Resenha: King of Thorns


Fala, galera, lembra do Jorg, aquele garoto, sem coração, malvado, que mata qualquer um sem escrúpulos apenas para conseguir o que quer? Pois bem, ele vai casar. =O

Sim, isso mesmo, ele vai casar e é assim que se inicia o segundo livro da Trilogia dos Espinhos. Inclusive o livro se passa todo em um único dia, que é justamente o dia do casamento de Jorg (agora com seus 18 anos) com a pequena Miana, a filha de um lorde que, apesar de ser muito nova, de besta não tem nada.

Porém, apesar de o livro se passar todo em um dia, ele, assim como seu predecessor, conta com capítulos com acontecimentos anteriores (4 anos atrás para ser mais especifico, assim como o primeiro), contando as andanças de Jorg e seus irmãos de estrada. E é justamente essa estrutura a parte que mais incômoda no livro.


Isso porque não é apenas nesses capítulos que voltamos ao passado, mas durante o dia do casamento também temos várias lembranças de dias anteriores, o que ao meu ver, além de acabar quebrando a narrativa, deixa a história meio confusa, deixando o leitor perdido caso não preste atenção.

Mas, tirando esse “pequeno” problema a narrativa continua seguindo em um ritmo alucinante com uma narrativa que continua prendendo o leitor e o deixando curioso a cada momento. Em cada capitulo você se depara com uma reviravolta ou uma revelação que te deixa instigado, principalmente da metade do livro para o final, onde tudo começa a se encaixar. E aqui temos um diferencial, pois não vemos a história apenas do ponto de vista de Jorg, mas também sobre o olhar de Katherine (a mulher pelo qual Jorg nutre um desejo enorme) e seu diário, contando principalmente seu ódio pelo jovem.

O livro continua repleto de ação, não é à toa que apesar de ser o dia do seu casamento, Jorg se encontra com um exército inimigo bem à sua porta, pronto para atacar o castelo e tomar sua parte do reino para si. Mas claro que o jovem não deixa barato e parte para o ataque (contando inclusive com o apoio de sua noiva).


É difícil classificar o personagem, herói não é; anti-herói, não sei; vilão, muitas vezes; sortudo e sempre com um plano? Com certeza. Desde o primeiro livro notamos como Jorg conta com a sorte e sempre tem um plano na manga para resolver a situação ou se antecipar a ela, e aqui não é diferente. Porém, dessa vez ele se encontra muito mais inescrupuloso, dotado de um poder muito grande, e não se limita a usá-lo quando pode.

Mas em certos momentos podemos notar que ele não é de todo mal, se importando com alguns dos seus irmãos de guerra, como Sir Makin, o único em que Jorg parece realmente confiar, e no pequeno Gog, uma criança adorável que pode controlar o fogo e que está sempre acompanhado de Gorgoth, um troll enorme que protege Gog.

Os personagens continuam bem escritos, com motivações simples, mas bem elaborados, com características bem definidas para cada um. E o que continua também são as referências aos equipamentos atuais e do futuro, de uma forma até mais ampla que no livro anterior, tornando possível conhecer um pouco mais dos motivos que levaram à catástrofe que mudou toda a humanidade. Mais amplo também nesse livro está a magia, que no primeiro aparece de forma mais sutil, mas aqui torna-se um fator importante na narrativa, ditando o rumo de certas situações pela qual Jorg passa.


Por fim, o livro é uma ótima pedida, continuando de forma magistral os acontecimentos do primeiro, e preparando espaço para um final da trilogia que promete muito mais maldade e sangue. Tendo como ponto negativo apenas a estrutura confusa no início, como se fosse um quebra-cabeça que só vai se tornando possível de perceber perto do final em diante, e isso atrapalha um pouco a leitura impedindo assim o livro de ganhar uma nota máxima.

Que venha a continuação e o fim da trilogia dessa obra incrível que é uma mistura de Game of Thrones com The Witcher.

Abraços.

