muito ver e ouvir sobre Tudo e todas as coisas finalmente consegui ler e só posso dizer que estou chorando por não ter lido antes. Que livro impressionante!

Madeline acaba de completar 18 anos e sequer imagina qual a sensação de respirar ar puro e fazer uma caminhada ao ar livre. Diagnosticada ainda bebê com IDCG (imunodeficiência combinada grave), uma rara doença que a torna alérgica a praticamente tudo no mundo, o único ambiente que ela conhece é o da própria casa que foi transformada por sua mãe em uma bolha segura, sendo sua única proteção contra possíveis alergias mortais. O dia a dia de Maddy se resume a leituras, filmes, aulas online, jogar jogos de tabuleiro com a mãe e compartilhar histórias com a enfermeira Carla, sua única amiga.

Acostumada a viver nessa bolha, Madeline aprendeu que é melhor não imaginar nem ansiar por uma vida fora dela, porque sabe que desejar mais do que tem é tão perigoso quanto impossível. A vontade só leva a mais vontades.


Quando Olly se muda com sua família para a casa ao lado ela passa a acompanhar a rotina deles como um passatempo e, aos poucos, a rotina de espiã é acrescida de conversas silenciosas através da janela. Quando apenas isso deixa de ser suficiente, Maddy e Olly passam a se corresponder também por e-mail, e o que deveria ser uma simples amizade se torna algo mais, mesmo que eles insistam em afirmar que são apenas amigos. 

Acontece que a vida de Maddy não permite que ela explore esse sentimento e mesmo que ela tente quebrar algumas regras, os riscos são grandes demais para que Olly os ignore. Assim, eles se afastam e a rotina de Madeline, que acabara de ganhar um pouco de cor, volta a sua antiga monotonia em tons de branco.


Cansada de ser privada das pequenas coisas que somente uma vida livre de restrições pode proporcionar, Madeline assume o controle de sua vida e se expõe a riscos que a levam a um novo mundo de sabores, cores e texturas. Mas tanto quanto as experiências novas a deixam eufórica elas também trazem reviravoltas e descobertas para as quais ela não está preparada.

Em sua estreia como escritora, Nicola Yoon nos deu mais que um romance, ela nos deu um presente que nos leva a apreciar a liberdade que possuímos. Em Tudo e todas as coisas ela nos mostra o que é ter tudo ao alcance das mãos e mesmo assim ser privada dos desejos mais simples que podem ser desde um beijo no rosto a uma caminhada descalça na grama, anseios esses que mesmo sendo tão singelos para ela são inatingíveis.

Com um desfecho que ninguém pode sequer imaginar, a autora me deixou em um estado de reflexão tranquila pensando em como poderia ter sido a vida de Maddy se as coisas tivessem sido diferentes. Concluir a leitura de Tudo e todas as coisas somente evidenciou o que eu percebi logo nas primeiras páginas: que eu deveria ter lido este livro desde que vi sendo lançado e achei sinopse e capas incríveis. Sem dúvidas, me fez valorizar o que possuo e aquilo que ainda irei conquistar. Leitura recomendadíssima, aposto e garanto que irão gostar.


"Tudo é um risco. Não fazer nada é um risco. A decisão é sua."


Título: Tudo e todas as coisa
Autora: Nicola Yoon
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Ano: 2016

16 Revelaram sentimentos:

  1. Oi, Jéssica
    Esse livro parece então ser a minha cara. Adoro leituras reflexivas e que sempre nos apontam alguma lição importante. E o melhor, quando essas lições fixam e o livro se torna inesquecível.
    Linda sua resenha. Espero não chorar por demorar tanto a fazer a leitura, acho que ainda vou demorar rs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jéssica!
    Eu estava bem animada para esse livro, mas acabei me decepcionando com a história.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  3. Também acabei não dando muito bola pra ler quando foi lançado e agora estou que não me aguento de vontade de ler. Ele parece bonito, a história deixa algumas mensagens e reflexões bem interessantes pelo visto. E é bem simples, mas mexe com as emoções. Gosto de ler histórias assim.
    A capa também é uma graça né =)
    Gostaria mesmo de ler.

