Resenha: Quando o amor bater à sua porta


Malu Rocha é uma mulher cheia de compromissos. Sem tempo para imprevistos, a vida dessa escritora baseia-se na rotina: pedaladas matinais, frequentar o aeroporto da cidade e visitar o amado avô. Além da escrita.

Trabalhando, agora, em seu mais novo livro, que promete ser um sucesso, o habitual da protagonista está cada dia mais corrido, cheio de participações em programas de TV e entrevistas, afinal, a próxima obra trará um enredo totalmente diferente de todos os outros, como adianta a autora. A complicação surge quando, em uma das entrevistas, a seguinte pergunta é lançada: “O que é o amor para Malu Rocha?”.

Ora, uma escritora de romances renomada como Malu, provavelmente, teria a resposta na ponta da língua, mas não é o caso. Malu Rocha se esforça tanto em apresentar uma figura confiante e completamente segura de si para o público que acaba perdendo aos poucos sua própria essência, propositalmente, devo dizer. Escreve sobre o amor, mas já não acredita nele.

O questionamento gerou o desconforto de perder o comando de uma pequena parcela da sua vida e, pior, na frente de uma jornalista, publicamente.


Para completar o desvio completo de seu dia a dia programado, um estranho bate à sua porta e, como se não bastasse, afirma que perdeu a memória num acidente de carro e a única recordação que lhe resta é o seu nome, Luiz Otávio, e a lembrança de uma Reunião que estava marcada com a própria autora.

Incapaz de deixar o rapaz à mercê da própria sorte, Malu entra em contato com a sua assessora em busca dos emails trocados a respeito da tal reunião. Entretanto, como era de se esperar, Rebeca, sua assistente atrapalhada, mandou formatar o computador sem antes ter feito o backup das informações, o que acabou jogando as últimas esperanças do estranho ao vento.

Completamente envolvida pela situação inusitada do estranho, curiosa para saber o assunto da reunião e dominada pela verdade de um certo par de olhos castanhos, Malu embarca na história de Luiz Otávio com o objetivo de ajudá-lo a reencontrar a memória e a família, entretanto, acaba encontrando vestígios de um passado que há muito tempo foi escondido por ela.


Conhecer a história da Malu e descobrir a origem de Luiz Otávio estava na minha lista de planos há meses e, posso afirmar, que foi uma baita aventura embarcar na vida desses dois.

A leitura do livro já começa de forma totalmente envolvente, a personalidade da Malu ficou exposta desde o princípio e, devo confessar, ela me cativou nas primeiras linhas pela veracidade que suas ações apresentavam. Tudo bem, ela tem alguns comportamentos bem toscos e nada justificáveis, mas sabe quando você inicia um livro com aquela fé nos personagens? Então, foi basicamente isso que aconteceu.

Seu novo livro tem tudo para ser um sucesso, só precisa de um final digno da história, entretanto, as últimas páginas estão dando mais trabalho do que o comum, o que deixa nossa protagonista fora do sério. É interessante acompanhar esse desenrolar porque, enquanto Malu escreve, automaticamente, a gente vai palpitando aqui e ali sobre os possíveis desfechos da sua obra.

Devo afirmar, em defesa da protagonista, que, em meio à chatice com todo o resto do mundo, o seu amor e devoção pelo seu Avô, Sargento Ignácio, é lindo de ver. Aliás, o senhorzinho de 98 anos é porto seguro da nossa escritora e, além de resgatar o melhor dela, nos presenteia com ensinamentos para toda vida.

A escrita da Samanta conduziu tão bem essa história que até descobertas bobas, que estavam diante dos meus olhos, foram surpreendentes.

Entre as páginas, nós conhecemos Luiz Otávio, que é cativante do início ao fim. Super educado e persistente quando o assunto é achar o seu antigo “eu”. Confesso que a falta de defeitos dele até me irritou um pouquinho, como pode alguém ser tão ideal, gente? Não dá.

Enfim, o envolvimento desses dois acontece gradativamente e deixou meu coração quentinho com os sentimentos que iam surgindo em meio ao receio de tantos segredos do passado.

Tem segredos e não são poucos, viu, gente? Podem confiar que sua curiosidade só vai acalmar quando você desvendar todos.