Conhecendo a companhia:
- “Mais do que de músculos empilhados sobre os ossos, a força do irmão Rike vem da habilidade de odiar o inanimado.”
- “Você não verá o irmão Grumlow tentar esfaqueá-lo, só a dor em seus olhos conforme você cai.”
- “Há homens com os quais andar até a montanha e há homens que são a montanha. Gorgoth, embora eu não o chame de irmão, foi feito com as qualidades que me faltam.”
- “Irmão Makin tem altos ideais. Se ele se ativesse a eles, nós seríamos inimigos. Se ele alimentasse seu fracasso, nós não seríamos amigos.”
- “A sabedoria do irmão Maical reside em saber que ele não é inteligente em se deixar ser liderado. A tolice da humanidade é que nós não fazemos o mesmo.”
- “Você pode confiar no irmão Algazarra. Confiar que ele irá mentir, confiar que irá trapacear, talvez trair. Acima de tudo, confiar que será fiel ao que ele é, um enganador, um assassino no escuro, habilidoso no combate. Confie em tudo isso e ele não decepcionará.”

Título: King of Thorns – Vol. 2
Autor: Mark Lawrence
Editora: DarkSide Books
Páginas: 532
Ano: 2014

Resenhado por: Fábio Pedreira

42 Revelaram sentimentos:

  1. Até o presente momento não li nenhum dos livros publicados, já que a premissa tem um grande diferencial do que tenho costume de ler, por conta lutas, exércitos, entre outras características. E após ler sua resenha percebi que e possível sim dar uma chance a essa leitura, pelo fato de que a trama e bem construída, com personagens bem descritos. Ainda mais porque nesse livro em especial vamos ter visão intercalada de dois personagens, onde vão acontecer várias revira voltas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lana :D
      De sim uma chance a essa trilogia, vale a pena. Acredito que você irá gostar. Tem de tudo, reviravolta​, conspiração, ação, e um mundo bem diferente.

      Excluir
  2. Olá! Foi o Fábio que escreveu a resenha, né? É porque estou lembrando do primeiro livro que ele resenhou rs
    Fico feliz que o segundo livro também agradou. Acho que gostaria da trilogia, afinal. Mesmo com esses momentos de narrativa do passado, não me lembro se já li um livro que se passasse em um único dia.
    Mais uma vez gostei da dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Letícia.
      Foi eu sim que resenhei kkkkk. E logo logo sai o do terceiro. Leia sim essa trilogia, vc vai gostar :D. Que bom que gostou da dica bjs

      Excluir
  3. Quando você falou que esta trilogia tinha algo semelhante a Game Of Thrones já me interessei a ler os livros, eu já havia lido alguns comentários positivos sobre essa Trilogia dos Espinhos, o que contribuiu para que eu fique mais curiosa ainda para começar a ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim, tem um pouquinho de GOT. Leia sim, vc vai gostar.

      Excluir
  4. Oi Fábio.
    Como comentei na resenha anterior eu estou louca para voltar a ler essa trilogia fui pega de surpresa em saber que nosso mocinho ou será vilão vai casar mas gostei a premissa desse livro É bem interessante uma pena que ele perde um pouco ritmo Eu não sou muito fã de reflexões ou quando os autores leva os personagens ao passado mas ainda assim estão ansiosas por essa leitura.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marlene, pois é, esse Jorg não é mole kkkk. A história do passado não é ruim, o problema do autor foi só a forma que foi posta que ficou confusa. Mas leia mesmo. Vc irá gostar.
      Bjs

      Excluir
  5. Essa trilogia parece ser muito boa mesmo! O segundo livro parece que está com bem mais coisas acontecendo, magia e ação, novas descobertas... E esse personagem que não tem uma classificação certa, se herói ou vilão, me chamou muita atenção por isso. Acho que a trama fica bem mais interessante assim porque fica aquela sensação de não saber ao certo o que esperar dele. Sei lá, me fez pensar assim.
    Parece valer a pena a leitura mesmo e gostaria de ler alguma hora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cristiane.
      Leia sim. Assim que puder dê uma oportunidade, vc irá gostar

