28 junho 2018

Resenha: Interferências


SINOPSE: “Em um futuro não muito distante, um simples procedimento cirúrgico é capaz de aumentar a empatia entre os casais, e ele está cada vez mais na moda. Por isso, Briddey Flannigan fica contente quando seu namorado, Trent, sugere que eles façam a cirurgia antes de se casarem — a ideia é que eles desfrutem de uma conexão emocional ainda maior, e que o relacionamento fique ainda mais completo. Bem, essa é a ideia. Mas as coisas acabam não acontecendo como o planejado: Briddey acaba se conectando com outra pessoa, totalmente inesperada. Conforme a situação vai saindo do controle, Briddey percebe que nem sempre muita informação é o melhor, e que o amor — e a comunicação — são bem mais complicados do que ela esperava.”

RESENHA: O livro Interferências da Connie Willis me encontrou de forma despretensiosa; era mais uma cortesia da editora Suma – que por sinal está de parabéns, não preciso dizer muito porque todos nós conhecemos a qualidade da editora – que chegou até mim em meio a tantos outros livros. Olhei para a lista de leitura e pensei: Por que não? Fui lá, peguei Interferências e comecei a mastigá-lo.

A princípio o livro é um romance clichê que fará você odiá-lo em poucas páginas, uma causa primária inegável, até você passar pouco mais da metade.

O livro transborda alfinetadas agudas aos relacionamentos modernos, com personagens detalhados e bem desenvolvidos, e o mais importante, críveis, apesar da temática ficcional. 

A mensagem mais importante do livro é, sem sombra de dúvidas, a corrida dos procedimentos cirúrgicos para tornar a vida perfeita com uma estética surrealista, sem avaliar as consequências e/ou levar em considerações as variáveis dos resultados obtidos, vide tantas subcelebridades que se tornam personagens plásticos irreconhecíveis através de dezenas de procedimentos. Apesar do procedimento narrado no livro não ser estético corporal, o mesmo não deixa de ser a busca por uma estética perfeita.

“INTERFERÊNCIA
1. Ato ou efeito de interferir.
2. Rubrica: física: fenômeno que consiste na interação de movimentos ondulatórios com as mesmas frequência e amplitude e que mantêm entre si uma determinada diferença de fase, de tal modo que as oscilações de cada um deles se adicionam, formando uma onda resultante.
3. Rubrica: telecomunicações: qualquer energia não desejada que afete a recepção de sinais desejados; intromissão.
4. Derivação: por extensão de sentido. Rubrica: telecomunicações: distorção produzida na recepção destes sinais.”

Duas mensagens importantes sobre esse livro; primeiro: não o julgue pela sinopse, ela é ruim e não diz nada sobre Interferências – eu mesmo julguei o livro assim; segundo: se abra para a escrita de Connie, ela é habilidosa, apesar do jeito descontraído e quase desleixado, porém, a qualidade final do todo vale a pena à leitura. 

Apesar de parecer um livro Chick-lit (ficção no universo feminino) o livro passa um pouco mais nas bordas ficcionais, com elementos que remetem a outras obras como Lágrimas na Chuva de Rosa Monteiro.
“A conectividade já está saindo por suas orelhas. Só que algumas pessoas acabam conectadas demais, entende, principalmente quando se trata de relacionamentos. Relacionamentos precisam de menos comunicação, e não de mais.”
SOBRE OS PERSONAGENS: Aqui vou destacar apenas o personagem feminino, Briddey, que possui uma visão de mundo extraordinária, diga-se de passagem, e que traz velocidade e dinamismo ao livro. Com diálogos elaborados e transcendendo referências pop e geek (mundos não tão distintos, né, galera?), além de ser bate-e-volta. A personagem é muito bem desenvolvida, forte e determinada. Importante para nosso momento delicado atual.

SOBRE O GÊNERO DO LIVRO: Confesso que não consigo determinar o gênero específico do livro, se fosse escolher um, seria ficção científica, no entanto, Connie vaga por quase todos os temas, suspense, romance, drama, espionagem, até mesmo os clichês de filmes do Telecine.
“Vocês, moças, não deveriam querer um homem que é 'compatível', mas um que estará ao seu lado quando precisarem dele.”
Vocês perceberão que deixei alguns assuntos de fora da resenha. Fiz isso pois acredito que alguns pontos são um pouco mais aprofundados e não caberiam aqui de forma superficial. Por exemplo, o livro trata sobre como lidamos com o excesso de informações e esse é um dos pontos altos do livro, não quero estragar o desbravamento de vocês. Assim como o assunto “telepatia” que, por sinal, é utilizado de forma magnífica na obra.

Confesso que me surpreendi com o livro, e apesar de ter tido alguns percalços durante a leitura, o livro me agradou e satisfez meus desejos profundos de leitor. Não é um livro que eu leria novamente, porém, é um livro que eu indico para amigos. Vale destacar que Connie Willis é vencedora de vários prêmios Hugo Award, para quem não sabe é o maior prêmio de ficção científica da literatura mundial.

Sobre a edição: A edição da Suma é simples, porém, muito bem feita. O papel é de qualidade e a capa muito bonita. É um livro de destaque na prateleira.