O encanto do livro é que você não torce para um final já predefinido, mas pelo crescimento e descobertas dos personagens enquanto ele não chega. Por experiência própria, torci fielmente para Malu encontrar o desfecho do seu livro, mas principalmente para encontrar a antiga Maria Luiza que estava escondida dentro dela. Assim como Luiz Otávio que, ao mesmo tempo que eu desejava descobrir o passado dele, receava o fim daquele encanto.
Tantas contradições…

Como romance, o final do livro já era esperado. Apesar de tudo, isso não tira nem um pouco a beleza da experiência que foi, finalmente, poder conhecer a escrita da Samanta.

O único ponto que eu tenho ressalvas, além da personalidade intacta de Luiz Otávio, é a narrativa um pouco arrastada em alguns pontos que não precisavam de tanto. Fora isso, amei cada página lida.

O livro é narrado em terceira pessoa, focado na vida da Maria Luiza. Para quem gosta de ler escutando música, o que, infelizmente, não é o meu caso, a autora deixou uma playlist maravilhosa no começo da obra (que eu estou aproveitando bastante). A diagramação é simples e eu não encontrei nenhum erro.

Quotes:
“Porque eu me importo com você.”

Você não deve buscar a felicidade no outro, mas em si mesmo.

“(...) O amor é como um pássaro; às vezes pousa em nosso ombro, às vezes foge de nós. Cabe a nós aprendermos a reencontrá-lo sempre que ele ressurge sob novas formas e valorizar cada momento em que se faz presente.”

“Em cada escolha, um universo paralelo.


Título: Quando o amor bater à sua porta
Autora: Samanta Holtz
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016

21 Revelaram sentimentos:

  1. Ganhei esse livro em um sorteio e ainda não li, mas me deixou bem curiosa com esse homem misterioso que aparece e ela nem o conhece, sem falar nesses segredos que são muitos, deve deixar o leitor ansioso por respostas. Gostei de saber que da para acompanhar a historia que a autora esta escrevendo.

    ResponderExcluir
  2. Mariana!
    Gosto quando os livros trazem escritoras como protagonista, mas na verdade, o que aguçou minha curiosidade para poder fazer a leitura, é o fato de Luiz ter perdido a memória e ter ido bater na porta dela. Fico me perguntando por que? e claro que quero desvendar esse mistério e os outros que tem no livro.
    “A juventude é a época de se estudar a sabedoria; a velhice é a época de a praticar.” (Jean-Jacques Rousseau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Oi MM :)
    Faz tempo que quero ler esse livro, costumo adorar romances em que tem um desmemoriado acho que isso aumenta o drama umas 20x haha você me deixou curiosa pra descobrir que tanto de segredo são esses. Só espero nao me chatear com as atitudes da Malu, não gosto de mocinhas frescas.

    ResponderExcluir
  4. Oi Mariana, tudo bem?
    Esta história parece aqueles filmes fofinhos da sessão da tarde rsrsrs não gosto muito de romances, mas vez ou outra eu acabo lendo alguma coisa do gênero e este livro está na minha lista a algum tempo. Descobri coisas que não sabia através da sua resenha, e fiquei mais curiosa ainda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Tive com essa obra em mãos e perdi a oportunidade de lê-la, ainda sim hoje em dia tenho muita vontade de conhecer as histórias desses personagens que me pareceram incríveis, e acho que vai valer a pena. Gosto muito de romances que vão sendo construídos no decorrer da trama, fazendo com que nos apaixonemos juntos. Outra coisa que me chamou a atenção e a trilha sonara que me pareceu extraordinária.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mariana.
    Eu tinha muita vontade de conhecer a escrita da Samanta também. E quando ela veio em uma livraria aqui da minha cidade para divulgar esse livro, eu amei ela e comprei o livro e passei a frente de todos hehe. Amei a história, acho que por estar com as palavras da autora bem vívidas na minha cabeça, acabei não encontrando nenhum defeito hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Tem um tempinho bom que ando namorando o livro é a história me surpreendeu mais ainda depois da resenha é uma ótima oportunidade para se tornar fã da autora espero ler esse ano.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  8. Achei legal a ideia desse livro e parece que a gente se envolve bem fácil com a história desses dois. São bons personagens e bem feitos, acho que fica fácil de gostar deles logo no início heim! ^^
    E tem mistério na história, segredos que vão sendo desvendados, então deve dar aquele ânimo gostoso pra ler e não parar mais! Nunca li nada dessa autora e esse livro dela me deixou bem curiosa. Gostaria de ler alguma hora =)