      Excluir
  6. Nathália!
    Jorg parece um tanto inescrupuloso, porém bem inteligente ao já prever o que poderá acontecer e se preparar para soluções e saídas das suas enrrascadas.
    O bom é ver que mesmo em apenas um dia, acontece muita coisa e o livro tem ação, o que não nnos deixa abandonados durante a narrativa do passado que é mais lenta e quebra um pouco o ritmo do livro.
    “A solidão é a mãe da sabedoria.” (Laurence Sterne)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Fábio.
    Que bom que apesar da confusão no inicio, a história continuou tão boa. Quando vi que o livro todo era um único dia, pensei nossa, tem que ter coisas acontecendo para conseguir segurar o livro inteiro hehe. Vou ler assim que minha lista diminuir um pouco. Meu sobrinho tem a trilogia.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil.
      Sim, tem história pra segurar bem o livro. Muito bom leia sim.

      Excluir
  8. Nossa, preciso muito desse livro! Você resenhou com tanta paixão que não há nada a não ser querer ler!
    Quanta série boa!! Estou mega curiosa para conhecer a escrita do autor e a desconstrução do personagem...hahaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana. Leia mesmo, vc vai gostar.

      Excluir
  9. Oi Nati, tudo bem?
    Quero muito ler esta trilogia. A premissa é muito legal, mas as vezes acho difícil acreditar em uma história de uma pessoa tão jovem que mata as pessoas. A edição da Darkside é linda.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lara.
      Mas nesse livro ele já está mais velho. Vale a pena ler. Vc irá gostar.
      Bjs

      Excluir
  10. Fiquei impressionada de a historia toda se passar em um único dia, que bom que tirando o começo confuso depois melhora e tem ação que gosto bastante. Fiquei intrigada com o personagem se é vilão ou herói ou nenhum dos dois rs, isso deixa a leitura bem instigante e sem saber ao certo pra quem torcer rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, se não fosse essa parte da confusão o livro receberia nota máxima, mas da pra ler tranquilo mesmo com esse probleminha.

      Excluir
  11. Oi Fábio,
    Então o Jorg, o garotinho assassino com sede de vingança vai se casar! Pelo jeito esse personagem ficou ainda mais intrigante nesse segundo livro, um herói meio vilão que em seu próprio casamento parte para o ataque para defender seu reino. Gostei de saber que tem mais ação, mais revelações e, principalmente, mais magia nessa trama. Só achei meio maçante essas lembranças, muito repetitivo a meu ver, já que a história se passa em apenas um dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Micheli
      Sim, o danado do Jorg vai casar, pelo menos ele tá um pouquinho mais velho aí kkkkk. Em relação as memórias elas não são ruins. Pelo contrário, são até boas, o problema é que foram colocadas de uma forma que ficou confusa, então tem que prestar muita atenção pra não se perder.

      Excluir
  12. "É difícil classificar o personagem, herói não é; anti-herói, não sei; vilão, muitas vezes;" Admito que gosto quando o personagem causa essa divisão por que torna ele complexo e difícil ser definido. Geralmente, logo no início do livro, o autor se encarrega disso por você. Dizendo que tal personagem é isso aquilo, não deixando o leitor perceber no decorrer da história. Me irrito as vezes com isso, mas ok. Essa série tem tudo muito o que falar. Eu gosto de livros com essa premissa de ação e aventura. Preciso acompanhar a aventura de Jorg por que pelas quotes, tem muitooo conselho de vida ( que não deixa de ser uma luta todos os dias). Gostei mesmo.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nayane.
      Sim, é melhor ir descobrindo as características do personagem aos poucos do que ter todas as informações jogadas de vez.
      Leia, você irá gostar. Abraços