Título: Interferências (exemplar cedido pela editora)
Autora: Connie Willis
Editora: Suma de Letras
Páginas: 464
Ano: 2018

23 comentários

  1. Oi, Paulo.

    Essa junção de ficção científica com outros gêneros, foi algo bem balanceado.

    A temática é boa, fácil de prender o leitor, e de agradar. Vejo que, a autora soube abrilhantá-la e aproveitá-la devidamente.

    É um livro que quero muitíssimo ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi Paulo,
    Lendo outras resenhas percebi que o livro traz uma certa crítica sobre o excesso da tecnologia em nossas vidas também, e achei isso bem legal. A protagonista é meio sem noção de aceitar um procedimento desse nível tão rápido, mas pessoas apaixonadas tendem a fazer coisas idiotas, rs, porque seria diferente no futuro não é?
    Não esperava uma história tão interessante, fiquei bem curiosa para saber o desenvolvimento dos personagens, e mais sobre esse procedimento, é um livro que pretendo ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pessoas apaixonadas sempre ficam vulneráveis; e é perceptível no texto que a autora soube explorar esse lado do sentimento.

      Boa leitura.

      Excluir
  3. Eu adorei a proposta desse livro é insano você ver o quão longe as pessoas iriam para ter compatibilidade com o possível ParPerfeito sinceramente quando os livros mais divertidos que eu li esse ano

    ResponderExcluir
  4. As sinopses ultimamente ou não dizem nada sobre o enredo ou entregam tudo sobre a trama; tenho tentado evitar lê-las. Que bom que não desistiu nas primeiras páginas, afinal encontrou coisas boas durante a leitura. Eu achei a ideia interessante, gosto de ficção científica e como muito do enredo envolve isso, acabei bem interessado. Legal a forma como a autora trabalhou a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bacana mesmo como a Willis explorou a ideia de tecnologia para a perfeição emocional.

      E eu também não leio mais sinopses, rsrs.

      Excluir
  5. Olá, Paula!

    Interferências consegue ser vários gêneros e varias críticas a sociedade ao mesmo tempo. Seja sobre as cirurgias plásticas feitas a qualquer custo (uma crítica que nem imaginava ao ler a sinopse), a hiperconectividade de nossas vidas pelas redes sociais e ao que esperado de um parceiro ou parceira, elas são feitas de uma forma que lembra até mesmo uma fábula de Esopo, mas de uma forma sombria e real, sem animais fazendo o nosso papel, mas nós mesmos. Não é a toa que é indicada exatamente para quem gosta da série Black Mirror.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dos pontos fortes do livro são as críticas. São severas e categóricas.

      Abraço.

      Excluir
  6. Oiii Paulo

    É um livro diferente, acho que nunca li nada no estilo e isso já me desperta a curiosidade. Gostei do que vc conta na resenha, a trama parece ter sido conduzida de uma maneira interessante, que prende o leitor. Vou anotar a dica.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Paulo,
    Semana passada alguém comentou comigo sobre esse livro, fiquei bem empolgada para ler ele, porque achei a história bem interessante. E gosto muito de Black Mirror, então acho que vou gostar do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se gosta de BM vai gostar muito de Interferências.

      Boa leitura.
      Abraços.

      Excluir
  8. Já tinha lido outros comentários sobre esse livro, a trama soa um pouco clichê,porém ao mesmo tempo uma história bacana de se ler. Acho que duas pessoas se tornam compatíveis quando tem que ser, quando gostam de coisas parecidas, não quando forçam a isso!!

    ResponderExcluir
  9. Paulo!
    Tudo que é em excesso, faz mal, concorda?
    Já faz algum tempo que não leio mais sinopses, porque a maioria é bem enganadora e por vezes, nada tem haver de real com o livro.
    Tão bom quando damos uma chance ao livro e ele corresponde, não é?
    Bom final de semana!
    “Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, as sinopses muitas vezes acabam matando o livro. Eu não me preocupo mais com elas.

      Abraços.

      Excluir
  10. Olá Paulo!

    Primeira vez que vejo algo sobre esse livro e já adorei, até a parte do começo que você fala que é meio romance clichê eu acho que vou curtir hahaha e essas críticas aos relacionamentos modernos e a abordagem sobre os procedimentos cirúrgicos parecem ser muito interessantes.
    Já coloquei na minha lista da amazon, espero poder ler logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que vá gostar bastante.

      Boa leitura! Abraços.

      Excluir
  11. Esse é o primeiro contato que tenho com esse livro, e parece ser muito legal, é um livro que pretendo pesquisar para comprar futuramente.

    ResponderExcluir
  12. Oi! Acho legal os livros que vêm com essa proposta de mostrar alguns lados negativos do ser humano que nem ao menos percebemos, muitas vezes auxiliados pela tecnologia. Gostei que tem uma construção de romance mais sutil porém muito boa. Acho que é uma boa leitura.
    Bjoxx

    ResponderExcluir

Gostou da postagem? Deixe um comentário. Se não gostou, comente também e deixe a sua opinião.
Se tiver um blog deixe o endereço e retribuiremos a visita.
Aproveite e se inscreva nas promoções e concorra a diversos prêmios.