    ResponderExcluir
  9. Oi Mariana, tudo bem?
    Esse livro está me seduzindo faz meses e só agora dei sorte de ganhar ele em um sorteio. Não vejo a hora dele chegar em casa haha Eu tenho a impressão que nossa protagonista vai se redescobrir nessa jornada, e estou curiosa para saber como essa rapaz sem memória, vai ajudar nisso tudo.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari.
    Conhecer esses dois também esta na minha lista faz tempo.
    Adorei a premissa, principalmente pela mocinha escrever sobre algo que nem ela mesma acredita, o mocinho me parece ser bem interessante a ja quero desvendar sua história.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite, Mariana!
    Gente, que livro interessante! Só de ler sua resenha tô com vontade de lê-lo. A premissa é simplesmente magnifíca, super fora dos clichês. O fato da Malu ser uma figura totalmente diferente das personagens de seu livro, da perda de memória do Luiz Otávio, enfim, tudo me pareceu muito original! Amo livros que tratam de segredos do passado e coisas do tipo, então acho que isso também me fez estar atraído pela história. A escrita da autora parece super boa. Espero poder saborear essa trama o quanto antes.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Bom, como eu não consigo resistir a um bom clichê, esse livro já tá nos meus desejados há um bom tempo. Só tenho lido resenhas positivas sobre ele e fico cada vez mais doida pra ler logo. Acho super legal essa interação de uma mulher cética tendo de ajudar um homem completamente perdido, e se vendo envolvida, tarde demais. A capa é um charme

    ResponderExcluir
  13. Lembro de ter visto muito esse livro na época do lançamento mas não sabia nada sobre ele.
    Achei a história bem intrigante, primeiro por ser um livro que conta a história de uma escritora e a parte do romance também me intrigou, fiquei curiosa para saber o motivo da reunião e apesar de não ser fã de romance acho que o lviro merece um chance.

    ResponderExcluir
  14. Oi Mariana,
    Ganhei um exemplar autografado em um sorteio, virou meu queridinho da estante ♥
    Já tinha sido conquistada por esse livro na sinopse, mas após ler tantos comentários elogiando a escrita da autora eu fiquei super ansiosa para saber um pouco mais dessa história que prometia ser muito cativante, e felizmente não me enganei. Que romance mais encantador e envolvente! Amei acompanhar as descobertas dos personagens, a forma como o relacionamento foi sendo construindo aos poucos. Amei também o relacionamento da protagonista pelo seu avô, que lindo.
    Adorei a playlist, adoro ler ouvindo música.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Mariana
    Simplesmente amei esse livro! Ele é puro amor, né?
    Também gostei muito do relacionamento da Malu com o avô, assim como acompanhar o amadurecimento dos protagonistas. Meu coração também ficou quentinho. Adorei a resenha!

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  16. Oi, Mariana!
    Já faz um tempinho que ganhei um exemplar desse livro , em um sorteio e estou ansiosa para fazer a leitura. Que capa linda! E a história parece tão envolvente. Pena ter algumas partes do livro, com um enredo um pouco arrastado, como você citou. Mas tenho certeza de que, apesar disso, a leitura valerá a pena.
    Parabéns pela resenha, muito bem escrita!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Mariana!
    Quando o amor bater à sua porta está na minha lista de leitura faz um tempão, amo tramas que abordam a perda de memória e esse mistério envolvendo o Luiz Otávio me deixou bastante curiosa, mas confesso que não curto quando o envolvimento entre os protagonistas acontece gradativamente e pelo que você disse na resenha é assim entre Luiz Otávio e Malu... espero que isso não me aborreça tanto que me tire o prazer da leitura, leitura essa que pretendo realizar em breve.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Oi! Não costumo ler romance, mas to super curiosa para saber a origem do Luiz Otávio e a história da Malu. E que estranho uma escritora de romances não saber descrever o que é amor hahaha Pretendo ler. Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi Mariana, tudo bacana?
    Não sou muito fã de livros em terceira pessoa, mas a história me agradou. Vi pessoas lendo e gostando pacas. Acho que vou dar uma chance.
    Abçs

    ResponderExcluir
  20. Que capa mais linda, adorei. Gostei de saber sobre o amor e dedicação dela pelo avô, e apesar da narrativas as vezes lenta acho que seria um livro que eu leria sim se eu tivesse a oportunidade.

    ResponderExcluir
  21. Como eu adoro um bom livro de romance, não há dúvidas que me interessei em ler este livro, gostei muito do título também, adicionei Quando O Amor Bater na Sua Porta em minha lista de leituras e espero ter a oportunidade de ler em breve.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.