      Excluir
  13. Oi! To quase me convencendo a dar uma chance para essa trilogia hahaha O fato de nesse livro ter mais magia foi suficiente pra chamar minha atenção. Acho que vou dar uma chance pro Jorg :p Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabi.
      Tire o quase da frase. Se convença, leia, você irá gostar kkkkk

      Excluir
  14. Oi.
    Sempre tive curiosidade sobre essa trilogia e agora lendo sua resenha, mais animada fiquei para fazer a leitura. No inicio achei um pouco confuso, mas acho que depois vou acostumar com o enredo e personagens.
    Gostei muito da indicação.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Márcia.
      Realmente no começo é um pouco confuso, e isso é chatinho, mas acostuma rápido e logo da pra encaixar tudo perfeitamente. Recomendo.
      Abraços.

      Excluir
  15. Jorg vai casar?! Nossa, eu nunca teria imaginado isso kkk
    Achei legal essa passagem de tempo nesse segundo volume, e gostei de saber que a qualidade continua, apesar da estrutura confusa no início que eu também acho um ponto negativo...
    Enfim, ficarei aguardando sua opinião sobre o terceiro volume dessa trilogia.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Any, falta pouco para sair a conclusão.

      Excluir
  16. Olá, Fabio!

    Para mim, o Jorg é o tipo do Napoleão Bonaparte. Ele era estrategista e impiedoso, e é visto como herói para uns e vilão para muitos outros.
    E pelo jeito, usa o casamento com Miana como também um modo de se promover, deixando de lado Katherine.
    Só mesmo esse passar entre passado e presente que se tornou bem confuso e atrapalhou um pouco o livro.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Verdade, bem comparado. E sim, é uma pena que o modo como o passado e presente foi contado nesse livro atrapalhou, se não ele teria recebido nota máxima fácil.

      Excluir
  17. Admito que li essa resenha só por cima, fiquei muito curiosa para ler a trilogia mas não quero saber o que acontece nos livros antes de ler hhaha
    Vou falar que o fato desse contar apenas um dia da história me deixou muito intrigada é muito conteúdo para só um dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Quanto a ler a resenha não se preocupe, não tem perigo não. Eu não dou nenhum spoiler em relação a drama.
      E quanto a trama se passar em apenas um dia, ela fica alternando entre o presente e o passado então acaba preenchendo essa lacuna.

      Excluir
  18. Olá!!! Depois dessa Resenha Maravilhosa, quero muito ler essa trilogia, Eu assisto as temporadas da Guerra dos Tronos e adoro, vai para a minha lista de Desejados!!! Parabéns pela Resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Lucia
      Que bom que gostou. Leia mesmo =D

      Excluir
  19. Adoro essa capa, já li varias resenhas sobre ambos os livros, a maioria sendo positiva e como amo livros de fantasia não posso deixar de querer ler esse, ainda mais tendo personagens muito bens escritos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      Sim, as capas dessa trilogia são muito bonitas. É um ótimo livro, leia mesmo =D

      Excluir
  20. Oi, Fabio!!
    Que trilogia mais maravilhosa é essa só de olhar essas fotos fiquei louca de vontade de ler esse livro!! A resenha ficou maravilhosa e espero ansiosa para ler a última resenha do livro da trilogia.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  21. Obrigado pelos elogios Marta =D.
    Logo logo sairá a resenha do terceiro livro, aguarde.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Oi Fábio :)
    A Darkside está arrasando com essas capas duras lindas *-*
    Já tinha visto o livro e me interessei muito em ler, e sua resenha me deixou ansiosa!!! Já coloquei a série na lista de leitura e assim que ficar de férias vou começar a ler.
    Um livro com personagens bem escritos e que é indicado para fãs de Game of Thrones? Estou dentro *-*
    Obrigada pela super indicação!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabela.
      Verdade, livros de capa dura são muito melhores na minha opinião.
      Que bom que gostou da resenha e que isso te fez ter mais certeza em ler kkkk. Leia mesmo. Vai gostar.
      Bjs

      Excluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.