    ResponderExcluir
  4. Já li muita coisa positiva a respeito desse livro e fiquei com muita vontade de ler.
    Apesar do romance acho que ele passa uma mensagem mais forte e inspiradora e to aqui com muita curiosidade de saber o final da história.

    ResponderExcluir
  5. Ganhei esse livro recentemente e não conhecia a história, quando fui procurar saber mais vi que havia muitos elogios em relação ao livro, e é claro que já quero muito ler. Imagino viver pressa sem fazer nada, não poder fazer até as coisas mais simples do dia a dia, isso com certeza deve ser algo a se refletir, e repensar, pois nunca damos valor a essas pequenas coisas. Espero que a protagonista tenha um final feliz, e estou mais ansiosa do que nunca por essa leitura.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Jéssica.
    Eu vi muitas resenhas positivas desse livro, mas acabei deixando de lado. Agora a Arqueiro vai lançar um outro livro da autora e por isso me interessei por ele novamente. E espero que quando ler me sinta como você, arrependida por não ter lido antes hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Olá, com essa resenha é impossível não ficar com vontade de ler, já simpatizei com a protagonista e não vejo a hora de conhecer sua história na íntegra. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jéssica!!
    Já li esse livro é simplesmente adorei o livro!! Agora estou mega ansiosa para assistir o filme!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. Jéssica!
    Livros desse tipo nos põem mesmo para refletir, afinal temos tudo e podemos tudo, não somos privados de nada e apesar disso, vivemos reclamando.
    Ando tão curiosa para fazer a leitura desse livro...
    Fico imaginando o que se passa na mente de Maddy e tudo que Olly teve de enfrentar para poder deixá-la viver...
    Desejo uma semana repleta de realizações!
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Oi Jessica, tudo bem?
    Me interessei por este livro desde a primeira vez que vi a premissa. Gosto bastante desses livros que provocam aquelas revoluções dentro da gente e nos fazem refletir sobre até as pequenas coisas da vida. Quero poder fazer esta leitura em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Jessica, acabei de ver o trailer da adaptação desse filme e simplesmente fiquei maravilhada. Logo que vi a capa pensei que era um livro de colorir, ingênua, mas quando cheguei cheguei a ler a sinopse fiquei encantada com o livro. Fiquei me imaginando se eu fosse privada de tudo e todas as coisas como eu me sentiria. E pelo jeito o Olly ajudará a Maddy a descobrir tudo o que ela não teve chance de conhecer.

    ResponderExcluir
  12. Que incrível!!
    Amei esse livro, quero, quero, quero...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Comprei esse livro mas ainda não li, que bom que você gostou, espero gostar também, a historia parece ser linda um mundo de descobertas para a protagonista através do amor que se não fosse o interesse pelo vizinho nada disso teria acontecido, nos ensina que devemos nos arriscar por algo que queremos.

    ResponderExcluir
  14. Desde o lançamento também quero ler este livro, porém ainda não o fiz. Sua resenha é a primeira que leio. Realmente quando lemos algo assim refletimos sobre a liberdade que temos, imagine viver sem contato com o exterior, um simples abraço poder te matar. Amei sua resenha, me deixou com ainda mais vontade de conferir o livro.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  15. Oi Jéssica...
    Estou doida para ler esse livro, mas ainda não consegui... Sempre vejo resenhas e comentários muito positivos sobre ele... É bom quando um livro nos surpreende além das nossas expectativas.... Quero conhecer de perto a história de Maddy e Olly e também já estou super ansiosa pela adaptação...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  16. Oi Jessica.
    Você acalmou todos os meus medos em relação a esse livro, fiquei com medo de ser apenas mais um livro cheio de drama, sobre uma garota doente, mas fiquei feliz que é mais profundo que isso, e ela já me conquistou.
    E mesmo sem ler agora estou com os mesmo sentimentos que você, por que não li antes?
    Estou ansiosa para saber o desfecho final do livro.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.