Resenha: O bazar dos sonhos ruins


Que Stephen King é King não há a menor dúvida. Porém, quando o assunto é conto curto, acho que podemos torcer o nariz um pouco. Jamais pensei dar menos de quatro estrelas para o rei, mas este livro (para mim) deixou muito a desejar.

Como tiete do King, assim que vi a respeito do livro senti logo a necessidade de comprá-lo, porém, foi lendo as primeiras páginas que eu descobri que ele poderia ser facilmente esquecido e ser pego de vez em quando para completar a leitura de um dia.

O bazar dos sonhos ruins traz uma coletânea de vinte contos que contemplam temas desde amor e esporte até o sobrenatural e o fim do mundo. Com tamanha variedade passamos a conhecer um lado diferente do autor: a capacidade de dar um final bosta para uma história.
Alguns contos são estranhamente toscos e sem sentindo, são desprovidos de uma ideia central, dando a ideia de uma coisa inventada às pressas e para o final vamos dar um deus ex machina (vide Milha 81).


Descobrimos aqui que King também é um poeta, mas que como escritor de poemas, ele é um ótimo guitarrista! Confesso que não entendi nada de "A igreja de ossos".

Alguns contos não passam de a narração de um acontecimento, como em "Herman Wouk ainda está vivo".

Mas, meu querido, é tudo tempo perdido? Of course not, my dear. Vale ressaltar aqui a qualidade e superioridade de alguns contos. Ainda não decidi qual é o melhor: "Ur" ou "Garotinho malvado". E por terem temáticas diferentes, vou manter o empate. Os dois, apesar de seguirem à risca o que pede o gênero conto, trazem histórias com início, meio e fim impregnados na genialidade de King. Ele não deixa escapar informações e tece teias que fazem o leitor correr atrás dos parágrafos sem se queixar. "A duna" também traz uma história com um final interessante, mas os outros dois supracitados são os que mais têm a cara do King.

Enfim... É um livro facilmente esquecível e que num momento de stress você pode olhar para ele e pensar "não acredito que gastei dinheiro nessa merda". Mas ele é muito bonito para fazer parte da coleção e ficar na prateleira.

Outras fotos:








Título: O bazar dos sonhos ruins (The bazar of bar dreams)
Autor: Stephen King
Editora: Suma
Páginas: 527
Ano: 2017

19 Revelaram sentimentos:

  1. Parece ser muito louco esse livro, bem diferente do que leio, mas ao mesmo tempo bem instigante..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Acho que com King eu me sentiria o tempo todo como se lendo A igreja de ossos: sem entender nada. Gostei muito da capa desse livro e consequentemente das suas fotos, ficaram lindas. Do autor quero muito ler Novembro de 63, mas ele é um calhamaço e fico um tanto intimidada, já que não sou acostumada com a escrita do King.

    Att.,
    Eduarda Henker
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já leu algum outro dele? Caso não tenha lido, sugiro que comece por "A zona morta" ou "Joyland", ou mesmo "Christine". São mais "suaves", apesar de que "Novembro de 63" nem é tão carregado assim 😊😉

      Excluir
  3. Não conhecia o livro, mas parece interessante :) O Stephen King é muito famoso, mas ainda não li nada dele.

    http://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  4. Achei instigante e interessante, fiquei curiosa para ler.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  5. É uma pena ser um livro ruim. A capa dele é incrível.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  6. Oláá! Tudo bem?
    Poxa, que pena que não é isso tudo né.. sempre espero muito com o king!
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Achei que era a única a achar os contos fracos! Estou lendo "escuridão total sem estrelas" que são 4 contos (caso você não tenha lido) e só estou a curtir o primeiro, tanto que ainda nem consegui ler o último, vou dar uma chance pra quem sabe eu curtir, mas esse que você resenhou passarei longe rsrs

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, todos os contos de "Escuridão total sem estrelas" são muito bons! Mas, de fato, "1922" é sensacional!! Tem resenha dele aqui no blog e no meu IG tbm 😊😉

      Excluir
  8. Oi Marcos,
    Eu ainda não li um livro do King, acredita? Mas já está nos meus planos fazer isso no próximo ano! Uma pena saber que esse volume não te agradou, confesso que não é a primeira vez que ouço comentários negativos acerca da obra. Anyway, ótima resenha!!

    Abraços,
    https://tonylucasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que estou acostumado às grandes histórias dele. Se me permite, sugiro começar por "A zona morta" ou "Joyland", são histórias suaves e fáceis. "Christine" é uma ótima pedida também. Depois pode pular para "O iluminado" ou "O cemitério", "Misery"... Tenho certeza que vai gostar!!

      Excluir
  9. Olá!!
    Comecei a ler King a pouco tempo e a minha primeira leitura não me decepcionou, ainda bem! Foi uma pena que não tenha gostado tanto assim desse livro, mas ainda bem que tem alguns contos que salvam, não é? Pelo menos! hahahah Enfim, ótima resenha!
    Abraços!


    our-constellations.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Lícia! Os romances de King nunca decepcionam. À exceção de "Revival", que não me agradou muito. Mas os contos dele que não passam de 30 páginas, deixam a desejar!

      Excluir
  10. Curti a ideia desse livro por gostar de contos, acho legal pegar um livro assim por ser mais flexível, eu leio no meu tempo e tal, sem pressa...
    Pode ter uns troços nada a ver, mas também parece ter bons contos. Vi um que me deixou bem interessada, acho que é o desse garotinho que falou, mas não tenho certeza porque vai que tem outros garotinhos ali xD
    Sei que a história que vi falando era bem doida e gostei dela. Tem uns contos que vi desse livro que me deixaram bem curiosa.
    De qualquer forma se esse não funcionar tão bem ainda tem vários do autor pra dar uma chance né. Mas gostei dele. Leria.

    ResponderExcluir
  11. Marcos!
    King tem uma versatilidade em sua escrita que consquista o leitor a cada novo livro.
    Adoro contos e ver o mestre do terror trazer contos diversificados em assunto, porem intensos da mesma forma em relação ao conteúdo, é maravilhoso.
    Uma semaninha abençoada na paz do Senhor e FELIZ NATAL!
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Admiro sua coragem de fazer tantas críticas, geralmente as pessoas quando gostam muito de um autor aplaudem tudo e acho isso uma bosta.
    Só li um livro do king na vida (revival) e não gostei tanto assim, esse sempre tinha me interessado pq acho nome muito interessante mas agora acho melhor arriscar outros livros dele e deixar esse de lado.

    ResponderExcluir
  13. É uma pena que esse livro não tenha a muita gente, mas acho que todo autor tem seus altos e baixos. Infelizmente, acaba errando e não agradando, e isso acontece o tempo todo. Nunca li nenhum livro dele, justamente por serem de terror, e eu tenho medo... Mas, por ele ser tão elogiado, confesso que um dia tentarei ler um livro dele.

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li nenhum livro de conto do autor, só os normais, que pena que esse deixa a desejar, confesso que não esperava isso, ainda mais por ter sobrenatural e fim do mundo que adoro. Fiquei sem entender porque esse livro ficou assim sem graça.

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.